segunda-feira ,21 junho 2021
Home / Direitos Humanos / Delegacia virtual lança serviço acessível para pessoas com deficiência

Delegacia virtual lança serviço acessível para pessoas com deficiência

Brasília - A Coordenação de Pessoas com Deficiência (Promodef) do DF realiza atividades em comemoração ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, na estação 112 Sul do metrô (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília – A Coordenação de Pessoas com Deficiência (Promodef) do DF realiza atividades em comemoração ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, na estação 112 Sul do metrô (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Reprodução)

Serviço é destinado a crimes de menor potencial lesivo


Publicado em 26/12/2020 – 14:20 Por André Richter – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Pessoas com deficiência motora ou visual que precisarem registrar um boletim de ocorrência na Delegacia Virtual do Ministério da Justiça e Segurança Pública podem contar com ambiente virtual com acessibilidade. A modalidade foi criada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e está disponível aos cidadãos do Acre, Alagoas e Rio Grande do Norte, estados que aderiram ao sistema unificado de registro do governo federal.

As inovações poderão ajudar pessoas com baixa visão, cegueira, problemas na distinção de cores e com restrições motoras, permitindo somente o uso do teclado, sem a necessidade do mouse.

A ferramenta permite que 19 tipos de ocorrências possam ser registradas 24h por dia pelo computador, celulares e tablets. O serviço é destinado a crimes de menor potencial lesivo, como ameaça, injúria, calúnia, difamação e estelionato.

Os registros serão recebidos pela delegacia virtual e analisados pela Policia Civil dos estados participantes. Se a comunicação de crime for aceita, o reclamante receberá uma cópia do boletim de ocorrência por email e poderá acompanhar o andamento do requerimento por meio do sistema.

O cidadão que não reside nos três estados deve verificar se existe em sua localidade um serviço virtual de registro ou deve procurar a delegacia de polícia mais próxima. Adesão de mais estados deve ocorrer em breve.

Edição: Maria Claudia

Agência Brasil / EBC


Você pode Gostar de:

A repórter da TV Brasil Fernanda Honorato

Primeira repórter com Down diz que sonha em entrevistar o rei Roberto

Bate-papo com a cantora Ivete Sangalo também está nos planos Publicado em 21/03/2021 – 08:30 …