...
domingo ,14 julho 2024
Home / Esportes / Fluminense bate Flamengo e dorme na vice-liderança do Brasileiro

Fluminense bate Flamengo e dorme na vice-liderança do Brasileiro

Repro­dução: © Ser­gio Moraes/Reuters/Direitos Reser­va­dos

Nos outros jogos, São Paulo supera Ceará, e Braga empata com Goiás


Pub­li­ca­do em 18/09/2022 — 19:00 Por Igor San­tos — Repórter da EBC — Rio de Janeiro

Ouça a matéria:

Num due­lo agi­ta­do na tarde de domin­go (18) no Mara­canã, o Flu­mi­nense lev­ou a mel­hor e acabou com a inven­ci­bil­i­dade de 19 jogos do Fla­men­go ao vencer ao rival por 2 a 1. De que­bra, o Tri­col­or pulou para a vice-lid­er­ança da Série A do Campe­ona­to Brasileiro ao ultra­pas­sar na tabela o próprio Rubro-Negro e o Inter­na­cional, que joga nes­ta segun­da-feira (19). O time das Laran­jeiras, bair­ro da zona sul do Rio,  soma ago­ra 48 pon­tos. O Fla­men­go esta­ciona nos 45 e pode, inclu­sive, perder mais posições em caso de vitórias de Corinthi­ans e Ath­leti­co Paranaense na 27ª roda­da.

O jogo começou quente, com expul­são logo aos cin­co min­u­tos. David Braz lev­ou o ver­mel­ho mes­mo estando no ban­co de reser­vas do Flu­mi­nense, por insistên­cia nas recla­mações. Em cam­po, o Fla­men­go esta­b­ele­ceu o con­t­role das ações ofen­si­vas des­de o começo, emb­o­ra o Flu­mi­nense tivesse maior posse. A primeira grande chance veio com Thi­a­go Maia, que pegou sobra na entra­da da área e chutou forte. A bola pas­sou ras­pan­do a trave esquer­da do goleiro Fábio, do Tri­col­or.

O camisa 12, aliás, começou a mostrar que esta­va em tarde inspi­ra­da pouco depois. Pedro fez lin­do lança­men­to para Arras­cae­ta, que surgiu na cara do gol. Ele final­i­zou de per­na esquer­da e, tam­bém com a per­na esquer­da, o arqueiro tri­col­or fez defe­sa impor­tante, colo­can­do para escant­eio.

Fábio apare­ceu muito bem nova­mente aos 37 min­u­tos. O Fla­men­go aper­tou a saí­da de bola tri­col­or e a roubou den­tro da área adver­sária. João Gomes rece­beu e pare­cia ter o gol todo à dis­posição, mas Fábio voou em out­ra intevenção impres­sio­n­ante.

No fim do primeiro tem­po, um lance polêmi­co resul­tou na aber­tu­ra do placar. Matheus Mar­tins rece­beu na esquer­da e chutou fra­co para defe­sa de San­tos, que deu rebote. Ele divid­iu com o ata­cante Ger­man Cano, que acer­tou o seu ros­to e caiu no chão recla­man­do do choque. A arbi­tragem deu pênalti. Gan­so cobrou com cat­e­go­ria e mar­cou.

No segun­do tem­po, o Rubro-Negro inten­si­fi­cou a pressão e Fábio con­tin­u­ou se desta­can­do. Aos 11, em lance pela esquer­da, Arras­cae­ta pux­ou para o meio e final­i­zou colo­ca­do. O goleiro tri­col­or foi bus­car nova­mente. Dez min­u­tos depois, novo encon­tro entre os dois e nova defe­sa de Fábio.

Aos 30, o Flu­mi­nense teve um alívio momen­tâ­neo. Gan­so cobrou fal­ta de maneira ráp­i­da. Após joga­da de Mar­tinel­li, Nathan apare­ceu livre para com­ple­tar de cabeça e ampli­ar.

