...
segunda-feira ,22 julho 2024
Home / Economia / Governo retira limite para financiar projetos de telecomunicações

Governo retira limite para financiar projetos de telecomunicações

Brasília, DF, Brasil: Antenas. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
© Marce­lo Camargo/Agência Brasil (Repro­dução)

Funtell dará apoio para projetos acima de R$ 30 milhões


Pub­li­ca­do em 27/01/2021 — 12:15 Por Agên­cia Brasil — Brasília

O Con­sel­ho Gestor do Fun­do para o Desen­volvi­men­to Tec­nológi­co das Tele­co­mu­ni­cações (Funt­tel) decid­iu ampli­ar o finan­cia­men­to e incluirá o apoio para pro­je­tos aci­ma de R$ 30 mil­hões. Este val­or era o lim­ite por enti­dade ou empre­sa ben­efi­ciária a cada 24 meses.

As lin­has de crédi­to do Funt­tel oper­adas pela Finan­ciado­ra de Estu­dos e Pro­je­tos (Finep) têm taxa de juros anu­al lim­i­ta­da à soma da Taxa Ref­er­en­cial (TR) mais 7% ao ano.

Segun­do o Min­istério das Comu­ni­cações, a alter­ação per­mite que recur­sos do Funt­tel, repas­sa­dos em 2018, mas ain­da disponíveis na Finep, pos­sam ser apli­ca­dos em pro­je­tos com maior poten­cial de impacto na cadeia pro­du­ti­va do setor de tele­co­mu­ni­cações.

Linhas de crédito

Ao lon­go de 20 anos, o Funt­tel apli­cou mais de R$ 3 bil­hões em diver­sos pro­je­tos no setor de tele­co­mu­ni­cações.

As lin­has de crédi­to com recur­sos do Funt­tel apoiam a aquisição de equipa­men­tos de tele­co­mu­ni­cações com tec­nolo­gia nacional para expandir e mod­ern­izar redes de tele­co­mu­ni­cações, a adoção de ino­vações tec­nológ­i­cas em proces­sos pro­du­tivos das empre­sas do setor e o desen­volvi­men­to de pro­du­tos e soluções tec­nológ­i­cas em tele­co­mu­ni­cações.

Os pro­je­tos apoia­dos pelo Fun­do, con­tribuem, tam­bém, para via­bi­lizar out­ras ino­vações, como a soluções rela­cionadas redes 5G e a apli­cações de “Inter­net das Coisas” em sis­temas agrí­co­las, de trans­porte, saúde e segu­rança.

Edição: Valéria Aguiar

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Real completa 30 anos com desafio de manter poder de compra

Repro­dução: © Tânia Rêgo/Agência Brasil Índice oficial de inflação, IPCA acumula 708% desde a criação …