...
sexta-feira ,1 março 2024
Home / Entretenimento / Bola Preta sai com menos foliões, mas com a mesma tradição

Bola Preta sai com menos foliões, mas com a mesma tradição

Repro­du­ção: © Arte/Miguel Ban­dei­ra e Rebec­ca Mou­re

Presidente do bloco reclama da mudança dos locais do desfile


Publi­ca­do em 10/02/2024 — 08:52 Por Ala­na Gan­dra — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

banner carnaval 2024

As ima­gens aére­as da Ave­ni­da Rio Bran­co, no cen­tro do Rio de Janei­ro, toma­da por milhões de foliões no sába­do de car­na­val, fize­ram do Cor­dão da Bola Pre­ta um gigan­te famo­so em todo o Bra­sil. Mas, na ava­li­a­ção do pre­si­den­te do blo­co, Pedro Ernes­to Mari­nho, des­de que os des­fi­les dos mega­blo­cos foram des­lo­ca­dos para a Rua Pri­mei­ro de Mar­ço e Ave­ni­da Pre­si­den­te Antô­nio Car­los, o blo­co per­deu foliões. 

“Quan­do o bola pas­sa­va pela Rio Bran­co, pare­cia que o asfal­to sor­ria, os pré­di­os bati­am pal­mas”, lem­bra, sau­do­so. O blo­co des­fi­la­va na Ave­ni­da Rio Bran­co des­de 1919, “quan­do a ave­ni­da ain­da era novi­nha”. Antes cha­ma­da de Ave­ni­da Cen­tral, a Ave­ni­da Rio Bran­co foi o gran­de mar­co urba­nís­ti­co da refor­ma do então pre­fei­to do Dis­tri­to Fede­ral Perei­ra Pas­sos, de 1906, que trans­for­mou o cen­tro do Rio de Janei­ro.

Rio de Janeiro (RJ), 18/02/2023 – Bloco Cordão da Bola Preta desfila pelas ruas do centro da cidade no primeiro dia oficial do Carnaval 2023. Foto Tomaz Silva/Agência Brasil
Repro­du­ção: Blo­co Cor­dão da Bola Pre­ta des­fi­la pelas ruas do cen­tro da cida­de  — Foto Tomaz Silva/Agência Bra­sil

Com a mudan­ça de local, não há mais o mes­mo roman­tis­mo, lamen­ta Mari­nho. “A Ave­ni­da Rio Bran­co era con­sa­gra­da no mun­do intei­ro como local das gran­des mani­fes­ta­ções polí­ti­cas, artís­ti­cas, mani­fes­ta­ções car­na­va­les­cas. O novo local é meio inós­pi­to. Não tem um bar, nenhum bote­quim”. E, para ele, car­na­val e cer­ve­ja são irmãos sia­me­ses. “Não exis­te car­na­val sem cer­ve­ja”.

Mari­nho lem­bra que, na Ave­ni­da Rio Bran­co, havia uma gran­de apo­te­o­se quan­do o des­fi­le do Bola Pre­ta che­ga­va ao fim, na Cine­lân­dia, com bares lota­dos. “Na Ave­ni­da Antô­nio Car­los, não tem o mes­mo cli­ma, o mes­mo ambi­en­te. Então, a frequên­cia cai“.

O últi­mo ano na Ave­ni­da Rio Bran­co foi em 2014, quan­do o Bola Pre­ta esta­va em seu pico de foliões. “A par­tir de 2010, a gen­te nun­ca des­fi­la­va com menos de 2 milhões de pes­so­as. Atin­gi­mos o auge em 2013, com 2,5 milhões de pes­so­as. Quan­do fomos para a Pri­mei­ro de Mar­ço e Pre­si­den­te Antô­nio Car­los, o blo­co já não con­se­guiu arras­tar o mes­mo núme­ro de foliões. No car­na­val de 2023, a gen­te colo­cou 1 milhão de foliões. Mas foi um núme­ro expres­si­vo”, admi­tiu.

De qual­quer modo, Mari­nho asse­gu­ra que o blo­co já mos­trou a que veio. “A his­tó­ria do Bola Pre­ta mos­tra que ele é um íco­ne posi­ti­vo da cida­de do Rio, é o tra­di­ci­o­nal, que repre­sen­ta a cida­de e todo o seu povo. Então, para nós, se tiver um milhão de foliões, a gen­te vai ficar super satis­fei­to. Se forem 900 mil, tam­bém. O impor­tan­te é não decep­ci­o­nar­mos os nos­sos foliões que, todo ano, espe­ram avi­da­men­te o Cor­dão da Bola Pre­ta na rua. O Bola Pre­ta é o ori­gi­nal, é aque­le que man­tém a tra­di­ção do car­na­val da Cida­de Mara­vi­lho­sa”.

