...
sexta-feira ,1 março 2024
Home / Entretenimento / Bloco homenageia Rita Lee: “1º carnaval depois que ela virou perfume”

Bloco homenageia Rita Lee: “1º carnaval depois que ela virou perfume”

Repro­du­ção: © Mar­co Senche/Wikimedia Com

Desfile será embalado por releituras das canções da rainha do rock


Publi­ca­do em 03/02/2024 — 09:39 Por Bru­no Boc­chi­ni- Repór­ter da Agên­cia Bra­sil  — São Pau­lo

ouvir:

O car­na­val 2024 é o pri­mei­ro em que o tra­di­ci­o­nal blo­co pau­lis­ta­no Rita­le­e­na des­fi­la nas ruas de São Pau­lo após Rita Lee ter “vira­do per­fu­me, ido habi­tar o cos­mos, nos anéis de Satur­no”, como des­cre­ve uma das fun­da­do­ras do cor­dão car­na­va­les­co, Ales­sa Cama­ri­nha. O blo­co, que vai para a rua nes­te sába­do (3), na ave­ni­da Suma­ré, terá como tema de des­fi­le um tre­cho da músi­ca Top Top, Para Pin­tar Seu Nome no Céu.

“A ideia é fazer com que as pes­so­as olhem para o céu e ten­tem achar essa Rita Lee que ago­ra habi­ta o cos­mos. Ela não está mate­ri­a­li­za­da mais entre nós, ela virou esse per­fu­me, está no sopro do ven­to, na suti­le­za. No cos­mos, nos anéis de Satur­no, como ela gos­ta­ria de estar”, des­ta­ca Ales­sa.

O des­fi­le des­te ano con­ti­nua emba­la­do por relei­tu­ras, em rou­pa­gem de car­na­val, das can­ções anto­ló­gi­cas da rai­nha do rock, como Panis et Cir­cen­ses; Bem Me Quer, Mal Me Quer; Ove­lha Negra; além do tema prin­ci­pal, Top Top. Alô, Alô, Mar­ci­a­no, por exem­plo, é toca­da no rit­mo Pago­de Bai­a­no; Mania de Você, em Funk Cari­o­ca Fre­vo; Fla­gra é exe­cu­ta­da em Carim­bó; já Bai­la Comi­go, em Coco Rural.

“Algu­mas músi­cas do reper­tó­rio dela já eram um pou­co car­na­va­les­cas, como Lan­ça Per­fu­me. As outras, a gen­te fez arran­jos e adap­ta­ções para entrar no esti­lo e fazer essa fusão da obra dela com o ambi­en­te sono­ro do car­na­val”, res­sal­ta Ales­sa, que tam­bém é musi­cis­ta e dire­to­ra musi­cal.

Homenagem em vida

As fun­da­do­ras do Rita­le­e­na, as ami­gas Yumi Saka­te e Ales­sa, bus­ca­vam cri­ar um cor­dão car­na­va­les­co que levas­se para a rua a cele­bra­ção do femi­ni­no, irre­ve­rên­cia, humor, que­bra de para­dig­mas e tives­se a cida­de de São Pau­lo como cená­rio. Encon­tra­ram essas carac­te­rís­ti­cas na obra de Rita Lee. Assim, em 2015, o blo­co nas­ce home­na­ge­an­do a can­to­ra.

“O Rita­le­e­na, gra­ças a Deus, teve a sor­te de home­na­ge­ar a Rita Lee, duran­te nove anos, em vida.  A gen­te tinha um ami­go em comum, o [jor­na­lis­ta e escri­tor] Gui­lher­me Samo­ra, e em todos os nos­sos des­fi­les, em algum momen­to, ele subia no trio e liga­va para ela. E aí ela fica­va ven­do a gale­ra, dan­ça­va lá no jar­dim dela, e a gen­te fica­va con­ver­san­do. Assim, de algu­ma for­ma, ela par­ti­ci­pou de todos os nos­sos des­fi­les”, con­ta Ales­sa.

A can­to­ra Rita Lee mor­reu em maio de 2023, na capi­tal pau­lis­ta, sua cida­de natal. Ela havia sido diag­nos­ti­ca­da com cân­cer de pul­mão em 2021 e des­de então tra­ta­va a doen­ça. A can­to­ra dei­xou o mari­do, Rober­to de Car­va­lho, e três filhos — Beto, João e Antô­nio.

Os des­fi­les do Rita­le­e­na ocor­re­rão na capi­tal pau­lis­ta nes­te sába­do (3), a par­tir das 12 horas, na ave­ni­da Suma­ré; e no dia 11, tam­bém a par­tir das 12 horas, na rua Sepe­ti­ba, na Vila Roma­na.

Edi­ção: Ali­ne Leal

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Bolsonaro volta a pedir afastamento de Moraes de inquérito sobre golpe

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil Recurso deverá ser apreciado pelo presidente do STF Publi­ca­do em …