...
quinta-feira ,7 dezembro 2023
Home / Meio Ambiente / Ativista vem ao Brasil falar sobre direitos ambientais das crianças

Ativista vem ao Brasil falar sobre direitos ambientais das crianças

Repro­dução: © Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

Visita de Francisco Vera marca Dia da Amazônia, celebrado nesta terça


Pub­li­ca­do em 05/09/2023 — 06:45 Por Sab­ri­na Craide — Repórter da Agên­cia Brasil — Brasília

ouvir:

Foi assistin­do às notí­cias sobre o des­mata­men­to e as queimadas na Amazô­nia, em 2019, que o jovem colom­biano Fran­cis­co Vera decid­iu ingres­sar no ativis­mo ambi­en­tal. “As notí­cias foram muito impac­tantes para mim e me fiz­er­am refle­tir e tomar ati­tudes”. Uma dessas ati­tudes foi for­mar o movi­men­to Guardiões pela Vida, que hoje reúne cer­ca de 700 cri­anças e jovens de todo o mun­do para defend­er pau­tas lig­adas aos dire­itos humanos e ao meio ambi­ente. 

Atual­mente com 14 anos, Fran­cis­co veio ao Brasil para con­hecer a Amazô­nia e tam­bém para con­ver­sar com autori­dades políti­cas e gov­er­na­men­tais sobre o tema. “A Amazô­nia é fun­da­men­tal não só para o Brasil, mas para todo o mun­do. É o pul­mão do mun­do, e sua situ­ação é chave para o nos­so futuro”, disse Fran­cis­co em entre­vista exclu­si­va à Agên­cia Brasil.

Ele entre­gou à min­is­tra do Meio Ambi­ente e da Mudança do Cli­ma, Mari­na Sil­va, a “Declar­ação da Ecoes­per­ança”, doc­u­men­to que reúne deman­das de cri­anças e jovens rela­cionadas ao meio ambi­ente, como edu­cação ambi­en­tal e climáti­ca, políti­cas reais de adap­tação às alter­ações climáti­cas nos ter­ritórios e maiores espaços de rep­re­sen­tação e par­tic­i­pação em espaços reais de toma­da de decisão.

“As cri­anças e os jovens têm uma força muito grande, porque são os fiéis depositários dos bens nat­u­rais que os nos­sos país­es pos­suem. Nós, como autori­dades, temos a obri­gação de entre­gar um mun­do igual ou mel­hor do que aque­le que encon­tramos. Então, o ativis­mo, o empen­ho deles, além de ser uma força políti­ca impor­tante, cria um con­strang­i­men­to éti­co para aque­les que, poden­do mais e ten­do mais meios para agir, não este­jam fazen­do a sua parte”, disse a min­is­tra à Agên­cia Brasil, após a visi­ta de Fran­cis­co.

Ela lem­brou com emoção o iní­cio de seu envolvi­men­to com questões políti­cas e ambi­en­tais, quan­do tin­ha 17 anos, ao lado do líder seringueiro Chico Mendes. Fran­cis­co tam­bém entre­gou à min­is­tra um livro infan­til de sua auto­ria, que expli­ca de maneira didáti­ca como é o proces­so de mudanças climáti­cas.

Brasília (DF), 04/09/2023, Francisco Vera, ativista infantil colombiano, apresentou a Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, demandas relacionadas aos direitos das crianças em relação às mudanças climáticas. Foto: Rafa Neddermeyer/Agência
Repro­dução: Brasília (DF), 04/09/2023 — Fran­cis­co Vera, ativista infan­til colom­biano, apre­sen­ta à min­is­tra do Meio Ambi­ente, Mari­na Sil­va, deman­das rela­cionadas aos dire­itos das cri­anças em relação às mudanças climáti­cas. Foto Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

Em 2024, o gov­er­no dev­erá retomar a real­iza­ção da Con­fer­ên­cia Nacional Infan­to­ju­ve­nil pelo Meio Ambi­ente, ini­ci­a­da em 2003. Segun­do a min­is­tra, o even­to volta­do ao for­t­alec­i­men­to da cidada­nia ambi­en­tal nas esco­las e comu­nidade foi uma sug­estão de suas fil­has, quan­do ain­da eram cri­anças “Nós íamos faz­er a Con­fer­ên­cia do Meio Ambi­ente dos adul­tos, e eu esta­va em casa lendo o mate­r­i­al. Elas chegaram e per­gun­taram: ‘vai ter uma para cri­ança?’ Eu fiquei com aqui­lo na cabeça e pedi para faz­er uma ver­são para as cri­anças”, con­tou Mari­na.

Ela lem­brou que o des­mata­men­to na Amazô­nia já reg­istrou redução de 66% em julho.“Ainda temos muito tra­bal­ho. O pres­i­dente Lula está com­pro­meti­do com o des­mata­men­to zero na Amazô­nia até 2030”.

Rep­re­sen­tantes do Insti­tu­to Alana, orga­ni­za­ção da sociedade civ­il que atua pelos dire­itos das cri­anças, tam­bém par­tic­i­param da reunião com a min­is­tra. “Esper­amos que haja uma respos­ta do Brasil para políti­cas integradas na questão climáti­ca que olhem para os dire­itos das cri­anças. Como podemos escutá-las e ter a par­tic­i­pação delas de maneira mais ati­va”, expli­ca o ger­ente de cli­ma e meio ambi­ente do Alana, JP Ama­r­al.

Futuro

Para o futuro, Fran­cis­co ain­da não definiu se investe na car­reira políti­ca ou se ded­i­ca à ciên­cia. “Me inter­es­sa muito ser cien­tista, ou algo assim”.

A mãe do jovem, Ana Maria Man­zanares, garante que o fil­ho é muito ded­i­ca­do aos estu­dos e tira notas boas, mes­mo com tan­tas via­gens em defe­sa de suas ideias. “É um grande desafio, mas me sin­to muito feliz, é uma grande hon­ra”, diz a mãe. Os dois estão no Brasil há uma sem­ana e já pas­saram por Man­aus, Rio de Janeiro e São Paulo para par­tic­i­par de out­ros even­tos.

Nasci­do na Colôm­bia, o jovem se mudou com a família há dois anos para Barcelona, na Espan­ha, por questões de segu­rança. “O fato de falar sobre o meio ambi­ente des­en­cadeou uma série de ameaças que colo­cavam em risco a min­ha segu­rança e a da min­ha família. Mas ago­ra estou seguro”, diz Fran­cis­co.

Recen­te­mente, o Fun­do das Nações Unidas para a Infân­cia (Unicef) nomeou Fran­cis­co Vera como o primeiro jovem defen­sor do meio ambi­ente e da ação climáti­ca para a Améri­ca Lati­na e o Caribe.

Edição: Graça Adju­to

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Homicídios crescem para mulheres negras e caem para não negras

Repro­dução: © Freep­ick É o que revela pesquisa do Ipea Pub­li­ca­do em 05/12/2023 — 11:01 …