...
domingo ,14 julho 2024
Home / Educação / Estudantes têm até 31 de agosto para renegociar dívidas do Fies

Estudantes têm até 31 de agosto para renegociar dívidas do Fies

Repro­dução: © Val­ter Campanato/Agência Brasil

Prazos, condições e vantagens para os estudantes seguem disponíveis


Pub­li­ca­do em 24/03/2022 — 20:40 Por Agên­cia Brasil — Brasília

Cer­ca de um mil­hão de estu­dantes brasileiros está com as parce­las do Fun­do de Finan­cia­men­to Estu­dan­til (Fies) em atra­so. O gov­er­no fed­er­al, no entan­to, disponi­bi­li­zou canais de rene­go­ci­ação que bus­cam sal­dar as dívi­das e resta­b­ele­cer o crédi­to pos­i­ti­vo para quem se encon­tra neg­a­ti­va­do, foi o que disse hoje (24), em entre­vista ao pro­gra­ma A Voz do Brasil, o pres­i­dente do Fun­do Nacional de Desen­volvi­men­to da Edu­cação (FNDE), Marce­lo Lopes da Ponte.

Segun­do Ponte, cer­ca de R$ 9 bil­hões são dev­i­dos em parce­las não pagas. O sal­do deve­dor total do Fies é de R$ 38,6 bil­hões, dos quais o gov­er­no fed­er­al ten­ta recu­per­ar uma parte com o novo pro­gra­ma de quitação de dívi­das.

Ini­ci­a­da em 7 de março, a jor­na­da de rene­go­ci­ações vai até 31 de agos­to. Para par­tic­i­par, o estu­dante deve ter parce­las em atra­so a par­tir de 90 dias. Os descon­tos vão de 12% a 92%, e os planos de parce­la­men­to podem chegar a 150 parce­las. Estu­dantes inter­es­sa­dos podem sim­u­lar os novos con­tratos de maneira dig­i­tal, por meio dos apps do Ban­co do Brasil ou da Caixa.

O pres­i­dente do FNDE infor­mou, ain­da, que os estu­dantes com nome neg­a­ti­va­do em serviços de pro­teção ao crédi­to terão o cadas­tro resta­b­ele­ci­do assim que quitarem a primeira parcela.

Salário-educação

Segun­do Ponte, o FNDE já repas­sou mais de R$ 1,36 bil­hão do salário-edu­cação a esta­dos e municí­pios, que devem ser investi­dos em infraestru­tu­ra esco­lar, mate­r­i­al didáti­co e trans­porte para alunos.

“O salário edu­cação é uma das prin­ci­pais fontes de finan­cia­men­to da edu­cação públi­ca no Brasil. Cabe ao gestor local definir qual a mel­hor des­ti­nação de recur­sos, de acor­do com a real­i­dade de cada rede. Pode inve­stir em várias ações, como: capac­i­tação de pro­fes­sores, con­strução, refor­ma, ampli­ação de esco­las”, expli­cou.

Marce­lo Lopes da Ponte expli­cou, ain­da, que a pre­visão é que o FNDE repasse anual­mente cer­ca de R$ 15 bil­hões em salário-edu­cação para esta­dos e municí­pios, o que dev­erá for­t­ale­cer a edu­cação de nív­el fun­da­men­tal e médio.

“Ao lado do Fun­deb, [o salário-edu­cação] é uma fonte impor­tante de recur­sos para manutenção do desen­volvi­men­to do ensi­no bási­co.”

Assista na íntegra:

Out­ros destaques em Edu­cação:

Capes anuncia investimento de R$ 178 milhões em pós-gradução

A Coor­de­nação de Aper­feiçoa­men­to de Pes­soal de Nív­el Supe­ri­or (Capes) anun­ciou o inves­ti­men­to de R$ 178 mil­hões para manutenção de equipa­men­tos, aquisição de mate­ri­ais de lab­o­ratórios, par­tic­i­pação em even­tos e pub­li­cação de con­teú­dos cien­tí­fi­cos em cur­sos de pós-grad­u­ação. Os recur­sos fazem parte dos pro­gra­mas de Apoio à Pós-Grad­u­ação (Proap) e de Excelên­cia Acadêmi­ca (Proex).
» Leia mais

Graduações mais procuradas em 2020 foram na área de saúde

A deman­da por cur­sos na área de saúde aumen­tou na edu­cação supe­ri­or, e essas grad­u­ações ficam entre as mais procu­radas tan­to no ensi­no a dis­tân­cia (EAD) quan­to no pres­en­cial. As infor­mações são do lev­an­ta­men­to Obser­vatório do Ensi­no Supe­ri­or: análise dos micro­da­dos do Cen­so da Edu­cação Supe­ri­or 2020.
» Leia mais

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Polícia faz operação contra facções que atuam no RJ e AM

Repro­dução: © Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil Agentes cumprem 26 mandados de prisão por venda ilícita de …