...
domingo ,16 junho 2024
Home / Noticias / Linha de trem privatizada, em São Paulo, segue sem funcionar após pane

Linha de trem privatizada, em São Paulo, segue sem funcionar após pane

Repro­du­ção: © Via Mobi­li­da­de

Linhas operadas pelo Metrô e CPTM funcionam normalmente


Publi­ca­do em 04/10/2023 — 09:10 Por Eli­a­ne Gon­çal­ves — Repór­ter da Rádio Naci­o­nal — São Pau­lo

ouvir:

A linha de trem 9 — Esme­ral­da, ope­ra­da pela con­ces­si­o­ná­ria Via Mobi­li­da­de, em São Pau­lo, segue cau­san­do trans­tor­nos para os usuá­ri­os na manhã des­ta quar­ta-fei­ra (4). No dia seguin­te à gre­ve de metro­viá­ri­os e fer­ro­viá­ri­os con­tra pri­va­ti­za­ções, as linhas ope­ra­das pelo Metrô e pela Com­pa­nhia Pau­lis­ta de Trens Metro­po­li­ta­nos (CPTM) fun­ci­o­nam nor­mal­men­te.

Segun­do asses­so­ria de impren­sa da Via Mobi­li­da­de, foram aci­o­na­dos 70 ôni­bus do Pla­no de Apoio entre Empre­sas em Situ­a­ção de Emer­gên­cia (Pae­se) para aten­der os pas­sa­gei­ros.

A con­ces­si­o­ná­ria des­ta­cou, em nota, que o “tra­ba­lho de manu­ten­ção envol­ve cin­co fren­tes de tra­ba­lho for­ma­das por cer­ca de 70 cola­bo­ra­do­res, que pri­o­ri­zam a solu­ção do pro­ble­ma para que a linha pos­sa ope­rar nor­mal­men­te o quan­to antes”.

Pane

A falha come­çou na tar­de des­sa ter­ça-fei­ra (3), com uma pane elé­tri­ca por vol­ta das 14h, dei­xan­do a vol­ta do pau­lis­ta­no para casa ain­da mais difí­cil, ten­do em vis­ta que nove linhas do Metrô e da CPTM esta­vam em gre­ve. Quem esta­va nos vagões da Linha 9, duran­te a falha, pre­ci­sou cami­nhar pelos tri­lhos.

Na Esta­ção Pinhei­ros, zona oes­te da capi­tal, o pro­ble­ma na linha da Via Mobi­li­da­de con­ti­nu­a­va depois das 19h e a fila para pegar o ôni­bus deu a vol­ta no quar­tei­rão.  A geren­te de aten­di­men­to, Ari­a­ne de Nas­ci­men­to, espe­rou mais de duas horas. “Não sabe­mos se pegou fogo nos cabos. Não temos infor­ma­ções”.

A dia­ris­ta Vero­nei­de Rodri­gues e as ami­gas can­sa­ram de espe­rar e fize­ram a pé um tra­je­to de três quilô­me­tros. “Vie­mos da Esta­ção Cida­de Jar­dim até aqui a Esta­ção de Pinhei­ros a pé, via Mar­gi­nal [Pinhei­ros], cor­ren­do ris­co. Nin­guém con­se­gue entrar nos ôni­bus [do sis­te­ma Pae­se].”

A falha ocor­reu depois de o gover­na­dor Tar­cí­sio de Frei­tas cri­ti­car a gre­ve e exal­tar as pri­va­ti­za­ções. “O que está dis­po­ní­vel para o cida­dão? Linha 4, que está com a ini­ci­a­ti­va pri­va­ti­za­da, a Linha 5, a Linha 8, a Linha, que está com a ini­ci­a­ti­va pri­va­da. O pro­tes­to é con­tra a pri­va­ti­za­ção”, iro­ni­zou.

Des­de que a Linha 9 pas­sou a ser admi­nis­tra­da pela Via Mobi­li­da­de, foram regis­tra­das, em média, três vezes mais pro­ble­mas do que quan­do era ope­ra­da pela esta­tal, a CPTM.

Por terem des­cum­pri­do deci­são judi­ci­al para man­ter 100% da ope­ra­ção em horá­rio de pico e 80% nos demais horá­ri­os, os sin­di­ca­tos dos metro­viá­ri­os e fer­ro­viá­ri­os devem pagar uma mul­ta de R$ 500 mil cada por não terem cum­prin­do a deter­mi­na­ção judi­ci­al.

Edi­ção: Valé­ria Agui­ar

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Sobe para 175 o número de mortos no RS após enchentes

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Dois corpos foram encontrados em Teutônia e Agudo Publicado em …