...
terça-feira ,18 junho 2024
Home / Noticias do Mundo / Bélgica fecha fronteiras a viajantes do Brasil, Índia e África do Sul

Bélgica fecha fronteiras a viajantes do Brasil, Índia e África do Sul

2021-03-24t100258z_303845030_rc2mhm93domm_rtrmadp_3_health-coronavirus-belgium

Repro­du­ção: © Reuters/Yves Herman/Direitos Reser­va­dos

Objetivo é prevenir propagação de variantes do novo coronavírus


Publi­ca­do em 27/04/2021 — 11:15 Por RTP — Bru­xe­las

RTP - Rádio e Televisão de Portugal

As auto­ri­da­des bel­gas deci­di­ram hoje (27) proi­bir a entra­da no país de via­jan­tes pro­ve­ni­en­tes do Bra­sil, da Índia e Áfri­ca do Sul, para ten­tar pre­ve­nir a pro­pa­ga­ção das vari­an­tes locais da covid-19, anun­ci­ou o gabi­ne­te do pri­mei­ro-minis­tro, Ale­xan­der De Croo.

A deci­são, toma­da num comi­tê de con­cer­ta­ção rea­li­za­do por vide­o­con­fe­rên­cia, será for­ma­li­za­da “em bre­ve” por meio de um des­pa­cho do Minis­té­rio do Inte­ri­or, que deta­lha­rá as moda­li­da­des da medi­da, que pre­vê ape­nas algu­mas exce­ções, espe­ci­al­men­te para diplo­ma­tas ou mem­bros de orga­ni­za­ções inter­na­ci­o­nais cujas via­gens sejam con­si­de­ra­das essen­ci­ais.

A Bél­gi­ca detec­tou recen­te­men­te 20 casos da vari­an­te indi­a­na da covid-19 em um gru­po de estu­dan­tes pro­ve­ni­en­tes da Índia, que se somam a pelo menos mais sete casos regis­ta­dos em dife­ren­tes pon­tos do país.

De acor­do com as auto­ri­da­des sani­tá­ri­as bel­gas, a vari­an­te bri­tâ­ni­ca con­ti­nua a ser a pre­do­mi­nan­te na Bél­gi­ca, repre­sen­tan­do cer­ca de 85% dos casos de infec­ção, enquan­to as vari­an­tes bra­si­lei­ra e sul-afri­ca­na repre­sen­tam, cada, menos de 5% dos casos posi­ti­vos.

Com uma popu­la­ção de 1,3 bilhão de habi­tan­tes, a Índia enfren­ta sur­to devas­ta­dor, duran­te o qual regis­trou recor­des diá­ri­os de mor­tes e de con­tá­gi­os duran­te cin­co dias con­se­cu­ti­vos, o que levou vári­os paí­ses a ofe­re­ce­rem aju­da.

Des­de o iní­cio da pan­de­mia, a Índia já regis­trou 197.894 óbi­tos e 17,6 milhões de casos, situ­an­do-se, em núme­ro de mor­tos, ape­nas atrás dos Esta­dos Uni­dos, do Bra­sil e Méxi­co.

A pan­de­mia de covid-19 pro­vo­cou, pelo menos, 3.122.150 mor­tes no mun­do, resul­tan­tes de mais de 147,7 milhões de casos de infe­ção, segun­do balan­ço fei­to da agên­cia fran­ce­sa AFP.

Em Por­tu­gal, mor­re­ram 16.965 pes­so­as dos 834.638 casos de infec­ção con­fir­ma­dos, de acor­do com o bole­tim mais recen­te da Dire­ção-Geral da Saú­de.

A doen­ça é trans­mi­ti­da por um novo coro­na­ví­rus detec­ta­do no fim de 2019, em Wuhan, cida­de no cen­tro da Chi­na.

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Brasil repudia massacre de palestinos famintos: “situação intolerável”

Repro­du­ção: © Fotos REUTERS/Shadi  Taba­ti­bi Em nota, Itamaraty diz que ação não tem qualquer limite …