Porém, aos 39, Gabigol aproveitou o úni­co vac­i­lo de Fábio na par­ti­da para diminuir. Ele saiu mal do gol em cruza­men­to, Arras­cae­ta desvi­ou para den­tro da área e o camisa 9 mar­cou.

Logo depois, os ner­vos à flor da pele resul­taram em qua­tro expul­sões, duas em cada time: Mar­in­ho e Ever­ton Cebolin­ha rece­ber­am o ver­mel­ho pelo Fla­men­go e Manoel e Caio Paulista pelo Tri­col­or. Foram acres­cen­ta­dos dez min­u­tos ao fim do tem­po reg­u­la­men­tar, que servi­ram como mais opor­tu­nidades para pressão rubro-negra, mas o placar não se alter­ou.

Na próx­i­ma roda­da, no dia 28, o Flu­mi­nense recebe o Juven­tude, no Mara­canã, enquan­to o Fla­men­go visi­ta o For­t­aleza.

São Paulo vence e deixa Ceará para trás

Na cap­i­tal cearense, Ceará e São Paulo entraram em cam­po com cam­pan­has idên­ti­cas (31 pon­tos e seis vitórias). No entan­to, nada deu cer­to para o Vozão e tudo fluiu bem para o Tri­col­or paulista no Castelão. Vitória por 2 a 0. Aos 22 min­u­tos, Cal­leri, de cabeça, abriu o placar para o São Paulo após cruza­men­to de Patrick pela esquer­da. Ain­da no primeiro tem­po, Luiz Otávio der­rubou o ata­cante argenti­no, em joga­da ini­cial­mente mar­ca­da como pênalti para a equipe paulista, com cartão amare­lo para o defen­sor adver­sário. No entan­to, após revisão no VAR, a mar­cação foi alter­a­da para fal­ta fora da área e o cartão amare­lo virou ver­mel­ho.

Com um a menos, o Ceará foi valente em bus­ca de pres­sion­ar o São Paulo. Mas na segun­da eta­pa, não supor­tou jog­ar com dois a menos, já que Zé Rober­to tam­bém foi expul­so por entra­da vio­len­ta em Diego Cos­ta. Nos acrésci­mos, Bus­tos mar­cou e deu números finais à par­ti­da.

O São Paulo foi a 34 pon­tos, abrindo seis para a zona de rebaix­a­m­en­to. O Ceará tem 31. Na próx­i­ma roda­da, o Tri­col­or recebe o Avaí, no domin­go (25), enquan­to o Ceará visi­ta o Coriti­ba três dias depois.

Bragantino 1 x 1 Goiás

Na man­hã do domin­go (18), Bra­gan­ti­no e Goiás empataram em 1 a 1 em Bra­gança Paulista (SP). O Mas­sa Bru­ta abriu o placar aos 27 da primeira eta­pa, quan­do Léo Ortiz roubou bola na inter­mediária e cru­zou para Aler­ran­dro com­ple­tar. O empate do Goiás veio no iní­cio do segun­do tem­po. Pedro Raúl cobrou pênalti e igualou, mar­can­do o 15º dele na com­petição e se igua­lan­do a Cano, do Flu­mi­nense, como artil­heiro do campe­ona­to.

Com o resul­ta­do, o Esmeraldino foi a 37 pon­tos, momen­tanea­mente ocu­pan­do a oita­va posição. O próx­i­mo due­lo da equipe é con­tra o Botafo­go, em Goiâ­nia, no dia 28. No mes­mo dia, o Bra­gan­ti­no, 12º colo­ca­do com 34 pon­tos, visi­ta o Inter­na­cional.

Edição: Cláu­dia Soares Rodrigues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Thiago Braz não consegue índice para disputar os Jogos de Paris

Repro­dução: © Reuters/Dylan Martinez/Direitos Reser­va­dos Campeão olímpico no salto com vara disputou o Troféu Brasil …