...
domingo ,21 julho 2024
Home / Noticias / Hoje é Dia: semana celebra Bumba-Meu-Boi, capoeira e combate racismo

Hoje é Dia: semana celebra Bumba-Meu-Boi, capoeira e combate racismo

Repro­dução: © Marce­lo Camargo/Agência Brasil

2 de julho marca os 200 anos da Confederação do Equador, em Pernambuco


Publicado em 30/06/2024 — 07:00 Por Beatriz Arcoverde — Radioagência Nacional — Brasília

ouvir:

A Sem­ana começa com o Dia Nacional do Bum­ba-Meu-Boi, comem­o­ra­do neste domin­go (30) em hom­e­nagem à man­i­fes­tação pop­u­lar que, em 2019, tornar­ia-se Patrimônio Cul­tur­al Ima­te­r­i­al da Humanidade. O espetácu­lo, que mis­tu­ra dança, fol­clore, músi­ca, religião e teatro, é um dos destaques de São Luís (MA). Uma reportagem da Agên­cia Brasil mostra gru­pos de bum­ba-meu-boi mapea­d­os no Maran­hão.

O espe­cial A Far­ra do Boi-Bum­bá retra­tou a len­da da TV Brasil. Com auto­ria e direção de Riba­mar Ribeiro, o pro­gra­ma infan­til se desen­volve em torno de um rico fazen­deiro que tem um boi muito boni­to. Pai Chico, tra­bal­hador da fazen­da, ten­ta sat­is­faz­er o dese­jo de grávi­da da sua mul­her Cati­ri­na, que quer com­er a lín­gua do boi. Pai Chico traz a lín­gua do boi e a con­fusão está for­ma­da. A tra­ma tam­bém traz pequenos con­tos do fol­clorista Câmara Cas­cu­do.

Segun­da-feira, 1° de jun­ho, com­ple­tam-se 50 anos do dia em que a argenti­na María Estela Martínez de Per­on, con­heci­da como Isabeli­ta Perón, se tor­na a primeira mul­her a ocu­par um car­go de pres­i­dente na Améri­ca Lati­na. O pro­gram­ete História Hoje, da Rádio Nacional con­tou como um golpe mil­i­tar der­rubou Isabeli­ta Perón da presidên­cia Argenti­na. Clique e ouça!

Em 3 de jul­ho, o destaque é para o Dia Nacional de Com­bate à Dis­crim­i­nação Racial. A data remete à aprovação da primeira lei brasileira con­tra o pre­con­ceito. Os veícu­los públi­cos da EBC tratam deste tema fre­quente­mente. No ano pas­sa­do, a Rádio Nacional fez uma entre­vista sobre o assun­to com Ângela San­tos, del­e­ga­da do Dis­tri­to Fed­er­al, tit­u­lar da Del­e­ga­cia de Repressão aos Crimes por Dis­crim­i­nação Racial, Reli­giosa, Ori­en­tação Sex­u­al, Pes­soa Idosa ou com Defi­ciên­cia.

Já o pro­gra­ma Cam­in­hos da Reportagem venceu em 2012 o Prêmio Abdias Nasci­men­to com o tema Negros no Brasil: Bril­ho e Invis­i­bil­i­dade, abor­dan­do o fato de que, doze décadas depois da abolição da escra­vatu­ra, o número de brasileiros que se declara pre­to ou par­do é maior que o de bran­cos –ou, em suma, que o Brasil tem se assum­i­do como país negro, cada vez mais. O pro­gra­ma dis­cute a situ­ação do negro no Brasil com números que mostram sua neces­si­dade de super­ar a desigual­dade de ren­da, a pobreza, a vio­lên­cia, ter aces­so à edu­cação e encar­ar o pre­con­ceito de frente.

Há 200 anos, no dia 2 de jul­ho, eclodiu em Per­nam­bu­co a Con­fed­er­ação do Equador, movi­men­to rev­olu­cionário repub­li­cano que se alas­trou pelas provín­cias do Nordeste do Brasil, rep­re­sen­tan­do a prin­ci­pal reação con­tra a tendên­cia monar­quista e a políti­ca cen­tral­izado­ra do gov­er­no de Dom Pedro I. Frei Caneca foi um dos líderes, como con­ta o pro­gram­ete História Hoje.

