...
sexta-feira ,1 março 2024
Home / Noticias / Maceió: região da mina 18 afunda 6 centímetros em 24 horas

Maceió: região da mina 18 afunda 6 centímetros em 24 horas

Repro­du­ção: © UFAL

Defesa Civil alerta que o risco de desabamento permanece


Publi­ca­do em 07/12/2023 — 19:13 Por Dani­el­la Almei­da — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

ouvir:

A Defe­sa Civil de Maceió (AL) infor­mou, nes­ta quin­ta-fei­ra (7) que o afun­da­men­to acu­mu­la­do do solo do bair­ro do Mutan­ge, onde a Bras­kem extraía sal-gema, atin­giu 1,99 metro e a velo­ci­da­de do afun­da­men­to é de 0,25 cen­tí­me­tro (cm) por hora. O des­lo­ca­men­to ver­ti­cal apre­sen­tan­do nas 24 horas ante­ri­o­res ao rela­tó­rio foi de 6 cm.  

Dian­te da situ­a­ção, o órgão da pre­fei­tu­ra muni­ci­pal aler­ta que per­ma­ne­ce o ris­co de colap­so (desa­ba­men­to) do ter­re­no aci­ma da mina 18 da Bras­kem.

Téc­ni­cos do Minis­té­rio de Minas e Ener­gia (MME), do Ser­vi­ço Geo­ló­gi­co do Bra­sil (SGB) e da Agên­cia Naci­o­nal de Mine­ra­ção (ANM), que com­põem a sala de situ­a­ção do gover­no fede­ral, tam­bém estão na capi­tal ala­go­a­na para aná­li­ses diá­ri­as a par­tir dos dados sís­mi­cos da área afe­ta­da obti­dos pelas Defe­sas Civis esta­du­al e muni­ci­pal e pela petroquí­mi­ca Bras­kem, que acom­pa­nham o local em tem­po inte­gral.

No rela­tó­rio mais recen­te, os espe­ci­a­lis­tas da sala de situ­a­ção ava­li­am que o “qua­dro de ins­ta­bi­li­da­de geo­ló­gi­ca em Maceió (AL) está em aco­mo­da­ção” e que está melho­ran­do dia­ri­a­men­te. No entan­to, a Sala de Situ­a­ção reco­men­da cau­te­la máxi­ma na região e moni­to­ra­men­to inte­gral.

Por pre­cau­ção, a reco­men­da­ção da Defe­sa Civil de Maceió é para que a popu­la­ção não tran­si­te na área deso­cu­pa­da até uma nova ori­en­ta­ção do órgão, que deve vir após a ado­ção de medi­das de con­tro­le e moni­to­ra­men­to para redu­zir o peri­go da região.

Governo federal

Em Bra­sí­lia, nes­ta quin­ta-fei­ra, o minis­tro de Minas e Ener­gia (MME), Ale­xan­dre Sil­vei­ra, afir­mou que a pre­ser­va­ção da vida é a gran­de pre­o­cu­pa­ção do gover­no fede­ral nes­te pri­mei­ro momen­to. A decla­ra­ção foi dada após a deso­cu­pa­ção das últi­mas 40 resi­dên­ci­as de famí­li­as que ain­da mora­vam na área afe­ta­da, den­tro bair­ro do Mutan­ge.

Brasília, DF 07/12/2023 O ministro das Minas e Energia, Alexandre Silveira, falam com a imprensa após se reunirem com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, na residência oficial do Senado. Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil
Repro­du­ção: Minis­tro das Minas e Ener­gia, Ale­xan­dre Sil­vei­ra, res­sal­ta que pre­ser­va­ção da vida é a gran­de pre­o­cu­pa­ção do gover­no — Fabio Rodri­gues-Poz­ze­bom/ Agên­cia Bra­sil

O minis­tro dis­se ain­da que, a par­tir do agra­va­men­to da cri­se geo­ló­gi­ca, o gover­no fede­ral tem dis­cu­ti­do ações para mini­mi­zar os impac­tos à popu­la­ção mora­do­ra do local e comer­ci­an­tes.

“Ago­ra, natu­ral­men­te, nós vamos dis­cu­tir, do pon­to de vis­ta de gover­no, como se darão os des­do­bra­men­tos des­se pro­ble­ma, que é um pro­ble­ma soci­al, é um pro­ble­ma polí­ti­co e é um pro­ble­ma tam­bém téc­ni­co.”

Por meio dos moni­to­ra­men­tos fei­tos pela Sala de Situ­a­ção, Ale­xan­dre Sil­vei­ra dis­se que o Minis­té­rio de Minas e Ener­gia tem infor­ma­do a Casa Civil da Pre­si­dên­cia da Repú­bli­ca, o vice-pre­si­den­te da Repú­bli­ca, Geral­do Alck­min, e demais órgãos rela­ci­o­na­dos ao tema sobre cada movi­men­ta­ção do solo em Maceió. “Estou pre­si­din­do a sala de situ­a­ção e, se neces­sá­rio, esta­rei em Maceió para poder ava­li­ar com cui­da­do os pos­sí­veis danos que a explo­ra­ção do sal-gema cau­sou naque­la região,” diz o minis­tro.

O minis­tro adi­an­tou que assim que o pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lula da Sil­va che­gar a Bra­sí­lia, após par­ti­ci­par da Cúpu­la de Che­fes de Gover­no do Mer­co­sul, rece­be­rá infor­ma­ções adi­ci­o­nais sobre a real situ­a­ção em Maceió; “Para que pos­sa ava­li­ar a neces­si­da­de e a con­ti­nui­da­de de medi­das que já tomou, mes­mo via­jan­do, a fim de mini­mi­zar os impac­tos des­se dra­ma que vive a popu­la­ção de Maceió.”, dis­se Sil­vei­ra.

Edi­ção: Ali­ne Leal

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Bolsonaro volta a pedir afastamento de Moraes de inquérito sobre golpe

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil Recurso deverá ser apreciado pelo presidente do STF Publi­ca­do em …