...
quarta-feira ,24 julho 2024
Home / Direitos Humanos / Delegacia virtual lança serviço acessível para pessoas com deficiência

Delegacia virtual lança serviço acessível para pessoas com deficiência

Brasília - A Coordenação de Pessoas com Deficiência (Promodef) do DF realiza atividades em comemoração ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, na estação 112 Sul do metrô (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília — A Coor­de­nação de Pes­soas com Defi­ciên­cia (Pro­mod­ef) do DF real­iza ativi­dades em comem­o­ração ao Dia Nacional de Luta da Pes­soa com Defi­ciên­cia, na estação 112 Sul do metrô (Marce­lo Camargo/Agência Brasil) (Repro­dução)

Serviço é destinado a crimes de menor potencial lesivo


Publicado em 26/12/2020 — 14:20 Por André Richter — Repórter da Agência Brasil — Brasília

Pes­soas com defi­ciên­cia moto­ra ou visu­al que pre­cis­arem reg­is­trar um bole­tim de ocor­rên­cia na Del­e­ga­cia Vir­tu­al do Min­istério da Justiça e Segu­rança Públi­ca podem con­tar com ambi­ente vir­tu­al com aces­si­bil­i­dade. A modal­i­dade foi cri­a­da pelo Serviço Fed­er­al de Proces­sa­men­to de Dados (Ser­pro) e está disponív­el aos cidadãos do Acre, Alagoas e Rio Grande do Norte, esta­dos que aderi­ram ao sis­tema unifi­ca­do de reg­istro do gov­er­no fed­er­al.

As ino­vações poderão aju­dar pes­soas com baixa visão, cegueira, prob­le­mas na dis­tinção de cores e com restrições motoras, per­mitin­do somente o uso do tecla­do, sem a neces­si­dade do mouse.

A fer­ra­men­ta per­mite que 19 tipos de ocor­rên­cias pos­sam ser reg­istradas 24h por dia pelo com­puta­dor, celu­lares e tablets. O serviço é des­ti­na­do a crimes de menor poten­cial lesi­vo, como ameaça, injúria, calú­nia, difamação e este­lion­a­to.

Os reg­istros serão rece­bidos pela del­e­ga­cia vir­tu­al e anal­isa­dos pela Poli­cia Civ­il dos esta­dos par­tic­i­pantes. Se a comu­ni­cação de crime for acei­ta, o recla­mante rece­berá uma cópia do bole­tim de ocor­rên­cia por email e poderá acom­pan­har o anda­men­to do requer­i­men­to por meio do sis­tema.

O cidadão que não reside nos três esta­dos deve ver­i­ficar se existe em sua local­i­dade um serviço vir­tu­al de reg­istro ou deve procu­rar a del­e­ga­cia de polí­cia mais próx­i­ma. Adesão de mais esta­dos deve ocor­rer em breve.

Edição: Maria Clau­dia

Agên­cia Brasil / EBC


Você pode Gostar de:

Exposição e livro lembram os 30 anos da morte de Lélia Gonzalez

Repro­dução: © Foto Rafael Oliveira Intelectual é importante expoente do pensamento antirracista do Brasil Publicado …