...
sábado ,15 junho 2024
Home / Economia / INSS paga segunda parcela do 13º a quem recebe acima do mínimo

INSS paga segunda parcela do 13º a quem recebe acima do mínimo

Repro­du­ção: © Mar­cel­lo Casal Jr/Agência Brasil/Arquivo

Pagamento para quem ganha um salário começou em 24 de maio


Publicado em 03/06/2024 — 06:40 Por Welton Máximo – Repórter da Agência Brasil — Brasília

Os apo­sen­ta­dos e pen­si­o­nis­tas do Ins­ti­tu­to Naci­o­nal do Segu­ro Soci­al (INSS) que ganham mais que um salá­rio míni­mo come­çam a rece­ber nes­ta segun­da-fei­ra (3) a segun­da par­ce­la do déci­mo ter­cei­ro. O paga­men­to vai até o pró­xi­mo dia 7, com as datas defi­ni­das con­for­me o dígi­to final do Núme­ro de Ins­cri­ção Soci­al (NIS).

O paga­men­to do déci­mo ter­cei­ro a quem ganha um salá­rio míni­mo come­çou no últi­mo dia 24 e tam­bém vai até o dia 8. Até o fim des­ta sema­na, mais de 33,6 milhões de segu­ra­dos rece­be­rão a pri­mei­ra par­ce­la, ao somar os que ganham o bene­fí­cio míni­mo e os que rece­bem aci­ma dele.

O extra­to com os valo­res e as datas de paga­men­to do déci­mo ter­cei­ro está dis­po­ní­vel des­de no apli­ca­ti­vo Meu INSS, dis­po­ní­vel para celu­la­res e tablets. A con­sul­ta tam­bém pode ser fei­ta pelo site gov.br/meuinss.

Quem não tiver aces­so à inter­net pode con­sul­tar a libe­ra­ção do déci­mo ter­cei­ro pelo tele­fo­ne 135. Nes­se caso, é neces­sá­rio infor­mar o núme­ro do Cadas­tro de Pes­so­as Físi­cas (CPF) e con­fir­mar alguns dados ao aten­den­te antes de fazer a con­sul­ta. O aten­di­men­to telefô­ni­co está dis­po­ní­vel de segun­da a sába­do, das 7h às 22h.

Governo antecipa do

 

Calendário pagamento 13º INSS - até 1 salário

decre­to com a ante­ci­pa­ção do déci­mo ter­cei­ro foi assi­na­do em mar­ço. Este será o quin­to ano segui­do em que os segu­ra­dos do INSS rece­be­rão as par­ce­las do déci­mo ter­cei­ro antes das datas tra­di­ci­o­nais, em agos­to e em dezem­bro. Em 2020 e 2021, o paga­men­to ocor­reu mais cedo por cau­sa da pan­de­mia de covid-19. Em 2022 e 2023, as par­ce­las foram pagas em maio e junho.

Segun­do o Minis­té­rio da Pre­vi­dên­cia, o paga­men­to do déci­mo ter­cei­ro ante­ci­pa­rá a inje­ção de R$ 67,6 bilhões na eco­no­mia. Des­se total, R$ 33,92 bilhões cor­res­pon­dem à segun­da par­ce­la, refe­ren­te à com­pe­tên­cia de maio e que está sen­do paga entre o fim de meio e o iní­cio de junho. O res­tan­te cor­res­pon­deu à pri­mei­ra par­ce­la, da com­pe­tên­cia de abril, paga no fim de abril e iní­cio de maio.

A mai­o­ria dos apo­sen­ta­dos e pen­si­o­nis­tas rece­be­rá 50% do déci­mo ter­cei­ro na segun­da par­ce­la. A exce­ção é para quem pas­sou a rece­ber o bene­fí­cio depois de janei­ro e terá o valor cal­cu­la­do pro­por­ci­o­nal­men­te.

O Minis­té­rio da Pre­vi­dên­cia escla­re­ce que os segu­ra­dos que rece­bem bene­fí­cio por inca­pa­ci­da­de tem­po­rá­ria (anti­go auxí­lio-doen­ça) tam­bém têm direi­to a uma par­ce­la menor do déci­mo ter­cei­ro, cal­cu­la­da de acor­do com a dura­ção do bene­fí­cio. Por lei, os segu­ra­dos que rece­bem bene­fí­ci­os assis­ten­ci­ais, como o Bol­sa Famí­lia, não têm direi­to a déci­mo ter­cei­ro salá­rio.

Edi­ção: Nádia Fran­co

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Desenrola Brasil para faixa 1 não é prorrogado, informa Fazenda

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil Prorrogação da MP não altera data de adesão ao programa …