...
quinta-feira ,20 junho 2024
Home / Esportes / Ana Marcela Cunha é ouro na maratona aquática

Ana Marcela Cunha é ouro na maratona aquática

maraqfem_jr_04.08.21_00039336

Repro­du­ção: © Jon­ne Roriz/COB/Direitos reser­va­dos

Brasileira vence prova dos 10 km da Olimpíada de Tóquio


Publi­ca­do em 03/08/2021 — 20:32 Por Juli­a­no Jus­to — Repór­ter da TV Bra­sil e da Rádio Naci­o­nal — São Pau­lo
Atu­a­li­za­do em 03/08/2021 — 22:46

A bra­si­lei­ra Ana Mar­ce­la Cunha con­quis­tou a meda­lha de ouro na pro­va dos 10 quilô­me­tros (km) da mara­to­na aquá­ti­ca da Olim­pía­da de Tóquio (Japão). Ela ven­ceu a pro­va nes­ta ter­ça-fei­ra (3) na Mari­na de Odai­ba com o tem­po de 1h59min30s8.

A atle­ta da Uni­san­ta, de San­tos, este­ve no pelo­tão da fren­te duran­te pra­ti­ca­men­te toda a pro­va. Nos 5,2 km de pro­va, ela cra­vou a mar­ca de 1h02min30s5, mais de três segun­dos à fren­te das per­se­gui­do­ras mais pró­xi­mas. Após cair para o quar­to lugar, a nada­do­ra vol­tou a assu­mir a pon­ta aos 8,6km para seguir na lide­ran­ça até cru­zar o pór­ti­co de che­ga­da.

A meda­lha de pra­ta ficou com holan­de­sa Sha­ron van Rouwen­da­al (ouro na Olim­pía­da de 2016, no Rio de Janei­ro), que fez o tem­po de 1h59min31s7, enquan­to a aus­tra­li­a­na Kare­e­na Lee ficou com o bron­ze, com a mar­ca de 1h59min32s5.

Na car­rei­ra, a bai­a­na de 29 anos já foi elei­ta seis vezes a melhor atle­ta do mun­do em mara­to­nas aquá­ti­cas. Além dis­so, ela é tetra­cam­peã mun­di­al em pro­vas de 25 km (2011, 2015, 2017 e 2019) e cam­peã pan-ame­ri­ca­na em Lima (2019) na pro­va de 10 km. Nos Jogos de 2008 (Pequim), ela fina­li­zou na quin­ta posi­ção. Após não se clas­si­fi­car para os Jogos de 2012 (Lon­dres), Ana Mar­ce­la vol­tou a com­pe­tir no Rio de Janei­ro, em 2016, quan­do aca­bou no 10º lugar.

Em busca de mais títulos

Após a con­quis­ta, Ana Mar­ce­la deu uma entre­vis­ta na qual falou do tama­nho da sua con­quis­ta: “A meda­lha como mate­ri­al repre­sen­ta mui­to, mas acho que a con­quis­ta e a gló­ria de ter sido cam­peã olím­pi­ca, isso fica para sem­pre, na his­tó­ria da mara­to­na, na his­tó­ria do Bra­sil”.

Além dis­so, ela comen­tou sua pró­xi­ma meta, alcan­çar o títu­lo mun­di­al na pro­va dos 10 km: “Ser cam­peã olím­pi­ca aqui é mui­to impor­tan­te, eu ain­da não fui cam­peã mun­di­al nos 10 km, o que tam­bém é mui­to impor­tan­te. Então saio daqui que­ren­do mais para o ano que vem”.

A meda­lha de Ana Mar­ce­la Cunha é a segun­da do Bra­sil em pro­vas de mara­to­na aquá­ti­ca nos Jogos Olím­pi­cos. Nos Jogos de 2016 (Rio de Janei­ro), Poli­a­na Oki­mo­to garan­tiu um bron­ze.

* Atu­a­li­za­do às 22h46 com mais infor­ma­ções.
banner_toquio2021

Edi­ção: Fábio Lis­boa

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

América-MG derrota Ponte Preta e assume liderança da Série B

Repro­du­ção: © Mou­rão Panda/América/Direitos Reser­va­dos Avaí e Chapecoense não saem do empate na tela da …