História

29/01/2024 - Carnaval 2024 - Cordão da Bola Preta - Cordão da Bola Preta comemora 105 anos e defende meio ambiente. Foto: Arte/Miguel Bandeira e Rebecca Moure
Repro­du­ção: Cor­dão da Bola Pre­ta come­mo­ra 105 anos e defen­de meio ambi­en­te — Foto: Arte/Miguel Ban­dei­ra e Rebec­ca Mou­re

Fun­da­do em 1918 por Álva­ro Gomes de Oli­vei­ra, o Kavei­ri­nha, Fran­cis­co Brí­cio Filho (Chi­co Brí­cio), Eugê­nio Fer­rei­ra, João Tor­res e os três irmãos Oli­vei­ra Roxo, Jair, Joel e Arqui­me­des Gui­ma­rães, o tra­di­ci­o­nal Cor­dão da Bola Pre­ta dá segui­men­to, este ano, às come­mo­ra­ções de seus 105 anos de exis­tên­cia. Foi Kavei­ri­nha quem deu nome ao blo­co ao ver pas­sar uma lin­da mulher com ves­ti­do bran­co com bolas pre­tas. Daí sur­giu o Cor­dão da Bola Pre­ta.

O blo­co abre o car­na­val ofi­ci­al nes­te sába­do, na Rua 1º de Mar­ço e Ave­ni­da Antô­nio Car­los, no cen­tro do Rio. A con­cen­tra­ção será a par­tir das 8h, dire­to na Rua Pri­mei­ro de Mar­ço, com saí­da às 9h. O pre­si­den­te do Bola Pre­ta diz que, este ano, o obje­ti­vo é defen­der a pre­ser­va­ção do meio ambi­en­te. “Até pelo tem­po de vida do Bola Pre­ta, a gen­te, efe­ti­va­men­te, quer entrar nes­sa luta de defe­sa do meio ambi­en­te”.

Ao lon­go do ano, a ideia é fazer plan­tio de árvo­res para par­ti­ci­par do pro­ces­so de neu­tra­li­za­ção de gás carbô­ni­co (CO2). Duran­te o des­fi­le, serão colo­ca­dos cole­to­res des­car­tá­veis para depó­si­to de resí­du­os pelos foliões. Pedro Mari­nho quer tam­bém pro­mo­ver o rea­pro­vei­ta­men­to de lonas e fios. “É algo que pre­o­cu­pa a gen­te, por­que a quan­ti­da­de de lonas é mui­to gran­de. A gen­te quer, real­men­te, entrar de cabe­ça nes­sa luta de defe­sa e pre­ser­va­ção do meio ambi­en­te”.

Participantes

Rio de Janeiro (RJ), 18/02/2023 – Bloco Cordão da Bola Preta desfila pelas ruas do centro da cidade no primeiro dia oficial do Carnaval 2023. Foto Tomaz Silva/Agência Brasil
Repro­du­ção: Rio de Janei­ro (RJ), 18/02/2023 – Blo­co Cor­dão da Bola Pre­ta des­fi­la pelas ruas do cen­tro da cida­de no pri­mei­ro dia ofi­ci­al do Car­na­val 2023. Foto Tomaz Silva/Agência Bra­sil — Tomaz Silva/Agência Bra­sil

O Cor­dão da Bola Pre­ta inclui, entre as Musas 2024, a Rai­nha do Car­na­val Cari­o­ca 2022, Thai Rodri­gues, além de Tais­sa Marins, Elai­ne BR e Ade­li­ne Ger­vá­sio, que reno­vam suas fai­xas. Miri­an Duar­te é a Musa do Cen­te­ná­rio. A por­ta-estan­dar­te é a atriz e dire­to­ra Lean­dra Leal, que assu­miu o pos­to em 2009. “Ela con­ti­nua na mis­são de car­re­gar o sím­bo­lo mai­or do Bola Pre­ta”.

A madri­nha é a can­to­ra Maria Rita, tam­bém des­de 2009, enquan­to o pos­to de rai­nha foi ocu­pa­do, des­de 2019, pela atriz Pao­la Oli­vei­ra. A can­to­ra e atriz Ema­nu­el­le Araú­jo é a Musa da Ban­da do Cor­dão da Bola Pre­ta. “Está sem­pre jun­to conos­co”.

“Negui­nho da Bei­ja-Flor é o nos­so padri­nho; o [com­po­si­tor] João Rober­to Kelly é nos­so embai­xa­dor; Tia Suri­ta, da Por­te­la, nos­sa embai­xa­triz, e Sel­mi­nha Sor­ri­so é a Musa das Musas. A gen­te pro­cu­ra valo­ri­zar sem­pre essa linha de fren­te. É impor­tan­te para o dia a dia do Bola Pre­ta”, afir­mou o pre­si­den­te da agre­mi­a­ção.

Edi­ção: Fer­nan­do Fra­ga

LOGO AG BRASIL

 

Você pode Gostar de:

Bolsonaro volta a pedir afastamento de Moraes de inquérito sobre golpe

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil Recurso deverá ser apreciado pelo presidente do STF Publi­ca­do em …