...
sexta-feira ,14 junho 2024
Home / Noticias do Mundo / Exército de Israel recupera corpo de brasileiro sequestrado pelo Hamas

Exército de Israel recupera corpo de brasileiro sequestrado pelo Hamas

Repro­du­ção: © Michel Nisenbaum/Facebook

Michel Nisembaum, de 59 anos, tinha cidadania brasileira e israelense


Publicado em 24/05/2024 — 08:47 Por Paula Laboissière e Andreia Verdélio – Repórteres da Agência Brasil* — Brasília

O Exér­ci­to isra­e­len­se anun­ci­ou nes­ta sex­ta-fei­ra (24) que recu­pe­rou os cor­pos de três reféns seques­tra­dos em outu­bro de 2023 pelo gru­po pales­ti­no Hamas. Entre eles está o bra­si­lei­ro Michel Nisem­baum, de 59 anos.

Os cor­pos foram recu­pe­ra­dos duran­te a madru­ga­da, numa ope­ra­ção con­jun­ta do Exér­ci­to e dos ser­vi­ços secre­tos de Isra­el em Jaba­liya, no nor­te da Fai­xa de Gaza. Os outros dois reféns foram iden­ti­fi­ca­dos por auto­ri­da­des isra­e­len­ses como Orión Her­nán­dez Radoux, de 30 anos, Hanan Yablon­ka, de 42 anos.

Nas redes soci­ais, o pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lula da Sil­va lamen­tou a mor­te do bra­si­lei­ro e dis­se que o gover­no segue enga­ja­do nos esfor­ços para que todos os reféns man­ti­dos pelo Hamas sejam liber­ta­dos.

“Sou­be, com imen­sa tris­te­za, da mor­te de Michel Nisem­baum, bra­si­lei­ro man­ti­do refém pelo Hamas. Conhe­ci sua irmã e filha, e sei do amor imen­so que sua famí­lia tinha por ele. Minha soli­da­ri­e­da­de aos fami­li­a­res e ami­gos de Michel”, pos­tou.

“O Bra­sil con­ti­nu­a­rá lutan­do e segui­re­mos enga­ja­dos nos esfor­ços para que todos os reféns sejam liber­ta­dos, para que tenha­mos um ces­sar-fogo e a paz para os povos de Isra­el e da Pales­ti­na”, com­ple­tou.

Nisem­baum, que tinha cida­da­nia bra­si­lei­ra e isra­e­len­se, era resi­den­te em Isra­el e con­si­de­ra­do desa­pa­re­ci­do des­de o dia 7 de outu­bro do ano pas­sa­do. Na oca­sião, ele par­ti­ci­pa­va de um fes­ti­val de músi­ca alvo de ata­que do Hamas.

Embaixada

Em nota, a Embai­xa­da de Isra­el no Bra­sil tam­bém lamen­tou a mor­te do bra­si­lei­ro. “Todos os nos­sos cora­ções doe­ram com a ter­rí­vel notí­cia de seu assas­si­na­to. O povo de Isra­el, o Minis­té­rio das Rela­ções Exte­ri­o­res e a Embai­xa­da do Esta­do de Isra­el no Bra­sil par­ti­lham a tris­te­za da famí­lia”.

“O Esta­do de Isra­el comu­ni­ca, com extre­mo pesar, o assas­si­na­to do isra­e­len­se-bra­si­lei­ro Michel Nis­sen­baum, mor­to pelos ter­ro­ris­tas do Hamas”, afir­ma o comu­ni­ca­do. “Seu cor­po foi encon­tra­do pelas for­ças de segu­ran­ça de Isra­el num túnel na Fai­xa de Gaza e leva­do de vol­ta para Isra­el.”

O conflito

Em outu­bro pas­sa­do, o Hamas, que con­tro­la a Fai­xa de Gaza des­de 2007, lan­çou um ata­que sur­pre­sa de mís­seis con­tra Isra­el, com incur­são de com­ba­ten­tes arma­dos por ter­ra, no sul do país. De acor­do com auto­ri­da­des isra­e­len­ses, cer­ca de 1,2 mil pes­so­as foram mor­tas e duas cen­te­nas de isra­e­len­ses e estran­gei­ros foram fei­tos reféns.

Em res­pos­ta, Isra­el vem bom­bar­de­an­do as infra­es­tru­tu­ras em Gaza e impôs cer­co total ao ter­ri­tó­rio, que difi­cul­ta, inclu­si­ve, a entra­da de aju­da huma­ni­tá­ria aos pales­ti­nos. Além dos mais de 35 mil mor­tos, a ofen­si­va mili­tar de Isra­el na Fai­xa de Gaza já dei­xou cer­ca de 80 mil feri­dos em sete meses, segun­do dados do Minis­té­rio da Saú­de do encla­ve.

A guer­ra entre Isra­el e Hamas tem ori­gem na dis­pu­ta por ter­ri­tó­ri­os que já foram ocu­pa­dos por diver­sos povos, como hebreus e filis­teus, dos quais des­cen­dem isra­e­len­ses e pales­ti­nos.

*Cola­bo­rou Lucas Por­deus León

Edi­ção: Gra­ça Adju­to

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Milei corta verba de províncias e abre crise política na Argentina

Repro­du­ção: © REUTERS/Agustin Mar­car­lan Fundo de Fortalecimento Fiscal de Buenos Aires é cancelado Publi­ca­do em …