...
domingo ,16 junho 2024
Home / Noticias / Grande São Paulo ainda tem 200 mil imóveis sem energia após chuvas

Grande São Paulo ainda tem 200 mil imóveis sem energia após chuvas

Repro­du­ção: © Rove­na Rosa/Agência

MTST faz manifestação pedindo restauração do serviço


Publi­ca­do em 07/11/2023 — 12:15 Por Cami­la Boehm – Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — São Pau­lo

ouvir:

Após qua­tro dias da tem­pes­ta­de que atin­giu área de con­ces­são da Enel, 200 mil imó­veis con­ti­nu­am sem ener­gia elé­tri­ca nes­ta ter­ça-fei­ra (7).

A empre­sa infor­mou, em nota no site, que a ener­gia foi res­ta­be­le­ci­da para 90% dos cli­en­tes que tive­ram o for­ne­ci­men­to impac­ta­do. No total, 2,1 milhões de pes­so­as fica­ram sem ener­gia elé­tri­ca depois das chu­vas de sex­ta-fei­ra (3).

Manifestação

O Movi­men­to dos Tra­ba­lha­do­res Sem Teto (MTST-SP) fez mani­fes­ta­ção na manhã de hoje em fren­te ao pré­dio da Enel, no Morum­bi. Os mani­fes­tan­tes exi­gi­am a res­tau­ra­ção do ser­vi­ço de ener­gia, a res­pon­sa­bi­li­za­ção da con­ces­si­o­ná­ria pelos pre­juí­zos cau­sa­dos à popu­la­ção do esta­do e um pla­no de ação efi­ci­en­te para as tem­po­ra­das de chu­vas.

O movi­men­to res­sal­tou que entre os imó­veis afe­ta­dos estão esta­be­le­ci­men­tos comer­ci­ais, esco­las e até hos­pi­tais e que, em alguns bair­ros, ain­da fal­ta ener­gia. O MTST denun­cia o suca­te­a­men­to dos ser­vi­ços públi­cos no esta­do de São Pau­lo, apon­tan­do que a situ­a­ção tem se inten­si­fi­ca­do por con­ta das pri­va­ti­za­ções.

“Rece­be­mos inú­me­ras denún­ci­as de comu­ni­da­des intei­ras sem ener­gia por mais de 50 horas. Inú­me­ras pes­so­as per­de­ram o pou­co que tinham para comer sem qual­quer retor­no da empre­sa pelos canais de comu­ni­ca­ção. Exi­gi­mos a reto­ma­da ime­di­a­ta do ser­vi­ço de ener­gia, o res­sar­ci­men­to e a res­pon­sa­bi­li­za­ção pelos danos cau­sa­dos. O que acon­te­ceu em São Pau­lo nos últi­mos dias é um aler­ta sobre resul­ta­dos nefas­tos das pri­va­ti­za­ções dos ser­vi­ços bási­cos no Esta­do de São Pau­lo. A Enel de hoje pode ser a Sabesp de ama­nhã”, dis­se Débo­ra Lima, coor­de­na­do­ra naci­o­nal do MTST, em nota.

Edi­ção: Ali­ne Leal

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Sobe para 175 o número de mortos no RS após enchentes

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Dois corpos foram encontrados em Teutônia e Agudo Publicado em …