...
domingo ,14 julho 2024
Home / Economia / Caixa lança linha de antecipação de frete para caminhoneiros

Caixa lança linha de antecipação de frete para caminhoneiros

Repro­dução: © (Thomaz Silva/Agência Brasil)

Empréstimos terão taxas a partir de 1,99% ao mês


Pub­li­ca­do em 04/02/2022 — 16:57 Por Well­ton Máx­i­mo – Repórter da Agên­cia Brasil — Brasília

Os cam­in­honeiros poderão ante­ci­par o rece­bi­men­to do frete por meio de emprés­ti­mo com juros baixos con­trata­do na Caixa Econômi­ca Fed­er­al. O ban­co lançou hoje (4) a lin­ha Giro Caixa Trans­portes, com taxas a par­tir de 1,99% ao mês.

Por meio da lin­ha de crédi­to, a ante­ci­pação do frete será deposi­ta­da dire­ta­mente na con­ta dos trans­porta­dores autônomos com até 120 dias de ante­cedên­cia. A taxa efe­ti­va varia con­forme o históri­co de crédi­to do tomador.

Poderão ser ante­ci­pa­dos os fretes reg­istra­dos nos sis­temas das Sec­re­tarias Estad­u­ais de Fazen­da com base na emis­são do Man­i­festo Eletrôni­co Fis­cal (MDF- e), doc­u­men­to ampla­mente uti­liza­do pelas empre­sas do ramo, que armazena infor­mações sobre a car­ga e os respon­sáveis pelo trans­porte.

A amor­ti­za­ção do emprés­ti­mo será paga em parcela úni­ca, com venci­men­to na mes­ma data estip­u­la­da pelo trans­porta­dor, no MDF‑e. As empre­sas de trans­porte de car­gas inter­es­sadas em con­tratar a lin­ha de crédi­to dev­erão pedir a habil­i­tação do lim­ite em qual­quer agên­cia da Caixa, medi­ante avali­ação de crédi­to. Após a aprovação do lim­ite, os emprés­ti­mos poderão ser con­trata­dos dig­i­tal­mente, pelo Geren­ci­ador Finan­ceiro da Caixa.

Mais renda

O presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, participa do evento da CAIXA, Democratizando o Acesso Ao Crédito.
Repro­dução: Lin­ha de crédi­to dará mais ren­da aos cam­in­honeiros, diz o pres­i­dente da Caixa — Fabio Rodrigues-Pozze­bom/ Agen­cia Brasil

Segun­do o pres­i­dente da Caixa, Pedro Guimarães, a nova lin­ha de crédi­to dará mais ren­da aos cam­in­honeiros, em um momen­to em que os com­bustíveis enfrentam aumen­tos de preços.

“Antes, os cam­in­honeiros, quan­do não tin­ham os rece­bíveis, tomavam crédi­to a 10%, 15% ou 20% [de juros] ao mês. Quan­do eles começam a tomar a par­tir de 1,99% [ao mês], isso é o que a gente chama na econo­mia de efeito-ren­da. Quan­do tem essa redução, há um val­or muito grande que pode ser usa­do para paga­men­to de diesel ou de refor­mas do cam­in­hão”, disse Guimarães, na cer­imô­nia de lança­men­to da lin­ha de crédi­to.

Tam­bém pre­sente à solenidade, o min­istro da Infraestru­tu­ra, Tar­cí­sio Fre­itas, disse que o pro­gra­ma aju­dará a reduzir as carên­cias no setor de infraestru­tu­ra e no trans­porte de car­gas. “Para diminuir o gap [lacu­na] de infraestru­tu­ra, não bas­ta o inves­ti­men­to. Mais duas com­po­nentes são fun­da­men­tais: a des­buro­c­ra­ti­za­ção, com a dig­i­tal­iza­ção dos serviços, e a atenção para a questão humana do proces­so de trans­portes. É isso é que está sendo anun­ci­a­do no dia de hoje”, disse Fre­itas.

O even­to tam­bém teve a pre­sença do min­istro da Econo­mia, Paulo Guedes, e do pres­i­dente Jair Bol­sonaro. Guedes elo­giou a dig­i­tal­iza­ção do ban­co na oper­ação de políti­cas soci­ais, como o auxílio emer­gen­cial.

Bol­sonaro não dis­cur­sou no even­to, ape­nas par­tic­i­pan­do da assi­natu­ra do lança­men­to da lin­ha de crédi­to.

Edição: Nádia Fran­co

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Secretário de Educação de Belford Roxo é preso em operação da PF

Repro­dução: © Polí­cia Federal/divulgação Ação conta com o apoio do Ministério Público Federal no Rio …