...
quarta-feira ,24 julho 2024
Home / Noticias / Amazonas planeja construir novo Bumbódromo em Parintins

Amazonas planeja construir novo Bumbódromo em Parintins

Repro­dução: © Sec­re­taria de Cul­tura do Amazonas/Divulgação

Plano é começar as obras em janeiro de 2026


Publicado em 29/06/2024 — 09:49 Por Léo Rodrigues — Repórter da Agência Brasil — Manaus/Parintins

ouvir:

O gov­er­nador do Ama­zonas, Wil­son Lima, anun­ciou nes­ta sex­ta-feira (28) a intenção de con­stru­ir um novo Bum­bó­dro­mo, pal­co das apre­sen­tações do Fes­ti­val de Par­intins. O plano, segun­do ele, é lic­i­tar a obra no ano que vem e ini­ciá-la em janeiro de 2026. A esti­ma­ti­va é de que a con­strução leve dois anos.

Brasília (DF), 29.06.2024 - Novo Bumbódromo em Parintins. Foto: Frame Governo do Amazonas
Repro­dução: Pre­visão é que o novo Bum­bó­dro­mo fique pron­to em dois anos Foto — Frame Gov­er­no do Ama­zonas

O atu­al Bum­bó­dro­mo, inau­gu­ra­do em 1988, tem capaci­dade 16,5 mil pes­soas. Um vídeo insti­tu­cional divul­ga­do para anun­ciar o pro­je­to indi­ca que a nova estru­tu­ra poderá rece­ber 26 mil pes­soas e terá uma área de fun fest no entorno. Tam­bém dev­erá ter uma mod­er­na estru­tu­ra para ilu­mi­nação.

De acor­do com o vídeo, haverá uma nova iden­ti­dade visu­al. “Inspi­ra­da na téc­ni­ca mile­nar dos trança­dos da ces­taria indí­ge­na, a are­na terá um for­ma­to de um grande ces­to”, diz o locu­tor. O novo Bum­bó­dro­mo dev­erá ser ergui­do no mes­mo local do atu­al, sem prej­u­dicar o fes­ti­val enquan­to as obras estiverem ocor­ren­do.

Boi Garantido e o Boi Caprichoso

O anún­cio ocor­reu antes do iní­cio da 57ª edição do Fes­ti­val de Par­intins. As apre­sen­tações dos dois pro­tag­o­nistas — o Boi Garan­ti­do e o Boi Capri­choso — começaram na noite des­ta sex­ta-feira (28). Elas se repetem neste sába­do (29) e no domin­go (30). Con­sid­er­a­do patrimônio cul­tur­al do país pelo Insti­tu­to do Patrimônio Históri­co e Artís­ti­co Nacional (Iphan), o even­to está lig­a­do à tradição cul­tur­al do Boi-Bum­bá, que cresceu pela Amazô­nia e con­tou com influên­cias do Bum­ba Meu Boi, do Maran­hão.

A man­i­fes­tação pop­u­lar nar­ra uma len­da: grávi­da, Cati­ri­na rev­ela ao seu mari­do Fran­cis­co o dese­jo de com­er lín­gua de boi. Para atendê-la, ele sac­ri­fi­ca um ani­mal do seu patrão. O boi, no entan­to, é ressus­ci­ta­do com a aju­da de curan­deiros. Gan­han­do car­ac­terís­ti­cas par­tic­u­lares ao lon­go do tem­po, o Fes­ti­val de Par­intins se con­ver­teu em uma man­i­fes­tação mul­ti­artís­ti­ca, que englo­ba músi­ca, dança e artes cêni­cas no coração da Flo­res­ta Amazôni­ca.

Movimentação

A expec­ta­ti­va do gov­er­no ama­zo­nense é de que sejam movi­men­ta­dos R$ 150 mil­hões. A prefeitu­ra de Par­intins espera ao todo 120 mil vis­i­tantes. Isso sig­nifi­ca que, ness­es dias, o número de pes­soas na cidade mais que dobra. Segun­do o Cen­so Demográ­fi­co 2022, Par­intins tem 96,3 mil habi­tantes o que faz dela o quar­to municí­pio mais pop­u­loso do Ama­zonas.

A cidade, que tam­bém é con­heci­da como Ilha Tupinam­barana ou Ilha da Magia, fica no extremo leste do esta­do, na divisa com o Pará. Dis­tante 369 quilômet­ros em lin­ha reta de Man­aus, o aces­so só é pos­sív­el por bar­co ou avião.

O even­to, no entan­to, con­ta­gia todo o esta­do. No Largo de São Sebastião, no cen­tro históri­co de Man­aus, um telão foi insta­l­a­do para trans­mi­tir as apre­sen­tações. Na noite deste sex­ta (28), cen­te­nas de pes­soas se reuni­ram para acom­pan­har o primeiro dia. Boa parte delas vesti­das de azul ou ver­mel­ho para man­i­fes­tar a sua tor­ci­da.

História

A história do fes­ti­val remon­ta ao iní­cio do sécu­lo pas­sa­do, quan­do foram cri­a­dos o Boi Garan­ti­do e o Boi Capri­choso e due­los infor­mais pas­saram ocor­rer nas ruas todos os anos. Foi somente em 1965 que um grupo lig­a­do à Igre­ja Católi­ca orga­ni­zou um even­to, com o obje­ti­vo de arrecadar fun­dos para a con­strução da Cat­e­dral Nos­sa Sen­ho­ra do Car­mo, padroeira do municí­pio. Com o suces­so, a fes­ta se fir­mou no cal­endário anu­al da cidade.

O Boi Garan­ti­do, que se desta­ca pela cor ver­mel­ha, é o maior vence­dor e pos­sui 32 títu­los. Já o Boi Capri­choso, mar­ca­do pelo cor azul, venceu 24 vezes e bus­ca o tri­cam­pe­ona­to, uma vez que foi o campeão de 2022 e de 2023. Hou­ve ain­da em empate, no ano de 2000.

A ordem das apre­sen­tações, que podem durar até 2 horas e 30 min­u­tos, é defini­da por sorteio. Nos dois primeiros dias, o Boi Capri­choso entra no Bum­bó­dro­mo antes do rival. No domin­go, será a vez do Boi Garan­ti­do abrir as apre­sen­tações. O fes­ti­val se ini­cia sem­pre às 20h no horário local (21h de Brasília) e ter­mi­na por vol­ta de 2h30 da madru­ga­da.

Os três dias de apre­sen­tações são avali­a­dos por 10 jura­dos, que pre­cisam obser­var 21 que­si­tos. A apu­ração ocor­rerá na segun­da-feira (1°). A fes­ta pode ser acom­pan­ha pela inter­net, através da trans­mis­são pelo canal do jor­nal A Críti­ca na platafor­ma Youtube.

* Equipe via­jou a con­vite da Petro­bras, uma das patroci­nado­ras do Fes­ti­val de Par­intins

Edição: Maria Clau­dia

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Dia do Amigo: relação é fundamental para a saúde mental, diz psicóloga

Repro­dução: © Marce­lo Camargo/Agência Brasil Especialistas ressaltam que ter amizades é importante desde a infância …