...
quarta-feira ,24 julho 2024
Home / Economia / Combate ao aquecimento global está na pauta da reunião do U20

Combate ao aquecimento global está na pauta da reunião do U20

Repro­dução: © Tomaz Silva/Agência Brasil

Evento começa nesta segunda-feira em São Paulo


Publicado em 17/06/2024 — 07:54 Por Cristina Indio do Brasil — Repórter da Agência Brasil — Rio de Janeiro

ouvir:

O papel de gov­er­nos locais como líderes econômi­cos e políti­cos mundi­ais será dis­cu­ti­do no encon­tro de dois dias, que começa nes­ta segun­da-feira (17), no Insti­tu­to Tomie Ohtake, na cap­i­tal paulista. Será o primeiroUrban20 (U20), grupo que con­cen­tra cidades do G20 for­ma­do pelas prin­ci­pais econo­mias do mun­do e co-pre­si­di­do pelos municípios do Rio de Janeiro e de São Paulo. Estarão pre­sentes autori­dades de 38 municí­pios e uma das prin­ci­pais pau­tas será o com­bate ao aque­c­i­men­to glob­al.

“O encon­tro bus­ca pro­mover a diplo­ma­cia urbana, dis­cu­tir as pri­or­i­dades esta­b­ele­ci­das pela presidên­cia do G20 sob a per­spec­ti­va urbana. Plane­jar ações e favore­cer novos negó­cios e a coop­er­ação inter­na­cional entre os municí­pios do U20”, infor­mou a prefeitu­ra do Rio em nota.

Para o prefeito do Rio, Eduar­do Paes, as ações de enfrenta­men­to às mudanças climáti­cas estão nas cidades, que são os motores do cresci­men­to econômi­co e rep­re­sen­tam mais de 80% do PIB mundi­al. Paes acres­cen­tou que é pre­ciso garan­tir finan­cia­men­tos aos municí­pios.

“São necessários mecan­is­mos, den­tro da gov­er­nança glob­al, que garan­tam aces­so ao finan­cia­men­to inter­na­cional às cidades. Os municí­pios dos país­es em desen­volvi­men­to têm poten­cial para atrair cer­ca de US$ 30 bil­hões em inves­ti­men­tos rela­ciona­dos ao cli­ma até 2030. O G20 é uma opor­tu­nidade úni­ca para mostrar­mos às maiores lid­er­anças mundi­ais a importân­cia da refor­ma finan­ceira glob­al”, disse o prefeito, em nota divul­ga­da pela prefeitu­ra.

Na visão do chefe do exec­u­ti­vo da cidade de São Paulo, Ricar­do Nunes, a cúpu­la é o prin­ci­pal even­to do U20. “Uma grande opor­tu­nidade para debater ideias e elab­o­rar políti­cas públi­cas com­pro­meti­das com o desen­volvi­men­to urbano sus­ten­táv­el”, indi­cou tam­bém na nota.
Nunes ain­da deu boas-vin­das aos par­tic­i­pantes: “A cidade de São Paulo tem a hon­ra de sedi­ar tão impor­tante encon­tro e, na nos­sa tradição em rece­ber bem, dese­ja uma exce­lente par­tic­i­pação e exper­iên­cia a todos”.

São Paulo (SP), 07/08/2023 - O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, fala sobre o contrato da prefeitura com o projeto Smart Sampa, que prevê a distribuição de câmeras de monitoramento na cidade de São Paulo, em coletiva de imprensa na sede da prefeitura . Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Repro­dução: O prefeito de São Paulo, Ricar­do Nunes. Foto: Rove­na Rosa/Agência Brasil

Segun­do o coor­de­nador de Relações Inter­na­cionais da cap­i­tal flu­mi­nense, Antônio Mar­i­ano, a co-presidên­cia com São Paulo é fun­da­men­tal e demon­stra a pri­or­i­dade do a cap­i­tal flu­mi­nense em reforçar o desen­volvi­men­to urbano sus­ten­táv­el e a resil­iên­cia nas cidades no Brasil e no mun­do.

“São duas das maiores cidades do Sul Glob­al levan­do a cabo um debate de alto nív­el com out­ros prefeitos do G20, pron­tos para revert­er o atu­al quadro de desigual­dade glob­al e mit­i­gar os impactos ambi­en­tais e soci­ais das mudanças climáti­cas. Esse esforço con­jun­to visa pro­duzir um entendi­men­to inter­na­cional comum sobre a importân­cia das políti­cas públi­cas urbanas, de encon­trar soluções ino­vado­ras sus­ten­táveis e meios de imple­men­tação delas, con­stru­in­do um futuro mais jus­to e equi­tati­vo para todos”, apon­tou.

A segun­da reunião do U20, está pre­vista para novem­bro, no Rio, e, pela primeira vez, ocor­rerá na véspera do encon­tro de chefes de Esta­do e de gov­er­no do G20. “Como a estru­tu­ra local lida mais dire­ta­mente com as crises, des­de a desigual­dade econômi­ca até as catástro­fes climáti­cas, a real­iza­ção do encon­tro de prefeitos às vésperas da cúpu­la do G20 pode pro­mover rel­e­vante influên­cia nas dis­cussões de chefes de Esta­dos quan­to à gov­er­nança glob­al e entre os diver­sos níveis da admin­is­tração públi­ca”, infor­ma a prefeitu­ra do Rio.

Edição: Aécio Ama­do

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

RS: empresas têm até dia 12 para aderir a programa de Apoio Financeiro

Repro­dução: © Rafa Neddermeyer/Agência Brasil Trabalhadores receberão parcelas de R$ 1.412 em julho e agosto …