...
sábado ,20 julho 2024
Home / Educação / MEC apresenta novo Enem; veja as mudanças

MEC apresenta novo Enem; veja as mudanças

Repro­dução: © Fabio Rodrigues-Pozze­bom/ Agên­cia Brasil

Aluno de curso técnico terá bonificação ao concorrer ao nível superior


Pub­li­ca­do em 17/03/2022 — 18:06 Por Mar­i­ana Tokar­nia — Repórter da Agên­cia Brasil — Rio de Janeiro

As questões aber­tas ou dis­cur­si­vas serão val­orizadas no novo Exame Nacional do Ensi­no Médio (Enem), e os estu­dantes que fiz­erem cur­sos téc­ni­cos terão bonifi­cações na hora de con­cor­rer a vagas no ensi­no supe­ri­or. As novi­dades foram apre­sen­tadas hoje (17), em entre­vista cole­ti­va, pelo Min­istério da Edu­cação (MEC). O novo Enem será apli­ca­do a par­tir de 2024.

Segun­do o MEC, as provas, que atual­mente são com­postas ape­nas pela redação e por per­gun­tas obje­ti­vas de múlti­pla escol­ha, pas­sarão a con­tar com out­ros for­matos, como as chamadas questões aber­tas ou dis­cur­si­vas, nas quais o estu­dante escreve a respos­ta e não ape­nas sele­ciona uma opção. “Esta­mos dan­do peso grande para a pro­dução escri­ta do estu­dante”, expli­ca o secretário de Edu­cação Bási­ca do MEC, Mau­ro Rabe­lo.

O Enem pas­sará por mudanças para ade­quar-se ao novo ensi­no médio, mod­e­lo que começa a ser apli­ca­do este ano em todo o país. Nos novos cur­rícu­los esco­lares, parte das aulas será comum a todos os estu­dantes do país e dire­ciona­da pela Base Nacional Comum Cur­ric­u­lar (BNCC).

Na out­ra parte da for­mação, os próprios estu­dantes poderão escol­her um itin­erário para apro­fun­dar o apren­diza­do. As opções per­mitem ênfase em áreas de lin­gua­gens, matemáti­ca, ciên­cias da natureza, ciên­cias humanas e ensi­no téc­ni­co. A ofer­ta de itin­erários vai depen­der da capaci­dade das redes de ensi­no e das esco­las brasileiras.

Assista na TV Brasil

O que muda

Para mel­hor avali­ação dos estu­dantes, o Enem pas­sará ser com­pos­to por duas provas. Segun­do Rabe­lo, o mod­e­lo atu­al de dois dias de apli­cação dev­er ser man­ti­do e, em um dos dias, os estu­dantes respon­derão a questões voltadas para a parte comum, dire­cionadas pela BNCC. Farão tam­bém a pro­va de redação.

As questões serão inter­dis­ci­pli­nares, ou seja, abor­darão mais de uma área de con­hec­i­men­to e o prin­ci­pal foco será em por­tuguês e matemáti­ca. A pro­va de inglês tam­bém será integra­da às demais áreas. “Pode ter uma questão de história com o tex­to escrito em lín­gua ingle­sa para o estu­dante avaliar”, exem­pli­fi­ca Rabe­lo.

A segun­da eta­pa do exame será volta­da para a for­mação especí­fi­ca que os estu­dantes rece­berão no ensi­no médio. Na hora da inscrição, os can­didatos poderão escol­her entre respon­der questões de lin­gua­gens, ciên­cias humanas e soci­ais apli­cadas; matemáti­ca, ciên­cias da natureza e suas tec­nolo­gias; matemáti­ca, ciên­cias humanas e soci­ais apli­cadas; ou ciên­cias da natureza, ciên­cias humanas e soci­ais apli­cadas.

As uni­ver­si­dades vão decidir quais áreas serão cobradas para ingres­sar em cada um dos cur­sos ofer­ta­dos. Dessa for­ma, um estu­dante que dese­ja cur­sar, por exem­p­lo, matemáti­ca no ensi­no supe­ri­or dev­erá escol­her as questões cobradas para ingres­sar nesse cur­so.

