...
quarta-feira ,17 abril 2024
Home / Educação / Liga STEAM tem 2ª edição para educadores e alunos de escolas públicas

Liga STEAM tem 2ª edição para educadores e alunos de escolas públicas

Repro­du­ção: © Fun­da­ção Ace­lor­Mit­tal

Inscrições podem ser feitas no site do prêmio


Publi­ca­do em 22/06/2023 — 08:22 Por Ala­na Gan­dra — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

Edu­ca­do­res de esco­las públi­cas muni­ci­pais, esta­du­ais e fede­rais e alu­nos des­de a edu­ca­ção infan­til, a par­tir de 4 anos de ida­de, até o ensi­no médio têm até o dia 28 des­te mês para se ins­cre­ver na segun­da edi­ção do Prê­mio Liga STEAM. Con­si­de­ra­do um dos mai­o­res even­tos edu­ca­ci­o­nais do país na abor­da­gem STEAM, a ini­ci­a­ti­va envol­ve habi­li­da­des nas áre­as de ciên­ci­as, tec­no­lo­gia, enge­nha­ria, artes e mate­má­ti­ca. As ins­cri­ções podem ser fei­tas no site Liga STEAM.

Serão pre­mi­a­dos pro­je­tos desen­vol­vi­dos pelos alu­nos e pro­fes­so­res para resol­ver ques­tões rele­van­tes em suas esco­las e comu­ni­da­des, mas não é pre­ci­so ter um pro­je­to pron­to para fazer a ins­cri­ção, infor­mou à Agên­cia Bra­sil a ana­lis­ta de Inves­ti­men­to Soci­al da Fun­da­ção Arce­lor­Mit­tal, Cata­ri­na Lute­ro Men­des. “Os pro­fes­so­res vão cons­truir os pro­je­tos, com seus alu­nos, ao lon­go da ini­ci­a­ti­va. Eles não pre­ci­sam ter o pro­je­to pron­to para se ins­cre­ver no prê­mio”.

Os edu­ca­do­res par­ti­ci­pa­rão de for­ma­ção onli­ne no dia 27 des­te mês, às 19h, onde vão apren­der sobre abor­da­gem STEAM, sobre meto­do­lo­gi­as rela­ci­o­na­das ao desen­vol­vi­men­to e ela­bo­ra­ção de pro­je­tos. Cli­que aqui no link de aces­so. “À medi­da que eles forem evo­luin­do nes­sa for­ma­ção, vão esta­be­le­cen­do com seus alu­nos as eta­pas até que, ao final, tenham o pro­je­to mais desen­vol­vi­do”. A ideia é que os edu­ca­do­res apre­sen­tem já um esbo­ço ou ideia no dia 9 de julho.

Rio de Janeiro (RJ) - Investimento Social da ArcelorMittal, Catarina Lutero Mendes - Prêmio Liga STEAM. Foto: Fundação AcelorMittal
Repro­du­ção: Rio de Janei­ro (RJ) — Inves­ti­men­to Soci­al da Arce­lor­Mit­tal, Cata­ri­na Lute­ro Men­des — Prê­mio Liga STEAM. Foto: Fun­da­ção Ace­lor­Mit­tal — Fun­da­ção Ace­lor­Mit­tal

“Eles vão colo­car o tema, se pre­ten­dem pes­qui­sar, o Obje­ti­vo do Desen­vol­vi­men­to Sus­ten­tá­vel (ODS), a que o pro­je­to esta­rá rela­ci­o­na­do, a quan­ti­da­de de alu­nos no âmbi­to esco­lar, a per­gun­ta nor­te­a­do­ra do pro­je­to — por­que pre­ci­sa ter uma ques­tão de anco­ra­gem que chamr a aten­ção des­sas cri­an­ças”. A per­gun­ta nor­te­a­do­ra pode estar rela­ci­o­na­da a pro­ble­mas ambi­en­tais da pró­pria esco­la, da comu­ni­da­de onde estão inse­ri­dos. Pro­ble­mas para os quais pre­ten­dem desen­vol­ver solu­ções. A par­tir da esco­lha da temá­ti­ca e da per­gun­ta nor­te­a­do­ra que vai ori­en­tar o tra­ba­lho, os can­di­da­tos ao prê­mio vão entrar na segun­da fase, que é o desen­vol­vi­men­to do pro­je­to.

