...
sexta-feira ,1 março 2024
Home / Entretenimento / Carnaval do Ceará mantém tradição do maracatu

Carnaval do Ceará mantém tradição do maracatu

Repro­du­ção: © Arte/Agência Bra­sil

Homenageado do ano é o Rei de Paus, fundado em 1954


Publi­ca­do em 11/02/2024 — 11:53 Por Ala­na Gan­dra — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

banner carnaval 2024

 

Embo­ra não tenha a mes­ma fama da Bahia e de Per­nam­bu­co, o car­na­val do Cea­rá vem cres­cen­do a cada ano, des­ta­can­do sobre­tu­do os tra­di­ci­o­nais mara­ca­tus. Mani­fes­ta­ções do fol­clo­re bra­si­lei­ro, esses fes­te­jos envol­vem dan­ça e músi­ca em For­ta­le­za e em outras regiões do esta­do, segui­dos dos afo­xés (blo­cos tam­bém cha­ma­dos de can­dom­blé de rua).

Um dos gru­pos mais anti­gos de mara­ca­tu, o Mara­ca­tu Rei de Paus, fun­da­do em 1954, loca­li­za­do na capi­tal, é o home­na­ge­a­do do car­na­val des­te ano no esta­do.

Na últi­ma déca­da, ganha­ram for­ça os blo­cos de rua. Em entre­vis­ta à Agên­cia Bra­sil, a secre­tá­ria de Esta­do de Cul­tu­ra (Secult/CE), Lui­sa Cela, afir­mou que “o mara­ca­tu tem uma tra­di­ção mai­or”. Para ela, a for­ça cul­tu­ral des­se rit­mo musi­cal, dan­ça e ritu­al de sin­cre­tis­mo reli­gi­o­so e a rela­ção com a cul­tu­ra do esta­do fazem do mara­ca­tu uma das mais tra­di­ci­o­nais agre­mi­a­ções do esta­do.

Em todo o Cea­rá, estão em ati­vi­da­de cer­ca de 60 gru­pos de mara­ca­tus, sen­do que uma par­te con­si­de­rá­vel se encon­tra na capi­tal.

A secre­tá­ria des­cre­ve que, a cada ano, o flu­xo de turis­tas tem aumen­ta­do, asso­ci­a­do tam­bém à qua­li­da­de, à for­ça dos inves­ti­men­tos e das pro­gra­ma­ções de car­na­val, tan­to em For­ta­le­za, como nas cida­des lito­râ­ne­as.

Mela-mela

Outras fes­tas que ain­da são rea­li­za­das, prin­ci­pal­men­te em cida­des do inte­ri­or do esta­do, são as tra­di­ci­o­nais mela mela, nas quais os foliões sujam uns aos outros com ami­do de milho e espu­ma, enquan­to dan­çam ao rit­mo de axé, for­ró, sam­ba e swin­guei­ra. Para isso, são usa­dos sprays de espu­ma, goma, ovo, mel e outros pro­du­tos, visan­do “melar” os demais brin­can­tes.

Lui­sa afir­mou que essa tra­di­ção era mais for­te anti­ga­men­te, mas as fes­tas per­sis­tem ain­da em algu­mas cida­des do inte­ri­or. “Você tem Camo­cim, Bebe­ri­be. O mela mela nada mais é do que uma brin­ca­dei­ra de goma. As pes­so­as estão na pra­ça e fazem ali um fes­te­jo com a goma, com con­fe­te e, obvi­a­men­te, ficam todas mela­das. Por isso esse nome”.

Ela garan­tiu que não só as cri­an­ças se diver­tem, “mas adul­tos e todo mun­do que está no meio da brin­ca­dei­ra se diver­tem tam­bém. Ain­da hoje acon­te­ce”.

Polos

No Ciclo Car­na­va­les­co 2024, estão sen­do apoi­a­dos pelo gover­no do Cea­rá mais de 76 pro­je­tos em todo o esta­do, pre­pa­ran­do os gru­pos que fazem car­na­val nas cida­des. Lui­sa Cela infor­mou que a secre­ta­ria tem uma rede de 27 equi­pa­men­tos, que pro­mo­vem pro­gra­ma­ções car­na­va­les­cas, antes e duran­te o car­na­val ofi­ci­al.

“Um exem­plo é o Bai­le à Fan­ta­sia do Zé, que é uma pro­gra­ma­ção tra­di­ci­o­nal do The­a­tro José de Alen­car. E temos rela­ção com os muni­cí­pi­os (do inte­ri­or) que cada vez mais têm for­ta­le­ci­do essa tra­di­ção do car­na­val de rua.”

Há cida­des que mos­tram mui­ta for­ça no car­na­val, como Ara­ca­ti, que nes­te ano rece­be Ive­te San­ga­lo; Sobral, com Dani­e­la Mer­cury. A região do Cari­ri apre­sen­ta tam­bém uma pro­gra­ma­ção inten­sa, “sem esque­cer o lito­ral, mui­to famo­so”.

Segun­do a secre­tá­ria, a expec­ta­ti­va é que o esta­do este­ja bem movi­men­ta­do duran­te o car­na­val, tan­to com as ações que o gover­no rea­li­za, como tam­bém pelas pre­fei­tu­ras, que se pre­o­cu­pam em enri­que­cer, a cada ano, a pro­gra­ma­ção para atrair mui­tos turis­tas do pró­prio Cea­rá e de outros esta­dos bra­si­lei­ros.

Em For­ta­le­za, são oito polos car­na­va­les­cos por onde pas­sa­rão blo­cos, ban­das e artis­tas dos mais diver­sos gêne­ros duran­te os fes­te­jos de Momo. São eles: Pas­seio Públi­co, com pro­gra­ma­ção infan­til; Ater­ri­nho da Praia de Ira­ce­ma; Domin­gos Olim­pio; Mer­ca­do dos Pinhões; Lar­go da Moci­nha, Ben­fi­ca; Mer­ca­do da Aero­lân­dia; e Par­que Rachel de Quei­roz.

“Esses polos rece­bem pro­gra­ma­ções já no pré car­na­val e tam­bém terão pro­gra­ma­ções no car­na­val, ao lon­go do dia, com pre­sen­ça mais dos blo­cos de rua.”

Os shows mai­o­res serão rea­li­za­dos à noi­te, no Ater­ro da Praia de Ira­ce­ma, incluin­do nomes como Dio­go Noguei­ra, Maria Rita. Esse espa­ço mai­or com­por­ta mais de 20 mil pes­so­as.

Edi­ção: Maria Clau­dia

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Bolsonaro volta a pedir afastamento de Moraes de inquérito sobre golpe

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil Recurso deverá ser apreciado pelo presidente do STF Publi­ca­do em …