...
sábado ,15 junho 2024
Home / Esportes / Holanda bate EUA e conquista primeira vaga nas quartas da Copa

Holanda bate EUA e conquista primeira vaga nas quartas da Copa

Repro­du­ção: © Reuters/John Sibley/Direitos Reser­va­dos

Laranja Mecânica aguarda por Argentina ou Austrália na próxima fase


Publi­ca­do em 03/12/2022 — 14:30 Por Igor San­tos — Repór­ter da TV Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

Na aber­tu­ra das oita­vas de final da Copa do Mun­do do Catar, a Holan­da teve mais tra­ba­lho do que o pla­car supõe, mas supe­rou os Esta­dos Uni­dos por 3 a 1, na tar­de des­te sába­do (3) no Está­dio Inter­na­ci­o­nal Kha­li­fa, avan­çan­do para as quar­tas de final. O adver­sá­rio sai­rá do con­fron­to entre Argen­ti­na e Aus­trá­lia, mar­ca­do para as 16h. Depay, Blind e Dum­fri­es mar­ca­ram para os holan­de­ses, enquan­to Wright fez o gol dos nor­te-ame­ri­ca­nos.

Com o triun­fo, a Holan­da segue sem der­ro­tas no Catar, com uma cam­pa­nha de três vitó­ri­as e um empa­te. Os EUA, que jun­to com os adver­sá­ri­os des­te sába­do foram uma das cin­co sele­ções a pas­sar pela pri­mei­ra fase invic­tas, conhe­ce­ram o gos­to da der­ro­ta no pior momen­to.

Estados Unidos pressionam, Holanda marca

Os pri­mei­ros ins­tan­tes do jogo aca­ba­ram por se tor­nar uma boa pré­via do que se veria ao lon­go dos 90 minu­tos. Aguer­ri­dos, os nor­te-ame­ri­ca­nos ten­ta­ram se impor, enquan­to a Holan­da ado­tou uma pos­tu­ra mais cal­cu­lis­ta. Logo aos dois minu­tos, Chris­ti­an Puli­sic, que foi dúvi­da para a par­ti­da, teve uma chan­ce de ouro. Após sobra de bola levan­ta­da na área, ele sur­giu com­ple­ta­men­te livre na cara do gol, mas parou no golei­ro Nop­pert, que colo­cou para escan­teio.

Antes dos dez minu­tos, a sele­ção euro­peia mos­trou sua efi­ci­ên­cia. Recu­pe­rou a bola na defe­sa, tro­cou pas­ses inin­ter­rup­ta­men­te por um minu­to, até que Dum­fri­es rece­beu pela direi­ta e cru­zou ras­tei­ro para encon­trar Memphis Depay livre den­tro da área. Ele com­ple­tou de pri­mei­ra e mar­cou: 1 a 0 Holan­da.

Com a van­ta­gem no pla­car, a Holan­da encon­trou o cená­rio que pre­ci­sa­va para colher ain­da mais fru­tos da estra­té­gia esco­lhi­da. Frus­tra­da e desor­ga­ni­za­da, a sele­ção dos Esta­dos Uni­dos levou peri­go ape­nas em chu­te for­te de Weah que Nop­pert espal­mou e aca­bou puni­da em outro lan­ce no qual os holan­de­ses se apro­vei­ta­ram de seus des­cui­dos. Aos 45, Dum­fri­es apa­re­ceu nova­men­te pela direi­ta e des­ta vez encon­trou Blind, que se des­ven­ci­lhou da mar­ca­ção den­tro da área e chu­tou de direi­ta para ampli­ar.

Insistência dos EUA é premiada, porém falhas reaparecem

O bal­de de água fria nos últi­mos ins­tan­tes da pri­mei­ra eta­pa não des­mo­ti­vou a sele­ção dos Esta­dos Uni­dos. Na vol­ta do inter­va­lo, a equi­pe ocu­pou o cam­po de ata­que, cri­an­do opor­tu­ni­da­des, embo­ra nem sem­pre levan­do peri­go real. A melhor opor­tu­ni­da­de che­gou aos 29, quan­do Wright apro­vei­tou saí­da de bola erra­da do time holan­dês, dri­blou o golei­ro Nop­pert e fina­li­zou para o gol. Dum­fri­es evi­tou o gol cer­to pra­ti­ca­men­te em cima da linha.

Na cobran­ça do escan­teio, Puli­sic rece­beu de vol­ta pela direi­ta e cru­zou ras­tei­ro. Wright des­vi­ou de for­ma invo­lun­tá­ria e a bola aca­bou enco­brin­do Nop­pert. Dum­fri­es ain­da ten­tou afas­tar mas não con­se­guiu: 2 a 1.

Empol­ga­dos para bus­car o empa­te, os nor­te-ame­ri­ca­nos aca­ba­ram frus­tra­dos logo na sequên­cia. Aos 35, alguns ele­men­tos se repe­ti­ram na joga­da do ter­cei­ro gol holan­dês: Dum­fri­es e mar­ca­ção ine­xis­ten­te. Des­ta vez, ao invés de dar o pas­se, o late­ral rece­beu de Blind e, com­ple­ta­men­te livre den­tro da área, cabe­ce­ou para ven­cer o golei­ro Tur­ner e dei­xar a Holan­da mais tran­qui­la na par­ti­da.

Os Esta­dos Uni­dos ain­da tive­ram algu­mas chan­ces, mas não o sufi­ci­en­te para real­men­te colo­car em ris­co o resul­ta­do.

A Holan­da segue em bus­ca de seu pri­mei­ro títu­lo mun­di­al (foi vice em 1974, 1978 e 2010) e ago­ra aguar­da o ven­ce­dor de Argen­ti­na e Aus­trá­lia para saber quem enfren­ta­rá na sex­ta-fei­ra (9), no Está­dio de Lusail, pelas quar­tas de final.

Edi­ção: Fábio Lis­boa

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Brasil derrota Polônia na Liga das Nações Masculina de Vôlei

Repro­du­ção: © Mau­rí­cio Val/FV Imagens/CBV/Direitos Reser­va­dos Equipe comandada por Bernardinho triunfa por 3 sets a …