...
quinta-feira ,25 julho 2024
Home / Cultura / Central Única das Favelas distribui livros a bibliotecas comunitárias

Central Única das Favelas distribui livros a bibliotecas comunitárias

Repro­dução: © Fer­nan­do Frazão/Agência Brasil

Ação marca o Dia Mundial do Livro

Publicado em 23/04/2023 — 14:21 Por Vitor Abdala — Repórter da Agência Brasil — Rio de Janeiro

ouvir:

A Cen­tral Úni­ca das Fave­las do Rio de Janeiro (Cufa Rio) está dis­tribuin­do mais de 150 mil livros para ampli­ar o acer­vo de mais de 100 bib­liote­cas comu­nitárias do esta­do. Neste domin­go (23), Dia Mundi­al do Livro, data cri­a­da pela Orga­ni­za­ção das Nações Unidas para a Edu­cação, a Ciên­cia e a Cul­tura (Unesco), foram entregues vol­umes para cer­ca de 20 comu­nidades.

Os livros foram doa­d­os por uma empre­sa multi­na­cional de vare­jo online. Eles seri­am descar­ta­dos para abrir espaço nos esto­ques da loja e acabaram sendo doa­d­os para a Cufa, a fim de que chegassem aos leitores de fave­las flu­mi­nens­es, segun­do o pres­i­dente da Cufa Rio, Welling­ton Galdino.

A dis­tribuição começou em 1º de abril. A pre­visão é con­cluir a entre­ga dos livros nos próx­i­mos dias. Além das bib­liote­cas, os livros poderão ser usa­dos em pro­je­tos literários das fave­las.

“Além da cap­i­tal, já foram livros para Cax­i­as, Nova Iguaçu, São Gonça­lo, Angra dos Reis, Paraty, Vol­ta Redon­da. O livro é um dos maiores meios de absorv­er con­hec­i­men­to. É uma das coisas que mais des­per­tam o raciocínio e a inteligên­cia humanos”, afir­mou Galdino, enquan­to aju­da­va a car­regar uma kom­bi, na sede da Cufa Rio, embaixo do viadu­to de Madureira, com livros que seri­am lev­a­dos à comu­nidade do Faz-quem-quer, local­iza­da per­to dali.

Segun­do Galdino, um dos focos prin­ci­pais das doações dos livros são as cri­anças. “A gente quer estim­u­lar a leitu­ra, que é algo que vem se per­den­do, por causa da inter­net e de várias out­ras dis­trações. Essa doação vem em boa hora e é muito impor­tante a gente estim­u­lar a leitu­ra den­tro das fave­las do esta­do”.

Além dos livros de ficção em lín­gua por­tugue­sa, foram rece­bidos muitos vol­umes de lit­er­atu­ra em lín­gua ingle­sa e tam­bém livros téc­ni­cos, como aque­les volta­dos ao estu­do do dire­ito.

Essas obras estão sendo sep­a­radas para públi­cos especí­fi­cos que pos­sam aproveitar mel­hor esse mate­r­i­al.

Galdino expli­cou tam­bém que a Cufa Rio tra­bal­ha per­ma­nen­te­mente com a doação de livros, dis­tribuin­do mate­r­i­al para mais de 130 bib­liote­cas comu­nitárias cadastradas.

Edição: Graça Adju­to

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Festival Latinidades 2024 exalta a mulher negra

Repro­dução: © Arte Fes­ti­val Latinidade Evento começou nesta sexta-feira em Salvador Publicado em 06/07/2024 — …