...
sábado ,15 junho 2024
Home / Educação / Golpistas usam página falsa do Enem para roubar dinheiro da inscrição

Golpistas usam página falsa do Enem para roubar dinheiro da inscrição

Repro­du­ção: Gover­no Fede­ral

Polícia Federal investiga o caso


Publicado em 02/06/2024 — 09:12 Por Bruno de Freitas Moura — Repórter da Agência Brasil — Rio de Janeiro

A famí­lia da jor­na­lis­ta Môni­ca Siquei­ra teve uma sur­pre­sa desa­gra­dá­vel quan­do ten­tou fazer a ins­cri­ção para o Exa­me Naci­o­nal do Ensi­no Médio (Enem). Mora­do­ra de Bra­sí­lia, a filha dela, ain­da menor de ida­de, quer fazer a pro­va como for­ma de trei­na­men­to, mes­mo antes de con­cluir o ensi­no médio.

Ao ten­tar fazer a ins­cri­ção na últi­ma quin­ta-fei­ra (30), ela usou o Goo­gle para pes­qui­sar o ende­re­ço da pági­na de ins­cri­ção e encon­trou um site que se pas­sa­va pelo ofi­ci­al. Era, no entan­to, uma pági­na fal­sa.

“Eu olhei e esta­va direi­ti­nho o design, o layout. A pági­na era igual, esta­va escri­to ‘Ins­cri­ção Enem 2024’, tinha o robo­zi­nho (chat de inte­li­gên­cia arti­fi­ci­al) que ensi­na o pas­so a pas­so”, lem­bra Môni­ca, des­ta­can­do as seme­lhan­ças.

Golpe pagamento da taxa do enem. Print de página fraudulenta.
Repro­du­ção: Gol­pe paga­men­to da taxa do enem. Print de pági­na frau­du­len­ta. — Print/AgenciaBrasil

Ao seguir o pro­ce­di­men­to e infor­man­do alguns dados, a estu­dan­te che­gou à pági­na da cobran­ça de R$ 85, que ofe­re­cia a opção de paga­men­to por bole­to ou pix. Môni­ca fez o paga­men­to, inclu­si­ve com peque­no des­con­to, por ter esco­lhi­do a opção pix.

Sem rece­ber qual­quer email de con­fir­ma­ção, mãe e filha pas­sa­ram a des­con­fi­ar de que se tra­ta­va de um gol­pe. Inclu­si­ve, a filha notou que o site da supos­ta ins­cri­ção sequer per­gun­tou se a pro­va seria fei­ta por par­ti­ci­pan­te “trei­nei­ro”, que é o caso dela, ou “para valer”.

Após bus­car mais infor­ma­ções com ami­gos e nas redes soci­ais, Môni­ca viu rela­tos pare­ci­dos e enten­deu que real­men­te tinha sido víti­ma de uma enga­na­ção.

Para ela, além da ques­tão finan­cei­ra, o gol­pe é um pre­juí­zo para a edu­ca­ção. “Pes­so­as que podem não per­ce­ber que caí­ram no gol­pe e achar que estão ins­cri­tas”.

Sem con­tar, acres­cen­ta ela, que para mui­tas pes­so­as, é um dinhei­ro que faz fal­ta. “Pes­so­as que estão em situ­a­ção de vul­ne­ra­bi­li­da­de e estão con­se­guin­do dinhei­ro para poder fazer o Enem, isso é mui­to gra­ve”.

Site derrubado

Nas redes soci­ais, há rela­tos seme­lhan­tes nos últi­mos dias de pes­so­as que qua­se foram enga­na­das ou que caí­ram no gol­pe. O site rela­ta­do é o mes­mo, inscricao-2024.com, que já foi reti­ra­do do ar. Usuá­ri­os citam que o link apa­re­ce em for­ma de anún­cio no Goo­gle.

