...
sexta-feira ,19 abril 2024
Home / Esportes / Inspirada em Daiane dos Santos, gaúcha brilha nos Jogos da Juventude

Inspirada em Daiane dos Santos, gaúcha brilha nos Jogos da Juventude

Repro­du­ção: © Ale­xan­dre Loureiro/COB

Nicole Bello domina provas de ginástica artística e garante 4 ouros


Publi­ca­do em 09/09/2023 — 18:13 Por Lin­coln Cha­ves – repór­ter da EBC — São Pau­lo

ouvir:

Se o pri­mei­ro ter­ço dos Jogos da Juven­tu­de teve uma atle­ta da ginás­ti­ca rít­mi­ca (a pau­lis­ta Fer­nan­da Alvaz) como a prin­ci­pal meda­lhis­ta entre as meni­nas, a fase inter­me­diá­ria do even­to, rea­li­za­do em Ribei­rão Pre­to (SP), tem outra ginas­ta como pro­ta­go­nis­ta – ago­ra na moda­li­da­de artís­ti­ca. Tra­ta-se da gaú­cha Nico­le Bel­lo, que arre­ba­tou o ouro em qua­tro pro­vas: indi­vi­du­al geral, por equi­pes, sal­to e solo.

A com­pe­ti­ção segue até o pró­xi­mo dia 16, com trans­mis­são da TV Bra­sil. Con­fi­ra, no final do tex­to, a pro­gra­ma­ção da sema­na que vem.

Aos 12 anos, Nico­le não era nas­ci­da quan­do a con­ter­râ­nea Dai­a­ne dos San­tos foi cam­peã mun­di­al de ginás­ti­ca, em 2003, ao som do cho­ro Bra­si­lei­ri­nho. Mes­mo assim, segun­do a jovem, a esco­lha da mes­ma músi­ca para bri­lhar no Giná­sio de Espor­tes Docão — em Ser­tão­zi­nho (SP), cida­de vizi­nha a Ribei­rão Pre­to — foi uma home­na­gem à estre­la da ginás­ti­ca bra­si­lei­ra.

“A Dai­a­ne vem do mes­mo clu­be que eu [Grê­mio Náu­ti­co União, de Por­to Ale­gre], então ela é minha ins­pi­ra­ção. Mas a minha téc­ni­ca tam­bém achou uma boa ideia, por­que gos­to mui­to de artís­ti­co e músi­ca bra­si­lei­ra nes­se esti­lo. Eu ado­ro fazer o solo e sal­to, pro­vas que estou me des­ta­can­do. Mas a core­o­gra­fia com essa músi­ca tem uma res­pon­sa­bi­li­da­de enor­me por con­ta da Dai­a­ne”, des­ta­cou Nico­le, ao site do Comi­tê Olím­pi­co do Bra­sil (COB).

Os resul­ta­dos nos Jogos da Juven­tu­de não são iso­la­dos. Em 2022, por exem­plo, Nico­le foi meda­lhis­ta de ouro (equi­pes) e pra­ta (indi­vi­du­al) no Sul-Ame­ri­ca­no Infan­til, dis­pu­ta­do em Guaya­quil, no Equa­dor. Ela tam­bém tem pódi­os em Cam­pe­o­na­tos Bra­si­lei­ros infan­til e juve­nil.

“As meda­lhas são fru­tos dos meus trei­nos. É mui­ta dedi­ca­ção, todos os dias, e eu vim aqui para ganhar. Não vim de brin­ca­dei­ra. Eu sem­pre vou com tudo, cla­ro, res­pei­tan­do minhas adver­sá­ri­as. Tem tam­bém os meus téc­ni­cos, que estão sem­pre me cor­ri­gin­do, e minhas cole­gas que me aju­dam mui­to. Então, tudo faz par­te e é por isso que che­guei até aqui.”

Masculino

As dis­pu­tas da ginás­ti­ca artís­ti­ca, ini­ci­a­das na quar­ta-fei­ra (6), che­ga­ram ao fim na sex­ta-fei­ra (8). No mas­cu­li­no, o des­ta­que foi o pau­lis­ta Pedro Sil­ves­tre, que tam­bém ame­a­lhou qua­tro ouros (argo­las, sal­to, para­le­las e bar­ra). Na quin­ta-fei­ra (7), ele já tinha con­quis­ta­do uma pra­ta (equi­pes) e um bron­ze (indi­vi­du­al geral).

“Eu gos­tei mui­to des­sa com­pe­ti­ção, por­que con­se­gui me con­cen­trar bem mais para fazer os apa­re­lhos. Ontem [quin­ta], eu esta­va meio dis­per­so, mas hoje [sex­ta] fui bem melhor. Vim com a expec­ta­ti­va de ganhar meda­lhas em todas as pro­vas que dis­pu­ta­ria, então deu cer­to”, dis­se Pedro, à pági­na do COB.

A fase inter­me­diá­ria dos Jogos da Juven­tu­de ter­mi­na nes­te domin­go (10), com as finais do vôlei de qua­dra. A par­tir de ter­ça-fei­ra (12), tem iní­cio a eta­pa final do even­to, que envol­ve­rá sete moda­li­da­des: esgri­ma, tiro com arco, vôlei de praia, nata­ção, águas aber­tas, han­de­bol e bas­que­te.

Trans­mis­sões da TV Bra­sil

Ter­ça-fei­ra (12)
9h — nata­ção

Quar­ta-fei­ra (13)
9h — nata­ção

Quin­ta-fei­ra (14)
9h — nata­ção
16h — finais do vôlei de praia

Sába­do (16)
11h — finais do han­de­bol

Edi­ção: Deni­se Gri­e­sin­ger

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Após 5 anos, Bahia e Vitoria voltam a disputar uma final do Baianão

Repro­du­ção: © Tia­go Caldas/EC Bahia/Direitos reser­va­dos TV Brasil transmite o jogo de ida da decisão …