...
sábado ,15 junho 2024
Home / Esportes / Holanda e EUA empatam em reedição da final da Copa de 2019

Holanda e EUA empatam em reedição da final da Copa de 2019

Repro­du­ção: © REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reser­va­dos

Roord abriu placar para europeias e Horan empatou para estadunidenses


Publi­ca­do em 27/07/2023 — 00:32 Por Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

Na ree­di­ção da final da últi­ma edi­ção da Copa do Mun­do, Holan­da e Esta­dos Uni­dos empa­ta­ram em 1 a 1, na noi­te des­ta quar­ta-fei­ra (26) no está­dio Wel­ling­ton Regi­o­nal, na Nova Zelân­dia, e per­ma­ne­cem divi­din­do a lide­ran­ça do Gru­po E do Mun­di­al de fute­bol femi­ni­no.

O con­fron­to teve dife­ren­tes momen­tos. O pri­mei­ro foi de leve domí­nio das tetra­cam­peãs mun­di­ais, que come­ça­ram cri­an­do boas opor­tu­ni­da­des. Logo aos 5 minu­tos Dunn dei­xou Alex Mor­gan em boa con­di­ção de mar­car, mas a golei­ra foi mais rápi­da e con­se­guiu cor­tar a joga­da. Três minu­tos depois foi a vez de Sophia Smith achar Savan­nah de Melo, que fina­li­zou com peri­go para fora.

Mas aos 15 quem che­gou foi a Holan­da, e as euro­pei­as mos­tra­ram efi­ci­ên­cia para abrir o mar­ca­dor. Mar­tens achou Pelo­va, que rolou para Roord, que fina­li­zou cru­za­do no can­to do gol defen­di­do pela golei­ra Naeher. Com a des­van­ta­gem no pla­car, as nor­te-ame­ri­ca­nas até ten­ta­ram a rea­ção, mais na base da von­ta­de do que da orga­ni­za­ção. Com isso, as euro­pei­as abu­sa­ram da tro­ca de pas­ses para segu­ra­rem o pla­car inal­te­ra­do até o inter­va­lo.

Em uma par­ti­da na qual encon­tra­va difi­cul­da­des para che­gar ao gol com a bola rolan­do, os EUA con­se­gui­ram empa­tar em joga­da de bola para­da. Aos 16 minu­tos da eta­pa final a bola foi levan­ta­da na área em cobran­ça de escan­teio e Horan se adi­an­tou à defe­sa para fazer de cabe­ça.

A par­tir daí o jogo entrou em outra fase, na qual a Holan­da cla­ra­men­te sen­tiu o gol e per­mi­tiu que as nor­te-ame­ri­ca­nas assu­mis­sem o con­tro­le. E os EUA abu­sa­ram nas joga­das pelas pon­tas, onde Sophia Smith e Tri­nity Rod­man leva­vam peri­go.

E foi jus­ta­men­te pela pon­ta direi­ta que Tri­nity Rod­man ganhou da mar­ca­ção aos 21 e tocou em pro­fun­di­da­de para Alex Mor­gan, que teve ape­nas o tra­ba­lho de bater na saí­da da golei­ra Van Dom­se­la­ar. Mas o lan­ce foi anu­la­do por cau­sa de posi­ção de impe­di­men­to da ata­can­te dos EUA.

A sele­ção nor­te-ame­ri­ca­na con­ti­nu­ou domi­nan­do até o api­to final, mas a Holan­da con­se­guiu segu­rar a igual­da­de até o final.

Edi­ção: Fábio Lis­boa

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

São Paulo goleia Santos por 4 a 0 no Brasileiro Feminino

Repro­du­ção: © Staff Images/CBF/Direitos Reser­va­dos Avaí e Ferroviária ficam do 0 a 0 em jogo …