O caso está sen­do inves­ti­ga­do pela Polí­cia Fede­ral. O Ins­ti­tu­to Naci­o­nal de Estu­dos e Pes­qui­sas Edu­ca­ci­o­nais Aní­sio Tei­xei­ra (Inep), autar­quia do Minis­té­rio da Edu­ca­ção res­pon­sá­vel pelo Enem, refor­çou nas redes soci­ais que a ins­cri­ção para o exa­me deve ser fei­ta exclu­si­va­men­te pelo ende­re­ço enem.inep.gov.br/participante.

“Após a rea­li­za­ção da ins­cri­ção, o sis­te­ma gera­rá um bole­to do Ban­co do Bra­sil para o paga­men­to da taxa. Esse bole­to só é dis­po­ni­bi­li­za­do ao ins­cri­to após aces­so ao sis­te­ma do exa­me por meio do login úni­co do Gov.br.”, aler­ta.

Aliás, outra dife­ren­ça para o site frau­du­len­to é que as ins­cri­ções cor­re­tas podem ser pagas por car­tão de cré­di­to e débi­to e não ape­nas por bole­to e pix.

Pro­cu­ra­da pela Agên­cia Bra­sil nes­te sába­do (1º), a Polí­cia Fede­ral infor­mou que “não se mani­fes­ta sobre even­tu­ais inves­ti­ga­ções em anda­men­to”.

Tam­bém pro­cu­ra­da pela Agên­cia Bra­sil, a Goo­gle infor­mou que ado­ta polí­ti­cas rígi­das que deli­mi­tam a for­ma como pes­so­as e empre­sas podem anun­ci­ar pro­du­tos por meio do Goo­gle Ads, a pla­ta­for­ma de anún­ci­os do site de bus­cas.

“Quan­do iden­ti­fi­ca­mos uma vio­la­ção às nos­sas polí­ti­cas, agi­mos ime­di­a­ta­men­te sus­pen­den­do o anún­cio e, até mes­mo, blo­que­an­do a con­ta do anun­ci­an­te”, diz o comu­ni­ca­do.

Ain­da segun­do a empre­sa, em 2023 foram blo­que­a­dos ou remo­vi­dos, glo­bal­men­te, 5,5 bilhões de anún­ci­os e 12,7 milhões de con­tas por vio­la­ções às polí­ti­cas da com­pa­nhia.

“Se algum con­su­mi­dor sus­pei­tar ou for víti­ma de gol­pe, ofe­re­ce­mos uma fer­ra­men­ta para denun­ci­ar vio­la­ções de nos­sas polí­ti­cas”, fina­li­za. As denún­ci­as podem ser fei­tas nes­te ende­re­ço.

Provas

As ins­cri­ções para o Enem 2024 estão aber­tas até 7 de junho (estu­dan­tes do Rio Gran­de do Sul terão o pra­zo ampli­a­do, por cau­sa da cala­mi­da­de cau­sa­da pela chu­va). A taxa é de R$ 85 e deve ser paga até 12 de junho. O pra­zo para soli­ci­tar isen­ção ter­mi­nou em abril. As pro­vas serão nos dias 3 e 10 de novem­bro, nas 27 uni­da­des da Fede­ra­ção.

Além de ava­li­ar o desem­pe­nho esco­lar dos estu­dan­tes ao tér­mi­no da edu­ca­ção bási­ca, o Enem se tor­nou a prin­ci­pal por­ta de entra­da para a edu­ca­ção supe­ri­or no Bra­sil, por meio do Sis­te­ma de Sele­ção Uni­fi­ca­da (Sisu), empre­ga­do por uni­ver­si­da­des públi­cas, e de ini­ci­a­ti­vas como o Pro­gra­ma Uni­ver­si­da­de para Todos (Prou­ni) e o Fun­do de Finan­ci­a­men­to Estu­dan­til (Fies), uti­li­za­do por facul­da­des par­ti­cu­la­res.

Edi­ção: Mar­ce­lo Bran­dão

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Defesa Civil alerta para novas chuvas no RS nesta semana

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Está previsto o avanço de frente fria na região Publicado …