Elaboração

As melho­res idei­as serão sele­ci­o­na­das e, a par­tir de 1º de agos­to, os pro­fes­so­res ini­ci­am a ela­bo­ra­ção e exe­cu­ção do pro­je­to com seus alu­nos. Em 29 de outu­bro, as equi­pes envi­a­rão rela­tó­ri­os finais dos pro­je­tos, onde vão rela­tar o que foi fei­to, como foi fei­to e resul­ta­dos obti­dos. Cata­ri­na escla­re­ceu que os edu­ca­do­res e alu­nos devem pro­por solu­ções para pro­ble­mas das comu­ni­da­des, mas não neces­sa­ri­a­men­te pre­ci­sam resol­ver os pro­ble­mas. “Por­que, mui­tas vezes, eles não vão con­se­guir cons­truir uma máqui­na, por exem­plo, para sepa­rar o lixo, mas podem pro­por uma máqui­na que tenha essa fun­ção. E eles pro­to­ti­pam só para expe­ri­men­tar como seria colo­car a tec­no­lo­gia e a enge­nha­ria em prol do desen­vol­vi­men­to sus­ten­tá­vel”. Há ques­tões tam­bém rela­ci­o­na­das a bullying, à vio­lên­cia nas esco­las, lem­brou Cata­ri­na. “Ques­tões que extra­po­lam o meio ambi­en­te, mas que estão rela­ci­o­na­das a outras ques­tões mai­o­res que per­mei­am esse uni­ver­so da esco­la”, com­ple­tou.

Após a apre­sen­ta­ção dos rela­tó­ri­os, em 29 de outu­bro, uma comis­são sele­ci­o­na­rá dez pro­je­tos de cada cate­go­ria (edu­ca­ção infan­til, que se esten­de dos 4 anos de ida­de até o segun­do ano do ensi­no fun­da­men­tal; ensi­no fun­da­men­tal, do ter­cei­ro ao nono ano; e ensi­no médio). Os auto­res terão de gra­var víde­os con­tan­do como foi a expe­ri­ên­cia. No dia 6 de dezem­bro, serão divul­ga­dos e pre­mi­a­dos os três pri­mei­ros colo­ca­dos de cada cate­go­ria.

A esco­la do pri­mei­ro colo­ca­do da edu­ca­ção infan­til terá imple­men­ta­da uma brin­que­do­te­ca, com brin­que­dos e lite­ra­tu­ra rela­ci­o­na­dos à abor­da­gem STEAM, para aju­dar as cri­an­ças a desen­vol­ver essas habi­li­da­des e com­pe­tên­ci­as, rela­ci­o­na­das à cri­a­ti­vi­da­de e à curi­o­si­da­de.

Para o ensi­no fun­da­men­tal e médio, serão imple­men­ta­dos labo­ra­tó­ri­os de robó­ti­ca leve. Para os segun­dos e ter­cei­ros clas­si­fi­ca­dos de cada cate­go­ria, os prê­mi­os são em dinhei­ro, a ser rever­ti­do em equi­pa­men­tos e ben­fei­to­ri­as para as esco­las, no valor res­pec­ti­vo de R$ 10 mil e R$ 5 mil

O Prê­mio Liga STEAM 2023 é o anti­go Prê­mio Arce­lor­Mit­tal de Meio Ambi­en­te, exis­ten­te há 31 anos. Em 2022, ele se trans­for­mou no Prê­mio Liga STEAM, com ampli­a­ção para todo o Bra­sil, e ganhou rou­pa­gem mais rela­ci­o­na­da a essa abor­da­gem. A mudan­ça do nome teve por obje­ti­vo mos­trar a rele­vân­cia do tema STEAM den­tro da edu­ca­ção. Essa abor­da­gem peda­gó­gi­ca é mui­to difun­di­da nos Esta­dos Uni­dos, na Chi­na, Aus­trá­lia e no Rei­no Uni­do e desen­vol­ve conhe­ci­men­to por meio de meto­do­lo­gi­as ati­vas, como a apren­di­za­gem base­a­da em pro­je­tos, a par­tir da reso­lu­ção de pro­ble­mas reais do dia a dia.

Edi­ção: Gra­ça Adju­to

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Pais veem importância de atividade cultural na vida escolar dos filhos

Repro­du­ção: © Jose Cruz/Agência Bra­sil Opinião é de 97% dos entrevistados na pesquisa Hábitos Culturais …