...
quarta-feira ,24 julho 2024
Home / Política / Governo anuncia investimentos em educação e saúde no Ceará

Governo anuncia investimentos em educação e saúde no Ceará

Repro­dução: © Ricar­do Stuckert/ PR

“É preciso dar ao povo do Nordeste chance de competir”, disse Lula


Publicado em 20/06/2024 — 16:04 Por Andreia Verdélio — Repórter da Agência Brasil — Brasília

ouvir:

O pres­i­dente Luiz Iná­cio Lula da Sil­va anun­ciou, nes­ta quin­ta-feira (20), recur­sos do gov­er­no fed­er­al para mel­ho­ria da edu­cação supe­ri­or no Ceará. Serão feitos inves­ti­men­tos em qua­tro insti­tu­ições de ensi­no supe­ri­or que alcançam hos­pi­tais uni­ver­sitários, novos cur­sos e novos campi e obras de mel­ho­rias. O even­to ocor­reu no Palá­cio da Abolição, em For­t­aleza, cap­i­tal cearense.

Lula afir­mou que os inves­ti­men­tos no Nordeste são pri­or­i­dade em seu gov­er­no, já que, his­tori­ca­mente, esta­dos do Sul e Sud­este sem­pre foram ben­e­fi­ci­a­dos. “Por que no Nordeste temos menos uni­ver­si­dades, menos mestres, menos doutores, menos insti­tu­tos de pesquisa, menos lab­o­ratórios, por que a gente tem mais desnu­trição, mor­tal­i­dade infan­til, mais anal­fa­beto? Não é nor­mal, Deus não pode ser injus­to com o povo do Nordeste”, ques­tio­nou Lula.

“É pre­ciso dar ao povo do Nordeste a chance dele poder com­pe­tir. A gente não quer tirar nada de ninguém, a gente quer ape­nas ter a mes­ma opor­tu­nidade. O nos­so fil­ho não quer tirar o rico da uni­ver­si­dade, a gente quer ter o dire­ito de com­pe­tir com ele no Enem. A gente quer ter a chance de sen­tar lado a lado e ver quem estu­dou mais. Diz­er que o pobre é mais bur­ro que o rico é men­ti­ra, porque [o edu­cador] Paulo Freire dizia ‘quan­do as cri­anças comem, todo mun­do vira inteligente’. Então, tomei quase como uma profis­são de fé [os inves­ti­men­tos em edu­cação]”, acres­cen­tou o pres­i­dente.

Investimentos

Serão ben­e­fi­ci­adas a Uni­ver­si­dade Fed­er­al do Ceará (UFC), a Uni­ver­si­dade Fed­er­al do Cariri (UFCA), a Uni­ver­si­dade da Inte­gração Inter­na­cional da Luso­fo­nia Afro-Brasileira (Uni­lab) e o Insti­tu­to Fed­er­al de Edu­cação, Ciên­cia e Tec­nolo­gia do Ceará (IFCE). Os recur­sos serão alo­ca­dos por meio do novo Pro­gra­ma de Acel­er­ação do Cresci­men­to (PAC) e incluem inves­ti­men­tos já anun­ci­a­dos pelo gov­er­no fed­er­al para obras de infraestru­tu­ra para o ensi­no supe­ri­or.

De acor­do com o gov­er­no, para o Ceará serão des­ti­na­dos R$ 189 mil­hões para as uni­ver­si­dades fed­erais, R$ 316,4 mil­hões para hos­pi­tais uni­ver­sitários e R$ 190,3 mil­hões para o IFCE. Além dis­so, out­ros R$ 83,2 mil­hões são uma con­tra­parti­da do esta­do e dos municí­pios, num total de R$ 778,9 mil­hões volta­dos para expan­são e con­sol­i­dação de insti­tu­ições fed­erais de ensi­no e da saúde no esta­do.

Acordos assinados

Durante o even­to, a UFCA e a Empre­sa Brasileira de Serviços Hos­pi­ta­lares assi­naram pro­to­co­lo de intenção para prestação de serviços no novo hos­pi­tal uni­ver­sitário. A pre­visão é que sejam investi­dos R$ 200 mil­hões na con­strução da unidade.

O Min­istério da Edu­cação (MEC) e a UFCA tam­bém assi­naram ter­mo de parce­ria para inves­ti­men­tos de R$ 34,5 mil­hões na con­sol­i­dação e expan­são da uni­ver­si­dade. Isso inclui o novo hos­pi­tal vet­er­inário no cam­pus do Cra­to, o restau­rante e a nova bib­liote­ca cen­tral no cam­pus de Juazeiro do Norte e os novos blo­cos acadêmi­cos para os campi de Bar­balha, Bre­jo San­to e Icó.

Já para a UFC, o MEC des­ti­nará R$ 196 mil­hões para as novas insta­lação do com­plexo hos­pi­ta­lar, da Mater­nidade Esco­la Assis Chateaubriand e do Hos­pi­tal Uni­ver­sitário Wal­ter Can­tí­dio, autor­iza­ção de lic­i­tação da con­strução do novo blo­co de cur­so de odon­tolo­gia do cam­pus de Crateús, de blo­co didáti­co no cam­pus de Quix­adá, do novo pré­dio do cur­so de med­i­c­i­na do cam­pus de Rus­sa, restau­ração do pré­dio da bib­liote­ca e con­strução da quadra polies­porti­va do cam­pus de Sobral e con­strução da quadra polies­porti­va do cam­pus de Ita­pa­jé

O ter­mo de parce­ria entre o MEC e Uni­lab pre­vê R$ 75,2 mil­hões em inves­ti­men­tos para obras de urban­iza­ção dos pré­dios acadêmi­cos, con­clusão de implan­tação de novos lab­o­ratórios e salas de aulas; con­clusão das obras de con­strução das residên­cias uni­ver­sitárias e con­strução de novo giná­sio polies­porti­vo. Todas as inter­venções são no cam­pus das Auro­ras, no municí­pio de Redenção. A Uni­lab tam­bém gan­hará um novo cam­pus, que será con­struí­do no municí­pio Batu­rité.

Por fim, no IFCE serão investi­dos 190,3 mil­hões, que terá seis novos campi, além de novos restau­rantes estu­dan­tis e bib­liote­cas em out­ros campi. Durante o even­to, o novo cam­pus São Ger­ar­do rece­beu autor­iza­ção de fun­ciona­men­to já para o primeiro semes­tre de 2025.

Ain­da hoje, na cap­i­tal cearense, o pres­i­dente Lula par­tic­i­pa da cer­imô­nia de entre­ga de 416 aparta­men­tos no Res­i­den­cial Cidade Jardim III, con­struí­das com recur­sos do pro­gra­ma Min­ha Casa, Min­ha Vida (MCMV).

Edição: Marce­lo Brandão

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Morre a deputada mato-grossense Amália Barros

Repro­dução: © Zeca Ribeiro/Camara dos Dep­uta­dos Parlamentar lutava pelos direitos das pessoas com visão monocular …