...
quarta-feira ,19 junho 2024
Home / Noticias / Hoje é Dia: semana traz reflexão sobre a luta antimanicomial

Hoje é Dia: semana traz reflexão sobre a luta antimanicomial

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil

Confira as principais datas e fatos da semana entre 15 e 21 de maio


Publi­ca­do em 15/05/2022 — 07:15 Por Luiz Clau­dio Fer­rei­ra — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

Dois even­tos no ano de 1987, com cará­ter de cons­ci­en­ti­za­ção e luta, garan­ti­ram uma data ofi­ci­al para refle­xão sobre saú­de men­tal. Esse é um dos prin­ci­pais temas do Hoje é Dia des­ta sema­na.

Aque­les even­tos aju­da­ram a ama­du­re­cer entre os pro­fis­si­o­nais da área de que era neces­sá­rio virar a pági­na de todo o tipo de vio­la­ções ocor­ri­das em manicô­mi­os con­tra paci­en­tes com trans­tor­nos psi­quiá­tri­cos. Naque­le ano, entre 25 e 28 de junho, a 1ª Con­fe­rên­cia Naci­o­nal de Saú­de Men­tal (con­fi­ra aqui rela­tó­rio final) cele­bra­va a pro­xi­mi­da­de de uma nova Cons­ti­tui­ção e pro­pu­nha polí­ti­cas de huma­ni­za­ção no tra­ta­men­to dos paci­en­tes. “A defi­ni­ção de uma pes­soa como ‘peri­go­sa’ não deve ter o cará­ter de defi­ni­ti­vo jul­ga­men­to. Sua ela­bo­ra­ção deve estar subor­di­na­da aos obje­ti­vos de uma soci­e­da­de demo­crá­ti­ca, jus­ta, igua­li­tá­ria e capaz de garan­tir os direi­tos huma­nos fun­da­men­tais”, apon­ta­va o docu­men­to.

Tam­bém em 1987, entre os dias 3 e 6 de dezem­bro, a cida­de de Bau­ru (SP) sedi­ou o 2º Con­gres­so Naci­o­nal de Tra­ba­lha­do­res em Saú­de Men­tal, onde é cri­a­do o Movi­men­to Naci­o­nal de Saú­de Men­tal. “Ao recu­sar­mos o papel de agen­te da exclu­são e da vio­lên­cia ins­ti­tu­ci­o­na­li­za­das, que des­res­pei­tam os míni­mos direi­tos da pes­soa huma­na, inau­gu­ra­mos um novo com­pro­mis­so”, apon­ta­va a Car­ta de Bau­ru, docu­men­to gera­do ao final do even­to.

Foi por esse congres­so que foi leva­da a pro­pos­ta de mar­car o dia 18 de maio como o Dia da Luta Anti­ma­ni­co­mi­al Outro mar­co ocor­reu, no ano  2000, com uma lei anti­ma­ni­co­mi­al.

As temá­ti­cas sobre saú­de men­tal podem ser visi­ta­das no acer­vo dos veí­cu­los da Empre­sa Bra­sil de Comu­ni­ca­ção (EBC), incluin­do a série de avan­ços, como é a implan­ta­ção dos Cen­tros de Aten­ção Psi­cos­so­ci­al (Caps), no país. A Agên­cia Bra­sil publi­cou, em 2020, um mapa inte­ra­ti­vo dos locais para aten­di­men­to de paci­en­tes psi­quiá­tri­cos.

Cami­nhos da Repor­ta­gemda TV Bra­sil, tam­bém já inves­ti­gou, em 2015, o pas­sa­do de vio­la­ções, como ocor­reu no Hos­pi­tal Colô­nia, em Bar­ba­ce­na (MG). O pro­gra­ma teve o títu­lo de “Lou­cu­ra e liber­da­de”. A uni­da­de, cri­a­da em 1903,  ficou conhe­ci­da como o mai­or manicô­mio do Bra­sil e onde, pelo menos, 60 mil pes­so­as per­de­ram a vida em um cená­rio de des­res­pei­to aos direi­tos huma­nos. Assis­ta:

