...
sábado ,15 junho 2024
Home / Saúde / Hospital universitário no Rio Grande do Sul deixa de receber pacientes

Hospital universitário no Rio Grande do Sul deixa de receber pacientes

Repro­du­ção: © MS/Divulgação

Medida foi tomada por conta do aumento do nível da Lagoa do Patos


Publicado em 17/05/2024 — 12:58 Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil — Brasília

O Hos­pi­tal Uni­ver­si­tá­rio Dr. Miguel Riet Cor­rêa Jr., loca­li­za­do em Rio Gran­de (RS), dei­xa­rá de rece­ber paci­en­tes, e os atu­ais serão trans­fe­ri­dos de for­ma gra­du­al, de acor­do com a com­ple­xi­da­de dos casos. O anún­cio foi fei­to pela Empre­sa Bra­si­lei­ra de Ser­vi­ços Hos­pi­ta­la­res (Ebserh) em razão do aumen­to do nível da Lagoa do Patos, pro­vo­ca­do pelos for­tes tem­po­rais que atin­gem o esta­do.

Em nota, a Ebserh infor­mou que o hos­pi­tal está loca­li­za­do em uma área con­si­de­ra­da de ris­co, pró­xi­ma à Lagoa dos Patos. Devem ser trans­fe­ri­dos pri­mei­ra­men­te paci­en­tes inter­na­dos em uni­da­des de tera­pia inten­si­va (UTI) adul­to, pediá­tri­ca e neo­na­tal, com pri­o­ri­da­de para os que estão em ven­ti­la­ção mecâ­ni­ca. Em segui­da, será a vez de paci­en­tes de alta depen­dên­cia e, por últi­mo, os com mai­or auto­no­mia.

“Tam­bém serão rea­li­za­das trans­fe­rên­ci­as dos paci­en­tes clí­ni­cos para a Asso­ci­a­ção de San­ta Casa do Rio Gran­de”, des­ta­cou o comu­ni­ca­do. Ain­da de acor­do com a Ebserh, a refe­rên­cia de mater­ni­da­de de alto ris­co para os muni­cí­pi­os gaú­chos de Chuí, Rio Gran­de, San­ta Vitó­ria do Pal­mar e São José do Nor­te pas­sa a ser o Hos­pi­tal Esco­la da Uni­ver­si­da­de Fede­ral de Pelo­tas e a San­ta Casa de Cari­da­de de Bagé.

“Des­sa for­ma, as ges­tan­tes de alto ris­co deve­rão pro­cu­rar a uni­da­de de pron­to aten­di­men­to (UPA) mais pró­xi­ma de sua resi­dên­cia para enca­mi­nha­men­to ao hos­pi­tal de refe­rên­cia. Já em rela­ção a ris­co habi­tu­al, as ges­tan­tes serão dire­ci­o­na­das à Mater­ni­da­de do Hos­pi­tal San­ta Casa do Rio Gran­de, que foi des­lo­ca­da para o Hos­pi­tal de Car­di­o­lo­gia”, deta­lhou a nota.

Recursos

Vin­cu­la­da ao Minis­té­rio da Edu­ca­ção, a Ebserh infor­mou ter ante­ci­pa­do a libe­ra­ção de R$ 18 milhões em recur­sos des­ti­na­dos ao aten­di­men­to de paci­en­tes do Hos­pi­tal Esco­la da Uni­ver­si­da­de Fede­ral de Pelo­tas e do Hos­pi­tal Uni­ver­si­tá­rio de San­ta Maria. “A medi­da faz par­te do con­jun­to de ações do gover­no fede­ral no Pla­no de Enfren­ta­men­to às Enchen­tes na Macror­re­gião Sul.”

No Hos­pi­tal Uni­ver­si­tá­rio de San­ta Maria, 151 novos fun­ci­o­ná­ri­os estão sen­do con­vo­ca­dos para via­bi­li­zar a ampli­a­ção do aten­di­men­to na uni­da­de hos­pi­ta­lar. “A medi­da per­mi­ti­rá a aber­tu­ra de dez novos lei­tos de uni­da­de de tera­pia inten­si­va (UTI) coro­na­ri­a­na e a cri­a­ção de seis novos lei­tos de UTI geral”, des­ta­ca a empre­sa.

Edi­ção: Juli­a­na Andra­de

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

IBGE: quase 94% da população brasileira se vacinou contra covid-19

Repro­du­ção: © Rove­na Rosa/Agência Brasil/Arquivo PNAD Contínua Covid-19 mostra que mulheres se vacinaram mais Publicado …