...
quarta-feira ,19 junho 2024
Home / Esportes / Bahia bate Ceará nos pênaltis e é campeão da Copa do Nordeste

Bahia bate Ceará nos pênaltis e é campeão da Copa do Nordeste

bahia_campeao_copa_do_nordeste

Repro­du­ção: © Feli­pe Oli­vei­ra

Tricolor se iguala ao rival Vitória como maior vencedor da competição


Publi­ca­do em 08/05/2021 — 19:16 Por Igor San­tos — Repór­ter da TV Bra­sil — Rio de Janei­ro

Em uma deci­são emo­ci­o­nan­te, o Bahia foi até For­ta­le­za, der­ro­tou o Cea­rá por 2 a 1 e con­quis­tou o quar­to títu­lo da Copa do Nor­des­te em sua his­tó­ria. O Tri­co­lor, que havia per­di­do a par­ti­da de ida por 1 a 0, só asse­gu­rou o tro­feu depois de ven­cer tam­bém a dis­pu­ta por pênal­tis (4 a 2) e é ago­ra, jun­to ao gran­de rival, o Vitó­ria, o mai­or ven­ce­dor da his­tó­ria do tor­neio. Rodri­gui­nho e Gil­ber­to mar­ca­ram para o Bahia e Jael des­con­tou para o Cea­rá. Todos os gols foram mar­ca­dos no segun­do tem­po.

O Bahia entrou em cam­po pre­ci­san­do que­brar duas inven­ci­bi­li­da­des do rival para ser cam­peão: o Cea­rá nun­ca havia per­di­do uma par­ti­da de deci­são da Copa do Nor­des­te para o Tri­co­lor (ven­ceu as qua­tro par­ti­das das finais de 2015 e 2020, além do jogo de ida em 2021) e tam­bém não havia sido der­ro­ta­do por nin­guém na atu­al edi­ção do tor­neio.

Neces­si­tan­do da vitó­ria, o time bai­a­no pro­cu­rou o gol no pri­mei­ro tem­po, mas esbar­rou no golei­ro Richard, que fez pelo menos duas gran­des defe­sas na eta­pa ini­ci­al.

Porém, na segun­da meta­de, o Bahia encon­trou melhor sor­te. Aos 17 minu­tos, após con­sul­ta ao VAR, o árbi­tro Denis da Sil­va Ribei­ro Sera­fim mar­cou pênal­ti depois de toque de mão do zaguei­ro Luiz Otá­vio. Um minu­to depois, Rodri­gui­nho cobrou e abriu o pla­car.

Aos 25, o Tri­co­lor ampli­ou. A equi­pe saiu em con­tra-ata­que rápi­do, Rodri­gui­nho aci­o­nou Gil­ber­to na direi­ta, o ata­can­te cor­tou para o meio e chu­tou no can­to direi­to de Richard para fazer 2 a 0. Foi o oita­vo gol de Gil­ber­to, arti­lhei­ro iso­la­do da Copa do Nor­des­te.

A par­tir des­te momen­to, foi o Bahia que pas­sou a se defen­der para segu­rar a van­ta­gem, mas aca­bou sofren­do com o mes­mo car­ras­co da pri­mei­ra par­ti­da. Jael rece­beu cru­za­men­to de Mar­lon da direi­ta e cabe­ce­ou para o fun­do das redes, deter­mi­nan­do o 2 a 1 e a deci­são por pênal­tis.

Matheus Teixeira volta a ser protagonista

O golei­ro Matheus Tei­xei­ra já havia sido o heroi da clas­si­fi­ca­ção à final, ao defen­der duas cobran­ças de pênal­ti na semi­fi­nal con­tra o For­ta­le­za, no mes­mo Está­dio Cas­te­lão. Na hora deci­si­va, ele parou o chu­te de Jor­gi­nho, o segun­do do Cea­rá. Mar­lon, pelo Vozão e Thonny Ander­son, pelo Bahia, tam­bém des­per­di­ça­ram suas cobran­ças. O argen­ti­no Con­ti con­ver­teu a quin­ta e últi­ma cobran­ça do Tri­co­lor e garan­tiu o títu­lo por 4 a 2. O Bahia que­brou a escri­ta con­tra o Cea­rá, der­ru­bou a inven­ci­bi­li­da­de do adver­sá­rio e de que­bra se tor­nou o mai­or cam­peão da Copa do Nor­des­te, empa­ta­do com o Vitó­ria, com qua­tro con­quis­tas.

A nota tris­te ficou com a bri­ga entre inte­gran­tes das duas equi­pes depois da par­ti­da, logo con­tro­la­da por poli­ci­ais e segu­ran­ças.

Edi­ção: Cláu­dia Soa­res Rodri­gues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Franca derrota Flamengo e fica a uma vitória do título do NBB

Repro­du­ção: © Mar­cos Limonti/Sesi Fran­ca Basquete/Direitos Reser­va­dos Equipe do interior de São Paulo triunfou por …