...
quinta-feira ,7 dezembro 2023
Home / Esportes / Fluminense enfrenta Boca em busca da Glória Eterna da Libertadores

Fluminense enfrenta Boca em busca da Glória Eterna da Libertadores

Repro­dução: © Marce­lo Goncalves/Fluminense F. C./Direitos Reser­va­dos

Rádio Nacional transmite a decisão da competição a partir das 17h


Pub­li­ca­do em 04/11/2023 — 07:00 Por Agên­cia Brasil — Rio de Janeiro

ouvir:

Em bus­ca do inédi­to títu­lo da Copa Lib­er­ta­dores, o Flu­mi­nense recebe o Boca Juniors (Argenti­na), a par­tir das 17h (horário de Brasília) deste sába­do (4) no está­dio do Mara­canã. A Rádio Nacional trans­mite ao vivo a decisão da prin­ci­pal com­petição de clubes da Améri­ca do Sul.

Título inédito

Der­ro­ta­do na úni­ca final de Lib­er­ta­dores que alcançou até então na história da com­petição (com revés de 3 a 1 na dis­pu­ta de pênaltis para os equa­to­ri­anos da LDU em pleno Mara­canã no dia 2 de jul­ho de 2008), o Tri­col­or das Laran­jeiras ten­ta con­quis­tar pela primeira vez a Glória Eter­na da Lib­er­ta­dores.

Para isto, a equipe coman­da­da pelo téc­ni­co Fer­nan­do Diniz apos­ta tan­to no bom fute­bol como na sua força como man­dante. Em seis par­tidas jogan­do em casa, a equipe brasileira não sofreu nen­hu­ma der­ro­ta (foram 2 empates e 4 vitórias, uma delas uma golea­da de 5 a 1 sobre os argenti­nos do Riv­er Plate na fase de gru­pos).

Em entre­vista cole­ti­va con­ce­di­da na últi­ma sex­ta-feira (3) o capitão da equipe tri­col­or, o zagueiro Nino, comen­tou a opor­tu­nidade de decidir a com­petição em casa: “É espe­cial viv­er esse momen­to no Mara­canã. Des­de que soube­mos que a final seria aqui, [estar aqui] foi um obje­ti­vo que traçamos. Ficamos muito felizes e con­hece­mos o cam­po, mas não sei se é tão deter­mi­nante. Sei que ter­e­mos pes­soas queri­das pre­sentes, como nos­sa família e tor­ci­da, o que nos enche de moti­vação e faz com que entremos em cam­po com um algo a mais”.

Neste con­tex­to a expec­ta­ti­va é de que o Flu­mi­nense tente atu­ar val­orizan­do a posse de bola e abu­san­do da qual­i­dade de seus home­ns de frente, que cri­am boas opor­tu­nidades para o artil­heiro argenti­no Ger­mán Cano, artil­heiro iso­la­do da atu­al edição da Lib­er­ta­dores com 12 gols. Mas a grande dúvi­da do torce­dor tri­col­or está na equipe tit­u­lar que o téc­ni­co Fenan­do Diniz man­dará a cam­po.

“Difer­ente do Almirón [téc­ni­co do Boca], vocês terão que imag­i­nar […]. A base de min­ha estraté­gia é colo­car [em cam­po] o mel­hor time para cada jogo. É isso que farei aman­hã”, afir­mou Fer­nan­do Diniz.

Pelas opções que fez até aqui na com­petição, o treinador pode optar tan­to por uma for­mação com qua­tro jogadores de frente (Arias, Cano, John Kennedy e Keno) como pode optar pela entra­da de mais um volante no lugar de John Kennedy. Des­ta for­ma, o Tri­col­or deve entrar em cam­po com: Fábio; Samuel Xavier, Nino, Felipe Melo e Marce­lo; André, Mar­tinel­li (John Kennedy) e Gan­so; Arias, Keno e Cano.

Time com mais finais de Libertadores

Se o Flu­mi­nense bus­ca seu primeiro títu­lo na com­petição con­ti­nen­tal, o Boca Juniors quer chegar à sua séti­ma con­quista, o que lhe per­mi­tiria igualar o Inde­pen­di­ente (Argenti­na) como clube com maior número de troféus no torneio (sete).

Para ten­tar alcançar este obje­ti­vo, os argenti­nos dis­putarão a sua 12ª final de Lib­er­ta­dores (um recorde), a primeira des­de 2018. Mas ao con­trário do Flu­mi­nense, que se nota­bi­li­zou até aqui na Lib­er­ta­dores pela força ofen­si­va, o Boca tem como maior vir­tude a solidez defen­si­va. Para chegar à decisão, por exem­p­lo, os argenti­nos empataram todos os con­fron­tos do mata-mata: con­tra o Nacional (Uruguai) nas oitavas, o Rac­ing (Argenti­na) nas quar­tas e o Palmeiras na semi­fi­nal.

Ao comen­tar o jogo deci­si­vo com o Flu­mi­nense, o téc­ni­co Jorge Almirón deixou claro que con­hece o esti­lo de seu adver­sário: “Acom­pan­ho o Flu­mi­nense des­de o iní­cio da Copa Lib­er­ta­dores. É um time que ten­ta jog­ar, tro­ca posições e faz isso muito bem. A equipe tem a ideia do treinador muito bem rep­re­sen­ta­da em cam­po, assim como jogadores históri­cos, que atu­aram em grandes times. É uma final e esta­mos prepara­dos para enfrentar este tipo de jogo”.

A equipe argenti­na deve ini­ciar o con­fron­to deci­si­vo com: Romero; Advín­cu­la, Figal, Valen­ti­ni e Fab­ra; Med­i­na, G. Fer­nán­dez, E. Fer­nán­dez e Valentin Bar­co; Mer­en­tiel e Cavani.

Transmissão da Rádio Nacional

Rádio Nacional trans­mite Boca Juniors e Flu­mi­nense com a nar­ração de André Luiz Mendes, comen­tários de Waldir Luiz, reportagem de Rodri­go Ricar­do e plan­tão de Rodri­go Cam­pos. Você acom­pan­ha o Show de Bola Nacional aqui:

Edição: Fábio Lis­boa

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Brasil alcança seu maior número de ouros em uma edição de Parapan

Repro­dução: © Cris Mattos/CPB/Direitos Reser­va­dos Destaque é Samuel Oliveira, ouro nos 400 metros com direito …