...
sexta-feira ,14 junho 2024
Home / Justiça / Investigação sobre tentativa de explosão em aeroporto vai para o STF

Investigação sobre tentativa de explosão em aeroporto vai para o STF

Repro­du­ção: © Mar­cel­lo Casal Jr/Agência Bra­sil

Ministro Alexandre de Moraes acolheu pedido da PGR


Publicado em 31/05/2024 — 14:06 Por Agência Brasil — Brasília

O minis­tro Ale­xan­dre de Mora­es, do Supre­mo Tri­bu­nal Fede­ral (STF), deter­mi­nou que par­te da inves­ti­ga­ção sobre a ten­ta­ti­va de explo­são de um cami­nhão-tan­que nos arre­do­res do aero­por­to de Bra­sí­lia vai tra­mi­tar na Cor­te. O epi­só­dio ocor­reu na vés­pe­ra de Natal em 2022.

A deci­são de Mora­es foi assi­na­da na quar­ta-fei­ra (29). O minis­tro aco­lheu pedi­do da Pro­cu­ra­do­ria-Geral da Repú­bli­ca (PGR) e enten­deu que o aten­ta­do pode ter liga­ção com os atos gol­pis­tas de 8 de janei­ro, que tam­bém são inves­ti­ga­dos pelo Supre­mo.

São Paulo (SP), 06/05/2024 - O ministro do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, participa da cebração dos 100 Anos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, no Memorial da América Latina. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Repro­du­ção: O minis­tro do Supre­mo Tri­bu­nal Fede­ral , Ale­xan­dre de Mora­es, Foto: Rove­na Rosa/Agência Bra­sil

Com a deci­são, o pro­ces­so dei­xa­rá de tra­mi­tar na Jus­ti­ça do Dis­tri­to Fede­ral, e a Poli­cia Fede­ral (PF) terá pra­zo de 30 dias para rea­li­zar as dili­gên­ci­as cabí­veis.

No ano pas­sa­do, os três envol­vi­dos na ten­ta­ti­va de explo­são foram con­de­na­dos. O empre­sá­rio Geor­ge Washing­ton de Oli­vei­ra Sou­sa rece­beu pena de nove anos e qua­tro meses de pri­são. Alan Die­go dos San­tos Rodri­gues deve­rá cum­prir pena de cin­co anos e qua­tro meses.

Wel­ling­ton Mace­do de Sou­za, ter­cei­ro envol­vi­do, foi con­de­na­do a seis anos de pri­são. Ele foi acu­sa­do de expor a inte­gri­da­de físi­ca da popu­la­ção medi­an­te uso de explo­si­vo.

A Advo­ca­cia-Geral da União (AGU) tam­bém entrou na Jus­ti­ça para cobrar R$ 15 milhões dos acu­sa­dos. O órgão sus­ten­ta que eles colo­ca­ram em ris­co a vida e o patrimô­nio de ter­cei­ros e ten­ta­ram cau­sar como­ção soci­al para jus­ti­fi­car decre­ta­ção de inter­ven­ção mili­tar e impe­dir o pre­si­den­te elei­to Luiz Iná­cio Lula da Sil­va de tomar pos­se em 1° de janei­ro de 2023.

Edi­ção: Aécio Ama­do

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

fotos do local onde aconteceu a tragédia pelos os rezidos de menerios das barragens de Santarem e Fundão,na cidade de Bento Rodrigues distrito de Mariana. Antonio Cruz/ Agência Brasil/Arquivo

Caso Samarco: STJ anula regra de R$ 2,3 mil para reparar corte de água

Repro­du­ção: © Anto­nio Cruz/ Agên­cia Bra­sil Decisão atende pedido do Ministério Público de Minas Gerais …