...
domingo ,14 julho 2024
Home / Saúde / Campanha nacional de vacinação contra a gripe começa em 4 de abril

Campanha nacional de vacinação contra a gripe começa em 4 de abril

Repro­dução: © Arquivo/Gilberto Marques/Governo do Esta­do de São Paulo

Imunização será em duas etapas e deve terminar em 3 de junho


Pub­li­ca­do em 15/03/2022 — 17:13 Por Agên­cia Brasil — Brasília

O Min­istério da Saúde ini­cia no dia 4 de abril a cam­pan­ha nacional de vaci­nação con­tra a gripe. A meta é imu­nizar cer­ca de 76,5 mil­hões de pes­soas até o dia 3 de jun­ho, data pre­vista para encer­ra­men­to da cam­pan­ha.

Em nota, o min­istério aler­ta para a importân­cia da vaci­nação dos gru­pos pri­or­itários para evi­tar sur­tos da doença, que pode sobre­car­regar os serviços de saúde e até levar à morte.

Segun­do a pas­ta, 80 mil­hões de dos­es da vaci­na Influen­za triva­lente, pro­duzi­das pelo Insti­tu­to Butan­tan e efi­caz con­tra as cepas H1N1, H3N2 e tipo B, estarão disponíveis no Sis­tema Úni­co de Saúde (SUS).

No caso das cri­anças de 6 meses a menores de 5 anos que já rece­ber­am ao menos uma dose da vaci­na Influen­za ao lon­go da vida, deve-se con­sid­er­ar o esque­ma vaci­nal com ape­nas uma dose em 2022. Para as cri­anças que serão vaci­nadas pela primeira vez, a ori­en­tação é agen­dar a segun­da apli­cação da vaci­na con­tra gripe para 30 dias após a primeira dose.

A cam­pan­ha nacional ocor­rerá em duas eta­pas. Na primeira, entre os dias 4 de abril e 2 de maio, serão vaci­na­dos idosos com 60 anos ou mais e tra­bal­hadores da saúde.

A segun­da eta­pa, que vai de 3 de maio a 3 de jun­ho, tem como públi­co-alvo cri­anças de 6 meses até 4 anos, 11 meses e 29 dias; ges­tantes e puér­peras; povos indí­ge­nas; pro­fes­sores; pes­soas com comor­bidades; pes­soas com defi­ciên­cia per­ma­nente; mem­bros de forças de segu­rança e sal­va­men­to e das Forças Armadas; cam­in­honeiros e tra­bal­hadores de trans­porte cole­ti­vo rodoviário de pas­sageiros urbano e de lon­go cur­so; tra­bal­hadores por­tuários; fun­cionários do sis­tema pri­sion­al; ado­les­centes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medi­da socioe­d­uca­ti­va e pes­soas pri­vadas de liber­dade.

Edição: Nádia Fran­co

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar

Repro­dução: © Rafa Neddermeyer/Agência Brasil Dia Mundial de Prevenção de Quedas em Idosos é lembrado …