...
sábado ,15 junho 2024
Home / Esportes / Brasileiro Feminino: Palmeiras segue invicto com vitória sobre Inter

Brasileiro Feminino: Palmeiras segue invicto com vitória sobre Inter

Palmeiras Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino
Repro­du­ção: © Vic­tor Lannes/MyPhoto Press/Gazeta Press/Direitos reser­va­dos

Real Brasília tropeça e antecipa classificação de Santos e Ferroviária


Publi­ca­do em 03/06/2021 — 18:23 Por Lin­coln Cha­ves — Repór­ter da TV Bra­sil e Rádio Naci­o­nal — São Pau­lo

Mes­mo já garan­ti­do nas quar­tas de final, o Pal­mei­ras não dimi­nui o rit­mo na pri­mei­ra fase da Série A1 (pri­mei­ra divi­são) do Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro de Fute­bol Femi­ni­no. Nes­ta quin­ta-fei­ra (3), as Pales­tri­nas der­ro­ta­ram o Inter­na­ci­o­nal por 3 a 2 no Sesc Cam­pes­tre, em Por­to Ale­gre, pela 12ª roda­da da com­pe­ti­ção. As alvi­ver­des per­ma­ne­cem como úni­co time invic­to até o momen­to.

O triun­fo reco­lo­cou as pau­lis­tas na lide­ran­ça do Bra­si­lei­ro, ago­ra com 30 pon­tos, dois a fren­te do Corinthi­ans, que con­clui a roda­da mais tar­de, às 18h (horá­rio de Bra­sí­lia), no clás­si­co com o São Pau­lo, no Cen­tro de For­ma­ção de Atle­tas tri­co­lor, em Cotia (SP). As gaú­chas, ape­sar de esta­ci­o­na­das nos 21 pon­tos e da que­da para o séti­mo lugar, estão em situ­a­ção con­for­tá­vel na zona de clas­si­fi­ca­ção, sete pon­tos à fren­te do Fla­men­go, pri­mei­ro time fora do G8, com nove a serem dis­pu­ta­dos.

O Ver­dão pre­ci­sou de um minu­to para sair na fren­te. Em con­tra-ata­que, a ata­can­te Otti­lia foi lan­ça­da pela meia Ary Bor­ges, às cos­tas da mar­ca­ção, e bateu na saí­da de Vivi. Sete minu­tos depois, a golei­ra colo­ra­da evi­tou o segun­do gol pal­mei­ren­se duas vezes. Pri­mei­ro, tra­vou a bola nos pés de Otti­lia, após cru­za­men­to da ata­can­te Bia Zane­rat­to pela esquer­da. No rebo­te, a late­ral Thais fina­li­zou qua­se na peque­na área, para outra gran­de defe­sa da cami­sa 1.

palmeiras_x_inter_brasileiro_fem

Repro­du­ção: A ata­can­te pales­tri­na Ottí­lia  (à direi­ta) pre­ci­sou de ape­nas um minu­to para abrir o pla­car na vitó­ria do Ver­dão sobre o Inter, por 3 a 2, no Sesc Cam­pes­tre, em Por­to Ale­gre — Mari­a­na Capra/Internacional/Direitos reser­va­dos

As anfi­triãs equi­li­bra­ram a par­ti­da e qua­se igua­la­ram aos 19 minu­tos, em chu­te no tra­ves­são da ata­can­te Mile­ni­nha. O Pal­mei­ras, no entan­to, foi mais efi­ci­en­te. Aos 30, Bia Zane­rat­to cru­zou pela esquer­da e Otti­lia, mais uma vez, man­dou para as redes. A mis­são das Guri­as Colo­ra­das ficou ain­da mais difí­cil pou­co antes do inter­va­lo, com a expul­são da meia Dje­ni pelo segun­do car­tão ama­re­lo.

Mes­mo com uma a menos, o Inter man­te­ve o due­lo pare­lho e des­con­tou aos 27 minu­tos. Após cabe­ça­da de Bia Zane­rat­to defen­di­da por Vivi, a meia Mari Pires puxou con­tra-ata­que e lan­çou Fabi Simões. A ata­can­te (que é late­ral de ofí­cio) avan­çou em dire­ção à área, dri­blou a golei­ra Jhully e man­dou para as redes.