As vio­lên­ci­as e cri­mes come­ti­dos em Bar­ba­ce­na vol­ta­ram a ser abor­da­dos pela TV Bra­sil, em 2017. O pro­gra­ma Tri­lha das Letras entre­vis­tou a jor­na­lis­ta Dani­e­la Arbex, que escre­veu o pre­mi­a­do livro Holo­caus­to Bra­si­lei­ro (2016). Ela expli­ca como inves­ti­gou o tema, entre­vis­tou víti­mas e recu­pe­rou his­tó­ri­as difí­ceis de lem­brar. Con­fi­ra:

Nas Rádi­os EBC, o pro­gra­ma Na Tri­lha da His­tó­ria abor­dou a evo­lu­ção do con­cei­to de lou­cu­ra, dos diag­nós­ti­cos e dos tra­ta­men­tos psi­quiá­tri­cos. Ouça o epi­só­dio com­ple­to:

Arte como terapia

A sema­na reser­va tam­bém uma outra data (dia 20) de mar­co revo­lu­ci­o­ná­rio por uma nova for­ma de aten­di­men­to a paci­en­tes psi­quiá­tri­cos. Há 70 anos, foi implan­ta­do o Museu de Ima­gens do Incons­ci­en­te, com tra­ba­lhos pro­du­zi­dos por pes­so­as aten­di­das pela equi­pe da médi­ca ala­go­a­na Nise da Sil­vei­ra, no Rio de Janei­ro.

A psi­qui­a­tra cri­ou em 1946, no Cen­tro Psi­quiá­tri­co Naci­o­nal, Rio de Janei­ro, a Seção de Tera­pêu­ti­ca Ocu­pa­ci­o­nal. Como tera­pia de aten­di­men­to, ela esti­mu­la­va que as pes­so­as pro­du­zis­sem pin­tu­ras e mode­la­gens a fim de que a equi­pe de saú­de com­pre­en­des­se o mun­do inter­no dos paci­en­tes. “A pro­du­ção des­ses ate­li­ês foi tão abun­dan­te que em 1952 nas­ceu o Museu de Ima­gens do Incons­ci­en­te”, con­for­me divul­ga o site do espa­ço cul­tu­ral.

Aliás, se há uma con­so­li­da­ção das idei­as anti­ma­ni­co­mi­ais e de vio­la­ções huma­nas, o país deve à sabe­do­ria da médi­ca Nise da Sil­vei­ra.  (assis­ta aqui ao pro­gra­ma Estú­dio Móvel sobre a his­tó­ria da médi­ca).

A pro­fis­si­o­nal se con­trapôs aos ele­tro­cho­ques e lobo­to­mi­as fei­tos à épo­ca, e pas­sou a inves­tir em arte para tra­tar os paci­en­tes, com resul­ta­dos reco­nhe­ci­dos pela medi­ci­na inter­na­ci­o­nal. Uma de suas par­cei­ras em sua equi­pe foi a enfer­mei­ra Ivo­ne Lara que, depois de apo­sen­ta­da, iria se tor­nar tam­bém uma sam­bis­ta con­sa­gra­da.

Para conhe­cer o lega­do imen­su­rá­vel que Nise dei­xou, visi­tan­tes podem conhe­cer o Museu do Incons­ci­en­te, com obras pro­du­zi­das pelos paci­en­tes de Nise da Sil­vei­ra:


As des­co­ber­tas de Nise da Sil­vei­ra resul­tam em ini­ci­a­ti­vas e estu­dos até hoje. O pro­gra­ma Viva Mariada Rádio Naci­o­nal, por exem­plo entre­vis­tou a pro­fes­so­ra de his­tó­ria Meri Nil­des, que tra­ba­lha com alu­nos na Rádio Revo­lu­ção, no Rio de Janei­ro, com pro­gra­mas apre­sen­ta­dos por paci­en­tes de saú­de men­tal:

Museus

Além do Museu do Incons­ci­en­te, a sema­na tem pro­gra­ma­ções espe­ci­ais para cele­brar a his­tó­ria e o patrimô­nio públi­co. A quar­ta-fei­ra é Dia Inter­na­ci­o­nal dos Museus. Por isso, dife­ren­tes espa­ços públi­cos abri­rão suas por­tas para cele­brar a sema­na intei­ra.

