...
domingo ,16 junho 2024
Home / Noticias / Massa de ar polar seca provoca neve e geada no Sul

Massa de ar polar seca provoca neve e geada no Sul

santa_catarina_geada

Repro­du­ção: © Divulgação/Defesa Civil de San­ta Cata­ri­na

Previsão é gear na Região Sul e também em parte de SP, MS e MG


Publi­ca­do em 20/07/2021 — 09:13 Por Pedro Peduz­zi — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

A que­da de tem­pe­ra­tu­ra pre­vis­ta na sema­na pas­sa­da pelo Sis­te­ma Naci­o­nal de Mete­o­ro­lo­gia (SNM) se con­fir­mou e pro­vo­cou gea­das e tem­pe­ra­tu­ras nega­ti­vas no Sul do país. A ten­dên­cia apon­ta­da pelos mete­o­ro­lo­gis­tas é que o frio con­ti­nue inten­so até quar­ta-fei­ra (21) em gran­de par­te do Bra­sil, prin­ci­pal­men­te nas madru­ga­das, devi­do à “mas­sa de ar frio de ori­gem polar bas­tan­te seca”.

Em nota, o Ins­ti­tu­to Naci­o­nal de Mete­o­ro­lo­gia (Inmet) infor­ma que ontem (19), no Sul do Bra­sil, a menor tem­pe­ra­tu­ra foi regis­tra­da em Gene­ral Car­nei­ro, no sul do Para­ná: ‑5,2°C. Até então, a menor tem­pe­ra­tu­ra do ano havia sido regis­tra­da no dia 29 de junho (-3,9°C).

Foram tam­bém regis­tra­das tem­pe­ra­tu­ras nega­ti­vas no Pla­nal­to Aul cata­ri­nen­se e no sul do Para­ná. Em Bom Jar­dim da Ser­ra (SC), a tem­pe­ra­tu­ra ficou em ‑4,3°C. Em Iná­cio Mar­tins (PR), a tem­pe­ra­tu­ra che­gou a ‑2,4°C. Loca­li­za­da na Área noro­es­te do Rio Gran­de do Sul, San­ta Rosa regis­trou ‑1,8°C.

Algu­mas loca­li­da­des da Ser­ra da Man­ti­quei­ra (MG) tam­bém tive­ram tem­pe­ra­tu­ra nega­ti­va. Em Mon­te Ver­de che­gou a gear, e a tem­pe­ra­tu­ra ficou em ‑1,2°C. Segun­do o SNM, Rio Bri­lhan­te (MS) foi a cida­de com tem­pe­ra­tu­ra mais bai­xa (-1,5°C). Nevou em pon­tos iso­la­dos de Cam­pos de Cima da Ser­ra (RS) e no alto do Pla­nal­to Sul Cata­ri­nen­se entre a noi­te de domin­go (18) e o ama­nhe­cer da segun­da-fei­ra (19).

“Ven­tos for­tes, com velo­ci­da­de aci­ma dos 80 km/h, sopra­ram na fai­xa les­te do Rio Gran­de do Sul (Pelo­tas atin­giu 84km/h) em fun­ção do ciclo­ne extra­tro­pi­cal que se des­lo­ca pelo Atlân­ti­co, a les­te-sudes­te do Rio Gran­de do Sul”, infor­mou o Inmet.

Em São Pau­lo, a menor tem­pe­ra­tu­ra foi em Ran­cha­ria, no sudo­es­te, com ‑1°C. A que­da de tem­pe­ra­tu­ra abran­geu tam­bém o noro­es­te do esta­do. Em Val­pa­raí­so, a míni­ma che­gou a 0,7°C.

Segun­do o Inmet, a pre­vi­são de “gea­da de inten­si­da­de mode­ra­da a for­te” con­ti­nua para “uma ampla área da Região Sul, cen­tro-sul do Mato Gros­so do Sul, par­te do inte­ri­or de São Pau­lo e sul de Minas Gerais, incluin­do a Ser­ra da Man­ti­quei­ra na madru­ga­da e nas pri­mei­ras horas da manhã des­ta ter­ça-fei­ra (20)”.

Para quar­ta-fei­ra (21), a pre­vi­são do ins­ti­tu­to é que a gea­da dimi­nua em sua área de abran­gên­cia e em sua inten­si­da­de, “mas ain­da ocor­re com mode­ra­da inten­si­da­de em área mais res­tri­ta ao sul do país, e de fra­ca inten­si­da­de sobre par­te do les­te de São Pau­lo e Man­ti­quei­ra (divi­sa do Rio com São Pau­lo)”.

Edi­ção: Valé­ria Agui­ar

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Sobe para 175 o número de mortos no RS após enchentes

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Dois corpos foram encontrados em Teutônia e Agudo Publicado em …