...
sexta-feira ,1 março 2024
Home / Esportes / Futebol brasileiro faz festa em dose dupla no Parapan de Santiago

Futebol brasileiro faz festa em dose dupla no Parapan de Santiago

Repro­du­ção: © Dou­glas Mag­no / CPB/Direitos Reser­va­dos

Tanto a seleção de cegos, quanto a de paralisados cerebrais levam ouro


Publi­ca­do em 25/11/2023 — 22:31 Por Lin­coln Cha­ves — Repór­ter da EBC — São Pau­lo

ouvir:

O fute­bol bra­si­lei­ro fes­te­jou em dose dupla na noi­te des­te sába­do (25), nos Jogos Para­pan-Ame­ri­ca­nos de San­ti­a­go, no Chi­le. No fute­bol de cegos, o Bra­sil ven­ceu a Colôm­bia por 1 a 0 e garan­tiu a meda­lha de ouro da moda­li­da­de pela quin­ta vez. No fute­bol de para­li­sa­dos cere­brais (PC), a sele­ção ver­de e ama­re­la asse­gu­rou o tetra­cam­pe­o­na­to ao bater a Argen­ti­na na pror­ro­ga­ção, pelo mes­mo pla­car.

Con­si­de­ra­do o melhor joga­dor de fute­bol de cegos do mun­do, Ricar­di­nho foi deci­si­vo para a con­quis­ta bra­si­lei­ra, mar­can­do o gol da vitó­ria, nos ins­tan­tes finais do pri­mei­ro tem­po. O títu­lo teve um gos­to espe­ci­al para o joga­dor, que pas­sou os últi­mos seis meses afas­ta­do de cam­po, devi­do a uma lesão no joe­lho direi­to.

Em seis jogos na com­pe­ti­ção, o Bra­sil ven­ceu cin­co e per­deu somen­te da Argen­ti­na — atu­al cam­peã mun­di­al — na pri­mei­ra fase. Ricar­di­nho foi o arti­lhei­ro da cam­pa­nha, com cin­co gols. Nona­to (três gols), Tia­go Para­ná e Jefi­nho (um cada) tam­bém balan­ça­ram as redes.

A final do fute­bol de PC foi emo­ci­o­nan­te. O Bra­sil jogou a mai­or par­te da par­ti­da com um a menos, com a expul­são de Bira, mas resis­tiu à pres­são dos argen­ti­nos e levou o con­fron­to à pror­ro­ga­ção. No minu­to final do segun­do tem­po extra, após joga­da de Ânge­lo, Cesi­nha fez o gol do títu­lo.

A tra­je­tó­ria bra­si­lei­ra na moda­li­da­de foi per­fei­ta: seis jogos e seis vitó­ri­as. Foram 24 gols mar­ca­dos — sen­do 11 na gole­a­da por 11 a 1 con­tra o Cana­dá, na pri­mei­ra fase. Matheus Car­do­so, com cin­co gols, foi o arti­lhei­ro da equi­pe ver­de e ama­re­la em San­ti­a­go.

Outra final dis­pu­ta­da nes­te sába­do à noi­te foi a de duplas da clas­se quad (atle­tas com defi­ci­ên­cia nos mem­bros infe­ri­o­res e supe­ri­o­res) do tênis em cadei­ra de rodas. A par­ce­ria entre Yma­ni­tu Sil­va e Lean­dro Pena ficou com a pra­ta, supe­ra­da pelos chi­le­nos Fran­cis­co Cayu­leff e Die­go Pérez por 2 sets a 1, par­ci­ais de 7/6 (7–5), 2/6 e 7–10 no super tie-bre­ak (desem­pa­te em melhor de dez pon­tos).

O Bra­sil encer­rou o sába­do com 332 meda­lhas, sen­do 151 de ouro, supe­ran­do, com fol­ga, o desem­pe­nho do Para­pan de Lima, no Peru, há qua­tro anos. Nes­te domin­go (26), últi­mo dia do even­to em San­ti­a­go, o país dis­pu­ta lugar no pódio em pro­vas do ciclis­mo e oito clas­ses do para­bad­min­ton (seis finais e dois con­fron­tos valen­do bron­ze).

Edi­ção: Cláu­dia Soa­res Rodri­gues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Botafogo e Vasco fazem clássico decisivo pelo Campeonato Carioca

Repro­du­ção: © Vitor Silva/Botafogo/Direitos Reser­va­dos Rádio Nacional transmite o confronto a partir das 16h deste …