...
sexta-feira ,23 fevereiro 2024
Home / Economia / Federação dos bancos dá dicas de como evitar golpes na Black Friday

Federação dos bancos dá dicas de como evitar golpes na Black Friday

Repro­du­ção: © Pau­lo Pinto/Agência Bra­sil

Quadrilhas aproveitam promoções para roubar dados pessoais


Publi­ca­do em 23/11/2023 — 21:21 Por Agên­cia Bra­sil — São Pau­lo

ouvir:

A Fede­ra­ção Bra­si­lei­ra de Ban­cos (Febra­ban) está aler­tan­do os con­su­mi­do­res sobre o aumen­to do núme­ro de gol­pes na Black Fri­day, que ocor­re nes­ta sex­ta-fei­ra (24). De acor­do com a enti­da­de, é  pre­ci­so redo­brar a aten­ção com ofer­tas mui­to atra­en­tes, lojas em redes soci­ais e ter cui­da­do com car­tões.

O dire­tor do Comi­tê de Pre­ven­ção a Frau­des da Febra­ban, Adri­a­no Vol­pi­ni, des­ta­ca que as qua­dri­lhas apro­vei­tam o momen­to de eufo­ria com o gran­de volu­me de pro­mo­ções para apli­car gol­pes usan­do “enge­nha­ria soci­al”, que con­sis­te na mani­pu­la­ção do usuá­rio para que ele lhe for­ne­ça infor­ma­ções con­fi­den­ci­ais para o rou­bo de dados pes­so­ais.

“Nes­ta épo­ca do ano, são comuns abor­da­gens de cri­mi­no­sos com pági­nas fal­sas que simu­lam e‑commerce; pro­mo­ções ine­xis­ten­tes envi­a­das por e‑mails, SMS e men­sa­gens de What­sApp, e a cri­a­ção de per­fis fal­sos que inves­tem em mídia para apa­re­cer em pági­nas e sto­ri­es de redes soci­ais, inclu­si­ve com depoi­men­tos fal­sos de com­pra­do­res”, aler­ta.

A Febra­ban reco­men­da com­prar, de pre­fe­rên­cia, nos sites conhe­ci­dos e veri­fi­car a repu­ta­ção de sites não conhe­ci­dos em pági­nas de recla­ma­ções; nun­ca usar um com­pu­ta­dor públi­co ou de um estra­nho para efe­tu­ar com­pras ou colo­car os dados ban­cá­ri­os; veri­fi­car com aten­ção as for­mas de paga­men­to ofe­re­ci­das pelo e‑commerce e des­con­fi­ar quan­do exis­tem pou­cas opções.

A enti­da­de ori­en­ta ain­da que os con­su­mi­do­res devem des­con­fi­ar das pro­mo­ções com pre­ços mui­to meno­res do que o valor real do pro­du­to, e de sites que pedem o pre­en­chi­men­to de for­mu­lá­ri­os com dados pes­so­ais para ter aces­so às pro­mo­ções da Black Fri­day.

Outra reco­men­da­ção é o uso de car­tões vir­tu­ais nas com­pras onli­ne, e a uti­li­za­ção do ser­vi­ço de avi­sos de tran­sa­ções dis­po­ni­bi­li­za­dos pelos ban­cos, que infor­mam o valor rea­li­za­do para cada tran­sa­ção, ins­tan­ta­ne­a­men­te. Se o con­su­mi­dor for fazer uma com­pra pre­sen­ci­al com car­tão, ele deve­rá sem­pre con­fe­rir o valor na maqui­ni­nha de car­tão antes de digi­tar a senha.

“Se for pagar com Pix, sem­pre faça o paga­men­to den­tro do ambi­en­te da loja vir­tu­al. Quan­do o vare­jis­ta for­ne­cer o códi­go QR Code, con­fi­ra com aten­ção todos os dados do paga­men­to e se a loja esco­lhi­da é real­men­te quem irá rece­ber o dinhei­ro. Só após essa che­ca­gem deta­lha­da, faça a trans­fe­rên­cia”, ori­en­ta a Febra­ban.

Edi­ção: Caro­li­na Pimen­tel

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Comissão aprova ajuda para municípios atingidos por ciclone no RS

Repro­du­ção: © Planet/SCCON do Pro­gra­ma Bra­sil Mais / Divul­ga­ção Matéria segue para votação no plenário …