No dia 4 lem­bramos dos 85 anos da morte da cien­tista polone­sa Marie Curie. Pelas descober­tas sobre a radioa­t­ivi­dade rece­beu o Nobel de Físi­ca em 1903, ao lado do esposo Pierre Curie e do físi­co Hen­ri Bec­quer­el. Ela foi a primeira mul­her a rece­ber a hon­raria. E nova­mente, em 1911, rece­beu o Nobel de Quími­ca pela descober­ta do ele­men­to quími­co rádio: a úni­ca pes­soa no plan­e­ta a rece­ber duas vezes a pre­mi­ação. Bati­zou tam­bém o ele­men­to polônio, em refer­ên­cia às suas ori­gens. Em decor­rên­cia da exposição à radioa­t­ivi­dade Marie Curie mor­reu aos 66 anos, na França.

O pro­gra­ma Ciên­cia é Tudo da TV Brasil, hom­e­na­geou as mul­heres e meni­nas cien­tis­tas. Con­fi­ra!

Já 5 de jun­ho é o Dia Mundi­al da Capoeira. Mar­gin­al­iza­da no pas­sa­do, a capoeira se tornou um sím­bo­lo do país no mun­do inteiro. Para con­hecer sua história, assista à reportagem da TV Brasil:

Con­fi­ra os destaques* da sem­ana de 30 de jun­ho a 6 de jul­ho de 2024:

Jun­ho de 2024
30

Nasci­men­to do esc­i­tor, dra­matur­go e cineas­ta paulista João Sil­vério Tre­visan (80 anos)

Nasci­men­to do com­pos­i­tor flu­mi­nense João Petra de Bar­ros (110 anos)

Cri­ação do Comitê Olímpi­co Inter­na­cional (130 anos)

Dia do Desporto, Dia do Atle­ta Olímpi­co e Dia Mundi­al do Desporto Olímpi­co

Inau­gu­ração da Rádio Nacional FM de Brasília (47 anos)

Jul­ho de 2024
1

Nasci­men­to do ator, roteirista, dire­tor e pro­du­tor cin­e­matográ­fi­co britâni­co Charles Laughton (125 anos) — primeiro ator a inter­pre­tar o dete­tive Her­cule Poirot no teatro, em 1928, e o primeiro ator britâni­co a gan­har o Oscar de mel­hor ator pelo filme britâni­co “Os Amores de Hen­rique VIII”

Nasci­men­to da poet­i­sa e escrito­ra de crôni­cas paranaense Júlia da Cos­ta (180 anos)

Nasci­men­to do dire­tor de filmes, ator, roteirista e pro­du­tor francês Claude Berri (90 anos)

Nasci­men­to do autor e dire­tor de teatro estadunidense, e rad­i­ca­do no Brasil, Ger­ald Thomas (70 anos)

Morte do ator estadunidense Mar­lon Bran­do (20 anos)

Morte do políti­co e mil­i­tar argenti­no Juan Domin­go Perón (50 anos) — pres­i­dente da Argenti­na em três mandatos, entre os anos 1940 e 1970

Iní­cio da Con­fer­ên­cia de Bret­ton Woods, encon­tro que criou o Bird e o FMI (80 anos)

A argenti­na María Estela Martínez de Per­on, con­heci­da como Isabeli­ta Perón, se tor­na a primeira mul­her a ocu­par car­go de pres­i­dente na Améri­ca Lati­na (50 anos)

Iní­cio da cir­cu­lação do Real, nova moe­da brasileira (30 anos)

Lança­men­to do apar­el­ho Walk­man da fab­ri­cante Sony, mod­e­lo TPS-L2, primeiro mod­e­lo colo­ca­do à ven­da no Japão (40 anos)

Dia do Bair­ro Impe­r­i­al de São Cristóvão

O então pres­i­dente Ernesto Geisel san­ciona a Lei Com­ple­men­tar nº 20, que deter­mi­na a fusão dos esta­dos da Gua­n­abara e do Rio de Janeiro (50 anos)

Estreia do pro­gra­ma “Sem Cen­sura” na TVE Brasil, atu­al TV Brasil (39 anos)

2

Nasci­men­to do tenista e empresário francês Jean René Lacoste (120 anos) — cri­ador da mar­ca de roupas Lacoste

Nasci­men­to do físi­co, matemáti­co, políti­co e críti­co de arte per­nam­bu­cano Mário Schen­berg (110 anos) — con­sid­er­a­do o maior físi­co teóri­co do Brasil

Nasci­men­to da políti­ca fil­ip­ina Imel­da Mar­cos (95 anos) — con­heci­da mundial­mente pelo escân­da­lo de pos­suir 3.000 pares de sap­atos, suposta­mente adquiri­dos com din­heiro públi­co