A visi­ta a um museu expan­de conhe­ci­men­tos de um povo. A TV Bra­sil man­tém acer­vo de víde­os sobre his­tó­ri­as e estru­tu­ras de museus em todo o país. O Bra­sil pos­sui qua­se 4 mil museus com os mais diver­sos enfo­ques como his­tó­ria, arque­o­lo­gia, artes e ciên­cia.

O pro­gra­ma Ciên­cia é Tudo tra­tou da impor­tân­cia dos museus como repre­sen­ta­ção e iden­ti­fi­ca­ção da his­tó­ria de um povo. Con­fi­ra abai­xo:

Identificação

Por falar em iden­ti­fi­ca­ção cul­tu­ral, nes­te domin­go é Dia da Lati­ni­da­de Inclu­si­ve, a Rádio Ani­ma­da vei­cu­lou con­teú­do espe­ci­al sobre o tema no ano pas­sa­do. Na alma da arte bra­si­lei­ra, outro íco­ne que deve ser lem­bra­do nes­te ano é o músi­co João da Bai­a­na (ouça sobre o artis­ta no Clu­be do Vinil), que nas­ceu há 135 anos. Ele é con­si­de­ra­do como o intro­du­tor do pan­dei­ro no sam­ba.

No cam­po da fé, o dia 19 de maio é tam­bém um mar­co com a cano­ni­za­ção de Madre Pau­li­na. A reli­gi­o­sa foi fun­da­do­ra da Con­gre­ga­ção das Irmã­zi­nhas da Ima­cu­la­da Con­cei­ção em Nova Tren­to (SC), em 1895. Ela foi reco­nhe­ci­da como res­pon­sá­vel pela cura de Eluí­za Rosa de Sou­za, mora­do­ra de Imbi­tu­ba, muni­cí­pio do sul cata­ri­nen­se, que sobre­vi­veu às com­pli­ca­ções decor­ren­tes da per­da de um bebê no séti­mo mês de gra­vi­dez.

Conscientização

Nes­ta sema­na, ain­da, há uma data (dia 18) sobre uma ques­tão mui­to séria, e que é lem­bra­da o mês intei­ro. O Dia Naci­o­nal de Com­ba­te ao Abu­so e Explo­ra­ção Sexu­al de Cri­an­ças e Ado­les­cen­tes ins­pi­ra o Maio Laran­ja

A data refe­re-se a um cri­me ocor­ri­do em 1973, com uma meni­na de 8 anos de ida­de, cha­ma­da Ara­ce­li, em Vitó­ria (ES). Ela foi seques­tra­da, vio­len­ta­da e cru­el­men­te assas­si­na­da. Seu cor­po apa­re­ceu seis dias depois, car­bo­ni­za­do e os seus agres­so­res nun­ca foram puni­dos (sai­ba mais sobre a data).

Em entre­vis­ta à Rádio Naci­o­nal, a psi­có­lo­ga Lei­la Tar­di­vo afir­ma que esse tipo de vio­lên­cia cau­sa efei­to devas­ta­dor em cri­an­ças e tam­bém expli­ca como obser­var sinais que elas podem tra­zer no dia a dia, mes­mo que ela este­ja silen­ci­a­da.

Por que o mundo é assim…

O dia 19 cele­bra a ati­vi­da­de de um pro­fis­si­o­nal que se inda­ga para des­co­brir mis­té­ri­os do mun­do. O Dia do Físi­co, na quin­ta-fei­ra, foi cri­a­do em home­na­gem às publi­ca­ções do ale­mão Albert Eins­tein (que, aliás este­ve no Bra­sil em 1925) e revo­lu­ci­o­nou a aca­de­mia com a teo­ria da rela­ti­vi­da­de.

