...
segunda-feira ,22 julho 2024
Home / Noticias do Mundo / Arábia Saudita anuncia criação de cidade ecológica sem carros

Arábia Saudita anuncia criação de cidade ecológica sem carros

FILE PHOTO: FILE PHOTO: Saudi Arabia's Crown Prince Mohammed bin Salman attends the Gulf Cooperation Council's (GCC) 40th Summit in Riyadh, Saudi Arabia December 10, 2019. Bandar Algaloud/Courtesy of Saudi Royal Court/Handout via REUTERS/File Photo
© Reuters/Saudi Roy­al Court/Direitos reser­va­dos

Informação foi dada pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman


Pub­li­ca­do em 11/01/2021 — 07:28 Por RTP — RIAD


RTP - Rádio e Televisão de Portugal

A Arábia Sau­di­ta, o maior expor­ta­dor mundi­al de petróleo bru­to, anun­ciou a cri­ação de uma cidade ecológ­i­ca com “zero car­ros, zero estradas, zero emis­sões de CO²” no Neom, área no noroeste do país que se encon­tra em desen­volvi­men­to.

Uma região futur­ista e turís­ti­ca, Neom está na lista dos muitos megapro­je­tos em cur­so para diver­si­ficar a econo­mia da Arábia Sau­di­ta, que depende forte­mente da expor­tação do petróleo.

“Como pres­i­dente da direção da Neom, apre­sen­to “The Line”, uma cidade que pode aco­modar 1 mil­hão de habi­tantes, tem 170 quilômet­ros de com­pri­men­to e preser­vará 95% das áreas nat­u­rais”, anun­ciou o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman em comu­ni­ca­do trans­mi­ti­do na tele­visão.

“Não haverá car­ros, estradas e terá emis­sões zero de car­bono”, acres­cen­tou o líder do país, que é a maior econo­mia do mun­do árabe, mas reg­u­lar­mente clas­si­fi­ca­da entre os esta­dos mais polu­idores do mun­do.

“Deve­mos trans­for­mar as cidades em cidades do futuro”, disse, referindo-se a uma “rev­olução civ­i­liza­cional”.

Quan­to a detal­h­es do pro­je­to, só serão divul­ga­dos mais tarde, asse­gurou o príncipe Mohammed bin Salman, antes de mostrar ima­gens com­putor­izadas da “lin­ha” e pais­agens de deser­tos prim­i­tivos e mares azuis.

A cidade pen­sa­da para pedestres terá serviços como esco­las e cen­tros de saúde, bem como espaços verdes e trans­portes públi­cos de alta veloci­dade, que não fazem mais de 20 min­u­tos de viagem, de acor­do com um comu­ni­ca­do de impren­sa.

O novo cen­tro urbano será tam­bém basea­do em tec­nolo­gias de inteligên­cia arti­fi­cial (IA) e “equipa­men­to de baixo impacto de car­bono, ali­men­ta­do a 100% por ener­gia ren­ováv­el”.

A con­strução da “The Line” terá iní­cio no primeiro trimestre de 2021 e será finan­cia­da pelo Fun­do Sau­di­ta de Inves­ti­men­to Públi­co (PIF), o prin­ci­pal instru­men­to da políti­ca de diver­si­fi­cação econômi­ca do país.

O pro­je­to vai cri­ar 380 mil empre­gos e a sua con­tribuição para o Pro­du­to Inter­no Bru­to está esti­ma­da em 180 bil­hões de riyals (moe­da da Arábia Sau­di­ta, mais de 39 bil­hões de euros) até 2030, de acor­do com a nota da Neom.

Agên­cia Brasil / EBC


 

Você pode Gostar de:

Brasil pede esforço internacional para conter tensão no Oriente Médio

Repro­dução: © REUTERS/Amir Cohen País manifesta preocupação com intensificação do conflito Publicado em 14/04/2024 — …