Par­ti­da do 1º Con­tin­gente da Força Expe­di­cionária Brasileira, dan­do iní­cio à par­tic­i­pação brasileira na 2ª Guer­ra Mundi­al (80 anos)

Eclode em Per­nam­bu­co a Con­fed­er­ação do Equador (200 anos) — movi­men­to rev­olu­cionário de caráter sep­a­ratista e repub­li­cano que se alas­trou pelas demais provín­cias do nordeste do Brasil, rep­re­sen­tan­do a prin­ci­pal reação con­tra a tendên­cia monar­quista e a políti­ca cen­tral­izado­ra do gov­er­no de Dom Pedro I

3

Morte do músi­co inglês Bri­an Jones (55 anos) — mem­bro fun­dador da ban­da Rolling Stones

Morte do can­tor e com­pos­i­tor flu­mi­nense Alfre­do Albu­querque (90 anos)

Dia Nacional de Com­bate à Dis­crim­i­nação Racial — cel­e­bra a aprovação da Lei n° 1.390, a Lei Afon­so Ari­nos, de 1951

Cir­cu­la, em São Luís, o primeiro número do per­iódi­co Eco do Norte, do escritor e políti­co maran­hense João Lis­boa (190 anos)

4

Morte do poeta e jurista mineiro Cláu­dio Manuel da Cos­ta (235 anos) — par­ticipou do movi­men­to con­heci­do como Con­ju­ração Mineira, ten­do mor­ri­do em cir­cun­stân­cias sus­peitas

Morte da cien­tista polone­sa Marie Curie (85 anos) — primeira mul­her a rece­ber um prêmio Nobel e primeira pes­soa a rece­bê-lo duas vezes, cujas con­quis­tas envolvem o desen­volvi­men­to da radioa­t­ivi­dade e a descober­ta de ele­men­tos quími­cos

Nasci­men­to do can­tor, com­pos­i­tor e instru­men­tista flu­mi­nense Anescarz­in­ho do Salgueiro (95 anos)

A tenista paulista Maria Esther Andion Bueno se tor­na a primeira pes­soa de nacional­i­dade brasileira a vencer um Grand Slam de tênis, no Torneio de Wim­ble­don (65 anos)

5

Nasci­men­to do tenista e políti­co estadunidense Dwight D. Davis (145 anos) — fun­dador da Copa Davis

Morte do artista plás­ti­co sergi­pano Arthur Bis­po do Rosário (35 anos)

Nasci­men­to do escritor e cineas­ta francês Jean Cocteau (135 anos)

Morte da atriz paulista Con­sue­lo Lean­dro (25 anos) — atu­ou no humorís­ti­co “Bal­ança mas não cai”, da Rádio Nacional do Rio de Janeiro

O avi­ador paulista Eduar­do Chaves, pio­neiro da avi­ação brasileira, real­iza a primeira rota entre São Paulo e Rio de Janeiro (110 anos)

Fun­dação da empre­sa transna­cional de comér­cio eletrôni­co Amazon.com, por Jeff Bezos (30 anos)

Dia Mundi­al da Capoeira — comem­o­ração inter­na­cional, pre­vista no Arti­go 10 da Con­venção Inter­na­cional de Capoeira

6

Dia Inter­na­cional das Coop­er­a­ti­vas — data recon­heci­da pela ONU

Nasci­men­to do com­pos­i­tor, pianista, organ­ista e regente cearense Alber­to Nepo­mu­ceno (160 anos)

Morte do can­tor, com­pos­i­tor e vio­lonista baiano João Gilber­to (05 anos)

Morte do com­pos­i­tor, pianista e vio­lonista vir­tu­oso espan­hol Joaquín Rodri­go (25 anos)

Estreia do primeiro filme dos Bea­t­les, “A Hardy Days Night” (60 anos) — con­heci­do no Brasil como os “Reis do Iê, Iê, Iê”

*As datas são sele­cionadas pela equipe de pesquisadores do Pro­je­to Efemérides, da Gerên­cia de Acer­vo da Empre­sa Brasil de Comu­ni­cação (EBC), que traz temas rela­ciona­dos à cul­tura, história, ciên­cia e per­son­al­i­dades, sem­pre ressaltan­do mar­cos nacionais e region­ais. A Gerên­cia de Acer­vo tam­bém atende aos pedi­dos de pesquisa do públi­co exter­no. Bas­ta enviar um e‑mail para [email protected].

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Jornalista da TV Brasil Luciana Barreto é finalista do Prêmio Jabuti

Repro­dução: © Tânia Rêgo/Agência Brasil Tema do livro é o ódio nas redes sociais Publicado …