Para saber mais sobre o que fazem os físi­cos, o pro­gra­ma Ciên­cia em Casade for­ma lúdi­ca e didá­ti­ca, expli­ca, por exem­plo, como fun­ci­o­nam extin­to­res e os iso­lan­tes tér­mi­cos.

Confira a lista semanal do Hoje é Dia com datas, fatos históricos e feriados

15 a 21 de maio de 2022

15

Nas­ci­men­to do com­po­si­tor ita­li­a­no Cláu­dio Mon­te­ver­di (455 anos) — con­si­de­ra­do uma das per­so­na­li­da­des mais influ­en­tes de toda a his­tó­ria da músi­ca do Oci­den­te

Mor­te do com­po­si­tor, pes­qui­sa­dor, regen­te e pro­fes­sor pau­lis­ta padre José Penal­va (20 anos) — compôs músi­ca con­tem­po­râ­nea de van­guar­da, explo­ran­do tan­to as lin­gua­gens sacra e secu­lar quan­to as anti­gas e novas

Dia Inter­na­ci­o­nal da Lati­ni­da­de — come­mo­ra­ção de paí­ses lati­nos, ins­ti­tuí­da por repre­sen­tan­tes de 36 paí­ses lati­nos, com o fim de pre­ser­var as dife­ren­tes iden­ti­da­des naci­o­nais e suas comu­ni­da­des lin­guís­ti­cas e cul­tu­rais

Dia Inter­na­ci­o­nal das Famí­li­as — come­mo­ra­ção ins­ti­tuí­da pela ONU

16

Dia Inter­na­ci­o­nal das His­tó­ri­as de Vida — data cri­a­da pela Rede Inter­na­ci­o­nal de Museus da Pes­soa (Bra­sil, Por­tu­gal, EUA e Cana­dá) e o Cen­ter for Digi­tal Story­tel­ling (EUA)

17

Nas­ci­men­to do com­po­si­tor, jor­na­lis­ta e pes­qui­sa­dor flu­mi­nen­se Sér­gio Cabral (85 anos)

Nas­ci­men­to do sam­bis­ta flu­mi­nen­se João da Bai­a­na (135 anos) — tido como o intro­du­tor do pan­dei­ro no sam­ba

Mor­te da can­to­ra nor­te-ame­ri­ca­na Don­na Sum­mer (10 anos)

Dia Inter­na­ci­o­nal de Luta con­tra a Homo­fo­bia e Trans­fo­bia — cele­bra­ção para mar­car a data de 17 de maio de 1990, em que a Orga­ni­za­ção Mun­di­al de Saú­de deci­diu supri­mir a homos­se­xu­a­li­da­de como doen­ça men­tal da lis­ta de pato­lo­gi­as regis­tra­das no Manu­al de Diag­nós­ti­co e Esta­tís­ti­ca de Desor­dens Men­tais

Dia Mun­di­al das Tele­co­mu­ni­ca­ções e Soci­e­da­de da Infor­ma­ção, conhe­ci­do popu­lar­men­te como Dia Mun­di­al da Inter­net — ins­ti­tuí­da em 17 de maio de 2005, em uma Assem­bleia Geral da ONU na Tuní­sia, com o fim de des­ta­car as pos­si­bi­li­da­des ofe­re­ci­das pelas novas tec­no­lo­gi­as para melho­rar o padrão de vida dos povos e dos cida­dãos

18

Nas­ci­men­to do filó­so­fo e mate­má­ti­co bri­tâ­ni­co Ber­trand Rus­sell (150 anos)

Nas­ci­men­to do com­po­si­tor, can­tor, tea­tró­lo­go e poe­ta bai­a­no João Cân­di­do Fer­rei­ra, o De Cho­co­lat (135 anos)

Nas­ci­men­to do can­tor esta­du­ni­den­se Per­ry Como (110 anos) — apre­sen­ta­dor do pro­gra­ma de vari­e­da­des The Per­ry Como Show, que foi um gran­de suces­so e esta­be­le­ceu-se como refe­rên­cia para o gêne­ro, tor­nan­do-se um dos mais bem-suce­di­dos da his­tó­ria

