...
domingo ,14 abril 2024
Home / Esportes / Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Cortes/CRF


Publi­ca­do em 02/03/2024 — 18:42 Por Igor San­tos — Repór­ter da EBC — Rio de Janei­ro

ouvir:

Em par­ti­da trans­mi­ti­da pela Rádio Naci­o­nal, o Fla­men­go der­ro­tou o Madu­rei­ra por 3 a 0, nes­te sába­do (2), no Mara­ca­nã, garan­tin­do a melhor cam­pa­nha da pri­mei­ra fase do Cam­pe­o­na­to Cari­o­ca e tam­bém o títu­lo da Taça Gua­na­ba­ra. O time só pre­ci­sa­va de um empa­te para esgo­tar qual­quer chan­ce de ser alcan­ça­do, mas, em um due­lo tran­qui­lo, ven­ceu com gols de Arras­ca­e­ta, Pedro e Léo Perei­ra. Ago­ra, aguar­da pelo adver­sá­rio na semi­fi­nal.

A tar­de foi de ale­gri­as para o tor­ce­dor rubro-negro, que com­pa­re­ceu em peso (mais de 63 mil pes­so­as). Tite foi para o jogo pra­ti­ca­men­te com for­ça máxi­ma. Aos 19 minu­tos do pri­mei­ro tem­po, veio o gol inau­gu­ral. Após cru­za­men­to pela direi­ta, Bru­no Hen­ri­que foi no ter­cei­ro andar para des­vi­ar de cabe­ça para o meio da área. Arras­ca­e­ta, de pri­mei­ra e com a per­na direi­ta, fina­li­zou sem chan­ces para o golei­ro Mota.

Logo no come­ço do segun­do tem­po, o Fla­men­go matou qual­quer espe­ran­ça do Madu­rei­ra de rea­gir na par­ti­da. Aos seis minu­tos, a zaga saiu jogan­do erra­do, Pedro inter­cep­tou o pas­se com a cabe­ça, ganhou na divi­di­da com Mota e tocou para o gol vazio.

Aos 23 minu­tos, Léo Perei­ra – que havia come­ça­do no ban­co – mos­trou cate­go­ria ao cobrar fal­ta com per­fei­ção no can­to esquer­do do golei­ro Dou­glas Lima, que havia subs­ti­tuí­do Mota minu­tos antes. Fla­men­go 3 a 0.

O Fla­men­go encer­ra a Taça Gua­na­ba­ra invic­to, com 27 pon­tos e ape­nas um gol sofri­do em 11 par­ti­das. Dono da melhor cam­pa­nha, aguar­da pelo time que ter­mi­nar em quar­to para saber quem enfren­ta­rá nas semi­fi­nais do Cam­pe­o­na­to Cari­o­ca. Flu­mi­nen­se, Nova Igua­çu, Vas­co e Bota­fo­go podem ser o adver­sá­rio na pró­xi­ma fase, que come­ça no pró­xi­mo fim de sema­na.

No sufoco, Corinthians vence Santo André e segue vivo no Paulistão

Pelo menos por mais algu­mas horas, o Corinthi­ans res­pi­ra com pos­si­bi­li­da­des de avan­çar de fase no Cam­pe­o­na­to Pau­lis­ta. Nes­te sába­do, o Timão rece­beu o San­to André na Neo Quí­mi­ca Are­na e ven­ceu, com sofri­men­to, por 3 a 2. May­con, no pri­mei­ro tem­po, e Yuri Alber­to, no segun­do, abri­ram 2 a 0 para os donos da casa. O San­to André bus­cou o empa­te com Bru­no Michel e Lohan. Nos acrés­ci­mos, aos 49 minu­tos, Pedro Raul, de cabe­ça, fez o gol que deu a vitó­ria ao Corinthi­ans, que ago­ra tem que tor­cer con­tra dois adver­sá­ri­os: Inter de Limei­ra e Miras­sol.

Com o triun­fo, o Timão foi a 13 pon­tos, em quar­to e últi­mo lugar do Gru­po C. Inter e Miras­sol têm 14 pon­tos, mas ain­da jogam na roda­da. Caso qual­quer um dos dois ven­ça, o Corinthi­ans esta­rá eli­mi­na­do. Em caso de der­ro­ta ou empa­te, a defi­ni­ção da pro­vá­vel segun­da vaga da cha­ve (com 18 pon­tos, o Bra­gan­ti­no está bem enca­mi­nha­do para se garan­tir) fica­rá para a últi­ma roda­da, quan­do nova­men­te o Timão terá de tor­cer con­tra tro­pe­ços de ambas as equi­pes.

No entan­to, o sonho pode aca­bar ain­da nes­te sába­do. O Miras­sol visi­ta a Por­tu­gue­sa, em par­ti­da ini­ci­a­da às 18h, enquan­to a Inter de Limei­ra rece­be o Itu­a­no às 20h.

Edi­ção: Juli­a­na Andra­de

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Brasil fica perto de vaga paralímpica no rúgbi em cadeira de rodas

Repro­du­ção: © Che­rie Harris/WWR/Direitos Reser­va­dos Vitória sobre Holanda leva seleção à semifinal de Qualificatório Publicado …