...
quarta-feira ,28 fevereiro 2024
Home / Esportes / City atropela Fluminense e fatura título inédito do Mundial de Clubes

City atropela Fluminense e fatura título inédito do Mundial de Clubes

Repro­du­ção: © Reuters/Osama Abd El Naby/Direitos reser­va­dos

Técnico Guardiola se tornou o maior vencedor do torneio com 4 taças


Publi­ca­do em 22/12/2023 — 17:46 Por Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

O Man­ches­ter City (Ingla­ter­ra) con­quis­tou o títu­lo iné­di­to no Mun­di­al de Clu­bes da Fifa na tar­de des­ta sex­ta-fei­ra (22), ao apli­car 4 a 0 no Flu­mi­nen­se, no Está­dio King Abdul­lah, em Jed­dah (Ará­bia Sau­di­ta). O pla­car foi aber­to com gol relâm­pa­go aos 40 segun­dos — o mais rápi­do da his­tó­ria da com­pe­ti­ção — mar­ca­do pelo argen­ti­no Julián Álva­rez, que tam­bém selou a gole­a­da. O segun­do gol foi con­tra, do zaguei­ro Nino e Fol­den fez o ter­cei­ro. 

O títu­lo con­quis­ta­do hoje foi o quar­to na car­rei­ra do téc­ni­co cata­lão Pep Guar­di­o­la, que se tor­nou o trei­na­dor com mai­or núme­ro de taças do Mun­di­al. Ele já fatu­ra­ra o tro­féu duas vezes pelo Bar­ce­lo­na (2009 e 2011) e tam­bém quan­do coman­da­va o Bayer de Muni­que (2013). A vitó­ria na final do Mun­di­al sela a cam­pa­nha vito­ri­o­sa de Gua­di­o­la na últi­ma tem­po­ra­da (2002/23), quan­do con­quis­tou a Trí­pli­ce Coroa: Liga dos Cam­peões, Pre­mi­er Lea­gue (Cam­pe­o­na­to Inglês) e a Copa da Ingla­ter­ra.

Bas­ta­ram 40 segun­dos de bola rolan­do um gol relâm­pa­go do argen­ti­no Julián Alva­rez abrir o pla­car para o City no está­dio King Abdul­lah. A joga­da come­çou após pas­se erra­do de Mar­ce­lo na saí­da de bola. O late­ral Aké apro­vei­tou o vaci­lo para arris­car um chu­te de fora da área, mas a bola bei­jou a tra­ve e sobrou para Álva­rez, que esco­rou de pei­to para o fun­do da rede. Após o sus­to, aos pou­cos o Flu­mi­nen­se foi tro­can­do pas­ses e acer­tan­do a mar­ca­ção.

A melhor chan­ce do time cari­o­ca foi aos 15 minu­tos, com pres­são de Cano sobre o golei­ro Eder­son na saí­da de bola. Aí Mar­ti­nel­li entrou em ação: tocou para Gan­so que encon­trou Cano den­tro da gran­de área. O ata­can­te do Flu ía chu­tar ao gol, mas foi der­ru­ba­do pelo golei­ro. O árbi­tro Szy­mon Mar­ci­ni­ak che­gou a mar­car pênal­ti, mas o assis­ten­te já sina­li­za­ra impe­di­men­to de Cano. Mar­ci­ni­ak vol­tou atrás e anu­lou a pena­li­da­de.

No entan­to, o City foi reto­man­do o con­tro­le da par­ti­da e inves­tin­do em joga­das de ata­que pela esquer­da. Numa delas, aos 26 minu­tos, o volan­te Rodri viu Foden adi­an­ta­do e infil­trou um bola per­fei­ta para o meio-cam­pis­ta do City chu­tar cer­tei­ro. No cami­nho da bola esta­va o zaguei­ro Nino, que ao ten­tar des­viá-la aca­bou mar­can­do gol con­tra. Após ampli­ar a van­ta­gem no pla­car para 2 a 0, o City desa­ce­le­rou o jogo, e o Tri­co­lor tam­bém redu­ziu a inten­si­da­de em cam­po, dan­do sinais de can­sa­ço.

Após o inter­va­lo, mais pres­são do City, e Fábio sal­vou três vezes o gol do Tri­co­lor nos pri­mei­ros sete minu­tos de jogo. Na pri­mei­ra delas, impe­diu gol de Fol­den da entra­da da área, mas a bola deu rebo­te na medi­da para Ber­nar­do Sil­va cabe­ce­ar e, no refle­xo, o golei­ro Tri­co­lor bri­lhou de novo, evi­tan­do o ter­cei­ro gol do City.  Na sequên­cia, em cobran­ça de fal­ta, Ber­nar­do Sil­va levan­tou para Fol­den chu­tar com for­ça, mas Fábio fez outra bela defe­sa.

A par­tir dos 14 minu­tos, o téc­ni­co Fer­nan­do Diniz subs­ti­tuiu Gan­so, Mar­ce­lo, e Feli­pe Melo por, res­pe­ti­va­men­te, Lima, Dio­go Bar­bo­sa e Ale­xan­der. Por pou­cos minu­tos, o Tri­co­lor melho­rou a mar­ca­ção, mas durou pou­co. Aos 26, após cobran­ça de fal­ta a favor do City, o late­ral Samu­el Xavi­er errou o pas­se de cabe­ça, que sobrou paras o argen­ti­no Álva­rez tocar para Fol­den mar­car o segun­do dele no jogo  e o ter­cei­ro do time bri­tâ­ni­co. Numa das pou­cas chan­ces do Flu, aos 33, John Ken­nedy dis­pa­rou com a bola, dri­blou a mar­ca­ção e des­fe­riu uma bom­ba, mas o bra­si­lei­ro Eder­son, golei­ro do City, espal­mou para escan­teio. O dia era mes­mo do City, que ain­da que che­gou ao quar­to gol com Julián Álva­rez, com um chu­te ras­tei­ro aos 42 minu­tos.

Edi­ção: Cláu­dia Soa­res Rodri­gues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

São Paulo receberá etapa da Copa do Mundo de mountain bike eliminator

Repro­du­ção: © Cesar Delong/Shimano Fest/Divulgação/Direitos Reser­va­dos Competição será disputada em agosto no Memorial da América …