...
sábado ,15 junho 2024
Home / Noticias / Auxílio Reconstrução é pago hoje a 61,6 mil famílias do RS

Auxílio Reconstrução é pago hoje a 61,6 mil famílias do RS

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil

Já foram pagos R$ 510 milhões a 99,8 mil famílias


Publicado em 06/06/2024 — 08:22 Por Paula Laboissière — Repórter da Agência Brasil — Brasília

Mais 61,6 mil famí­li­as gaú­chas afe­ta­das pelas chu­vas rece­bem nes­ta quin­ta-fei­ra (6) o Auxí­lio Recons­tru­ção. De acor­do com a Cai­xa, des­de o lan­ça­men­to do bene­fí­cio, cer­ca de R$ 510 milhões já foram pagos a 99,8 mil famí­li­as.

“Os bene­fi­ciá­ri­os não pre­ci­sam se pre­o­cu­par em abrir con­tas para o rece­bi­men­to do valor. A Cai­xa iden­ti­fi­ca se o res­pon­sá­vel fami­li­ar já tem con­ta cor­ren­te ou pou­pan­ça no ban­co e efe­tua o cré­di­to auto­ma­ti­ca­men­te, sem que seja neces­sá­rio com­pa­re­cer a uma agên­cia”, infor­mou o ban­co.

“Caso o bene­fi­ciá­rio não tenha con­ta, a Cai­xa se encar­re­ga de abrir, tam­bém de for­ma auto­má­ti­ca, uma Pou­pan­ça CAIXA Tem, que pode­rá ser movi­men­ta­da pelo apli­ca­ti­vo Cai­xa Tem”, com­ple­tou.

Pagamento

Para a libe­ra­ção do Auxí­lio Recons­tru­ção, é neces­sá­rio cum­prir as seguin­tes fases:

- As pre­fei­tu­ras cadas­tram as famí­li­as desa­bri­ga­das ou desa­lo­ja­das e envi­am os cadas­tros para o sis­te­ma do Minis­té­rio da Inte­gra­ção e do Desen­vol­vi­men­to Regi­o­nal (MIDR);

- O res­pon­sá­vel fami­li­ar entra no site do Auxí­lio Recons­tru­ção, rea­li­za o login com a senha do por­tal Gov.Br e faz a con­fir­ma­ção do cadas­tro;

- Os dados são cru­za­dos pela Data­prev, que enca­mi­nha à Cai­xa a folha de paga­men­tos de for­ma esca­lo­na­da, na medi­da em que as famí­li­as vão sen­do cadas­tra­das e con­fir­ma­das;

- A Cai­xa efe­tua o cré­di­to em con­ta para o bene­fi­ciá­rio em até dois úteis após o rece­bi­men­to da folha.

Movimentação

De acor­do com a Cai­xa, caso o bene­fi­ciá­rio já tenha con­ta cor­ren­te ou pou­pan­ça no ban­co, ela será uti­li­za­da para cré­di­to do bene­fí­cio. Nes­ses casos, a movi­men­ta­ção do bene­fí­cio pode ser rea­li­za­da com o car­tão da con­ta ou de for­ma digi­tal no Inter­net Ban­king da Cai­xa.

Caso o bene­fi­ciá­rio não tenha con­ta no ban­co, será fei­ta a aber­tu­ra de con­ta pelo ban­co no Apli­ca­ti­vo Cai­xa Tem. Pelo app, é pos­sí­vel rea­li­zar com­pras em super­mer­ca­dos, pada­ri­as, far­má­ci­as e outros esta­be­le­ci­men­tos com o car­tão de débi­to vir­tu­al e QR code.

O bene­fi­ciá­rio, segun­do a Cai­xa, tam­bém pode fazer trans­fe­rên­ci­as via Pix, além de rea­li­zar o paga­men­to de con­tas de água, luz, tele­fo­ne, gás e bole­tos em geral pelo pró­prio apli­ca­ti­vo ou em casas loté­ri­cas.

O ban­co pede que o bene­fi­ciá­rio só se diri­ja a uma agên­cia quan­do esti­ver sem aces­so ao apli­ca­ti­vo Cai­xa Tem e sem car­tão para movi­men­ta­ção.

Edi­ção: Gra­ça Adju­to

Você pode Gostar de:

Mocidade amplia fronteiras e leva samba carioca para Londres

Repro­du­ção: © Foto: Mar­co Ter­ra­no­va | Rio­tur Intercâmbio inclui também dicas de como buscar recursos …