Aos 41 minu­tos, porém, a arbi­tra­gem viu toque de mão da zaguei­ra Sor­ri­so, na área, ao ten­tar cor­tar um cru­za­men­to ras­tei­ro de Ary pela esquer­da. Bia Zane­rat­to con­ver­teu a pena­li­da­de, mar­can­do o 11° gol dela na com­pe­ti­ção. As gaú­chas não desis­ti­ram e ain­da dimi­nuí­ram mais uma vez aos 45, com Fabi Simões apro­vei­tan­do falha de Jhully, enco­ber­ta pela qui­ca­da da bola no gra­ma­do, e com­ple­tan­do para a meta vazia. A rea­ção ter­mi­nou aí.

Em due­lo simul­tâ­neo, Real Bra­sí­lia e Minas Bra­sí­lia empa­ta­ram por 1 a 1 no está­dio Ciro Macha­do do Espí­ri­to San­to, o Defe­lê, na capi­tal fede­ral. O resul­ta­do foi ruim para ambos. As Leo­as do Pla­nal­to, com 14 pon­tos e sem ven­cer há sete jogos, estão em déci­mo lugar, três pon­tos atrás do Avaí/Kindermann, oita­vo colo­ca­do e últi­mo time na zona de clas­si­fi­ca­ção. As Minas, com oito pon­tos, estão em 14°, na zona de rebai­xa­men­to, a um pon­to do Bota­fo­go, pri­mei­ra equi­pe fora do Z4.

O Real saiu na fren­te aos 12 minu­tos. A ata­can­te Dani Sil­va esca­pou pela direi­ta e recu­ou para a meia Cami­la Pini arris­car de pri­mei­ra, de fora da área, e mar­car um gola­ço, enco­brin­do a golei­ra Karen. O Minas empa­tou o clás­si­co aos 22 minu­tos, com a ata­can­te Nenê apro­vei­tan­do lan­ça­men­to na cara de Flá­via Gue­des e baten­do na saí­da da golei­ra.

O resul­ta­do bene­fi­ci­ou a San­tos e Fer­ro­viá­ria, que asse­gu­ra­ram clas­si­fi­ca­ção às quar­tas de final. As equi­pes tam­bém se enfren­ta­ram nes­ta quin­ta-fei­ra, na Are­na Baru­e­ri, com triun­fo das Guer­rei­ras Gre­nás por 2 a 1. Foi a quar­ta vitó­ria segui­da do time de Ara­ra­qua­ra (SP). A Fer­ri­nha assu­miu o quar­to lugar, de for­ma pro­vi­só­ria, com 23 pon­tos, aguar­dan­do o resul­ta­do do São Pau­lo dian­te do Corinthi­ans para saber se per­ma­ne­ce na posi­ção ou se ter­mi­na a roda­da em quin­to. Com 24 pon­tos, as Serei­as da Vila seguem em ter­cei­ro, poden­do ser ultra­pas­sa­das pelo Tri­co­lor em caso de vitó­ria em Cotia.

Aos dois minu­tos do pri­mei­ro tem­po, a meia Rafa Minei­ra cru­zou pela direi­ta, a bola parou no tra­ves­são e a volan­te Lua­na apro­vei­tou a sobra para abrir o mar­ca­dor em favor da Fer­ro­viá­ria. Aos 45 da eta­pa final, a meia Ali­ne Mile­ne cobrou fal­ta com per­fei­ção no can­to esquer­do da golei­ra Michel­le, aumen­tan­do a van­ta­gem gre­ná. As san­tis­tas des­con­ta­ram no ata­que seguin­te. A volan­te Bre­na ficou cara a cara com a golei­ra Luci­a­na e rolou à esquer­da para a late­ral Bru­ni­nha con­cluir para o gol vazio.

Edi­ção: Cláu­dia Soa­res Rodri­gues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

São Paulo goleia Santos por 4 a 0 no Brasileiro Feminino

Repro­du­ção: © Staff Images/CBF/Direitos Reser­va­dos Avaí e Ferroviária ficam do 0 a 0 em jogo …