Ouça na Radioagência Nacional

Formação técnica

Ain­da no ensi­no médio, os estu­dantes poderão optar, entre os itin­erários for­ma­tivos, por uma for­mação téc­ni­ca e profis­sion­al. Como são muitos os cur­sos téc­ni­cos e as áreas de con­hec­i­men­to, e é difí­cil faz­er provas especí­fi­cas para cada uma delas, eles poderão rece­ber bonifi­cações ao con­cor­rer a vagas no ensi­no supe­ri­or pelo Enem.

De acor­do com Rabe­lo, os estu­dantes não estão, porém, dis­pen­sa­dos do Enem e par­tic­i­parão das duas fas­es da pro­va, mas, ao final, poderão rece­ber um bônus na nota. “Esta­mos intro­duzin­do a pro­pos­ta de bonifi­cação para estu­dante que fez for­mação téc­ni­ca. Ele não está dis­pen­sa­do, vai faz­er o blo­co [de questões] de acor­do com o cur­so supe­ri­or que dese­ja e a insti­tu­ição [de ensi­no supe­ri­or] apon­ta. A nota dele vai ter uma pon­der­ação de acor­do com aderên­cia da for­mação téc­ni­ca dele ao cur­so supe­ri­or pre­tendi­do”, diz o secretário.

Próximos passos

As pro­postas para o novo Enem são resul­ta­do das dis­cussões do grupo de tra­bal­ho (GT) con­sti­tuí­do no ano pas­sa­do para esse fim. O GT é for­ma­do pelo MEC, por secretários de Edu­cação estad­u­ais, e por out­ros órgãos como Con­sel­ho Nacional de Edu­cação (CNE) e o Insti­tu­to Nacional de Estu­dos e Pesquisas Edu­ca­cionais Aní­sio Teix­eira (Inep).

Nes­ta segun­da-feira (14), o CNE aprovou pare­cer que ofi­cial­iza as sug­estões do grupo. Após a homolo­gação do MEC, caberá ao Inep definir quais serão as dire­trizes da nova avali­ação e o for­ma­to das questões. Ao final, as uni­ver­si­dades tam­bém terão autono­mia para definir como usarão as notas e como apli­carão as bonifi­cações.

Será for­ma­do um comitê de gov­er­nança, insti­tuí­do pelo MEC e coor­de­na­do pelo Inep, volta­do para o con­stante apri­mora­men­to do exame.

“O Enem pre­cisa acom­pan­har a evolução da edu­cação brasileira, as avali­ações inter­na­cionais e a refor­ma do ensi­no médio. A men­sagem final que traze­mos é que o novo Enem val­orizará ain­da mais a capaci­dade de reflexão. O mod­e­lo aqui apre­sen­ta­do con­tem­pla a flex­i­bil­i­dade cur­ric­u­lar, per­mitin­do que as aptidões e as escol­has de nos­sos jovens sejam con­sid­er­adas”, diz o min­istro da Edu­cação, Mil­ton Ribeiro.

Cronograma

O crono­gra­ma definido pelo MEC pre­vê a imple­men­tação do novo ensi­no médio a par­tir deste ano, de for­ma pro­gres­si­va, pelo 1º ano do ensi­no médio. Tam­bém em 2022 dev­erão ser divul­gadas as dire­trizes do novo Enem. Em 2023, a imple­men­tação segue, com o 1º e 2º anos e, em 2024, o ciclo ter­mi­na com os três anos do ensi­no médio.

O novo mod­e­lo de pro­va do Enem deve entrar em vig­or ape­nas após a total imple­men­tação das mudanças no ensi­no médio, em 2024. O Enem segue em 2022 e 2023 o mes­mo for­ma­to das avali­ações apli­cadas em anos ante­ri­ores.

Edição: Nádia Fran­co

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Abin Paralela: Moraes retira sigilo de áudio de conversa de Bolsonaro

Repro­dução: © Fabio Rodrigues-Pozze­bom/ Agên­cia Brasil Investigação mostra que possivelmente diretor da agência fez gravação …