...
domingo ,14 julho 2024
Home / Saúde / Bruno Covas tem sangramento e é transferido para UTI

Bruno Covas tem sangramento e é transferido para UTI

bruno_covas

Repro­dução: © Gov­er­no do Esta­do de São Paulo

Prefeito foi submetido na tarde de hoje a uma intubação orotraqueal


Pub­li­ca­do em 03/05/2021 — 13:03 Por Elaine Patri­cia Cruz – Repórter da Agên­cia Brasil — São Paulo

Em trata­men­to con­tra um câncer des­de 2019, o prefeito licen­ci­a­do de São Paulo, Bruno Covas, está inter­na­do em uma unidade de ter­apia inten­si­va (UTI) do Hos­pi­tal Sírio Libanês, na cap­i­tal paulista. De acor­do com bole­tim médi­co envi­a­do à impren­sa no iní­cio da tarde de hoje (3), Bruno Covas foi sub­meti­do a uma intubação oro­traque­al e está receben­do as medi­das de suporte clíni­co.

O prefeito foi inter­na­do ontem (2) no hos­pi­tal para faz­er exam­es de roti­na de sangue, de imagem e endoscó­pios. A endo­scopia mostrou um san­gra­men­to no local do tumor ini­cial e os médi­cos decidi­ram interná-lo em uma UTI.

Ain­da de acor­do com o bole­tim, o san­gra­men­to está sendo con­tro­la­do com medi­das de hemo­sta­sia local.

Licença

Ontem (2), o prefeito decid­iu solic­i­tar um licen­ci­a­men­to da prefeitu­ra pelo perío­do de 30 dias para poder se dedicar exclu­si­va­mente ao trata­men­to médi­co con­tra o câncer. O pedi­do de licen­ci­a­men­to foi encam­in­hado hoje à Câmara Munic­i­pal. Nesse perío­do, o car­go será exer­ci­do pelo vice-prefeito, Ricar­do Nunes.

Em um comu­ni­ca­do assi­na­do ontem pelo prefeito, tam­bém pub­li­ca­do em suas redes soci­ais, ele diz: “ness­es últi­mos meses, a vida tem me apre­sen­ta­do enormes desafios”.

“Ten­ho procu­ra­do enfren­tá-los com fé, de cabeça ergui­da e com mui­ta deter­mi­nação. Assu­mi um com­pro­mis­so com a cidade e sua pop­u­lação e ten­ho sido o mais trans­par­ente pos­sív­el com a situ­ação da min­ha saúde e com as eta­pas do meu trata­men­to”, escreveu.

“Ten­ho segui­do à risca as ori­en­tações da equipe médi­ca e ven­ho tra­bal­han­do em regime de tele­tra­bal­ho, ao lon­go dess­es últi­mos dias, con­tan­do com a ded­i­cação e empen­ho de nos­sa equipe. Mas ago­ra, diante dos novos focos da doença, meu cor­po está exigin­do que eu dedique mais tem­po ao trata­men­to, que entra em uma fase muito rig­orosa”, escreveu o prefeito, ao jus­ti­ficar o seu pedi­do de licen­ci­a­men­to do car­go.

Histórico

Bruno Covas faz trata­men­to con­tra um câncer des­de out­ubro de 2019, quan­do ele foi diag­nos­ti­ca­do com ade­no­car­ci­no­ma, um tipo de câncer na região de tran­sição do esôfa­go para o estô­ma­go, além de uma metás­tase no fíga­do e uma lesão nos lin­fon­o­dos. Após o diag­nós­ti­co, ele ini­ciou um trata­men­to de qua­tro meses de quimioter­apia.

Em fevereiro do ano pas­sa­do, exam­es demon­straram regressão da lesão esôfa­go-gástri­ca e da lesão hep­áti­ca, mas uma bióp­sia detec­tou que o câncer nos lin­fon­o­dos ain­da per­sis­tia e os médi­cos decidi­ram então ini­ciar uma nova fase de trata­men­to, basea­do em imunoter­apia, uma estraté­gia que per­mite ao próprio sis­tema imune do paciente com­bat­er a doença. Exam­es feitos pelo prefeito em abril de 2020 demon­straram con­t­role da lesão em lin­fon­o­dos.

Já neste ano, em fevereiro, Covas pas­sou por um novo trata­men­to quimioterápi­co após os médi­cos desco­brirem um novo nódu­lo no fíga­do. E em mea­d­os de abril, exam­es de con­t­role demon­straram novos pon­tos da doença no fíga­do e nos ossos. Com isso, os médi­cos decidi­ram dar con­tinuidade ao trata­men­to com quimioter­apia, além de imunoter­apia. No dia 27 de abril, ele rece­beu alta do hos­pi­tal. Mas ontem ele voltou a ser inter­na­do.

Edição: Valéria Aguiar

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar

Repro­dução: © Rafa Neddermeyer/Agência Brasil Dia Mundial de Prevenção de Quedas em Idosos é lembrado …