Ata­que e nau­frá­gio do navio mer­can­te bra­si­lei­ro Coman­dan­te Lira (80 anos) — exe­cu­ta­do pelas for­ças do Eixo duran­te a Segun­da Guer­ra Mun­di­al, no pri­mei­ro ata­que efe­tu­a­do em águas ter­ri­to­ri­ais bra­si­lei­ras

Dia Inter­na­ci­o­nal dos Museus — come­mo­ra­ção ins­ti­tuí­da em 1971 pelo Comi­tê Inter­na­ci­o­nal de Museus, com o fim de sen­si­bi­li­zar o públi­co para a impor­tân­cia dos museus em nos­sa soci­e­da­de atu­al

Dia Naci­o­nal de Com­ba­te ao Abu­so e Explo­ra­ção Sexu­al de Cri­an­ças e Ado­les­cen­tes — ins­ti­tuí­do no Bra­sil pela Lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000, para mar­car a data da mor­te da meni­na bra­si­lei­ra Ara­cel­li Cabre­ra San­ches Cres­po, de 8 anos, vio­len­ta­da e assas­si­na­da de for­ma hedi­on­da na cida­de bra­si­lei­ra de Vitó­ria, em 18 de maio de 1973

Dia Naci­o­nal da Luta Anti­ma­ni­co­mi­al — come­mo­ra­ção do Bra­sil, que está ofi­ci­a­li­za­da por lei

19

Madre Pau­li­na é cano­ni­za­da pelo Papa João Pau­lo II (20 anos)

Dia do Físi­co — a data é uma alu­são à 1905, quan­do o físi­co Albert Eins­tein publi­cou qua­tro arti­gos de gran­de impac­to, incluin­do sobre a Teo­ria da Rela­ti­vi­da­de

20

Nas­ci­men­to da atriz pau­lis­ta Lucé­lia San­tos (65 anos)

Nas­ci­men­to do padre e can­tor pau­lis­ta Mar­ce­lo Ros­si (55 anos)

Mor­te do sam­bis­ta flu­mi­nen­se Silas de Oli­vei­ra (50 anos) — autor de sam­bas-enre­dos clás­si­cos da esco­la Impé­rio Ser­ra­no

Nas­ci­men­to do escri­tor, anar­quis­ta e mili­tan­te espa­nhol Die­go Abad de San­til­lán (125 anos) — reco­nhe­ci­do teó­ri­co da Guer­ra Civil Espa­nho­la e impor­tan­te figu­ra nos movi­men­tos anar­cos­sin­di­ca­lis­tas da Espa­nha e da Argen­ti­na

Timor-Les­te tor­na-se um esta­do inde­pen­den­te (20 anos)

Romá­rio mar­ca o milé­si­mo gol da car­rei­ra (15 anos)

Cri­a­ção do Museu de Ima­gens do Incons­ci­en­te (70 anos)

21

Nas­ci­men­to do can­tor flu­mi­nen­se Rober­to Fre­jat (60 anos)

Nas­ci­men­to do rap­per esta­du­ni­den­se The Noto­ri­ous B.I.G. (50 anos) — con­si­de­ra­do um dos mai­o­res rap­pers de todos os tem­pos, foi assas­si­na­do por fac­ção rival após ser supos­ta­men­te acu­sa­do da mor­te do rap­per nor­te-ame­ri­ca­no Tupac Sha­kur

Dia Mun­di­al da Diver­si­da­de Cul­tu­ral para o Diá­lo­go e o Desen­vol­vi­men­to — come­mo­ra­ção ins­ti­tuí­da pela ONU na Reso­lu­ção nº A/REC/57/249, de 20 de feve­rei­ro de 2003

Dia da Lín­gua Naci­o­nal

 

Edi­ção: Nathá­lia Men­des

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Boi de Axixá e Boi da Maioba são atrações de arraial em São Luís (MA)

Repro­du­ção: https://www.saoluis.ma.gov.br  — Arqui­vo Festejos têm início na noite desta sexta-feira Publicado em 14/06/2024 — …