terça-feira ,16 agosto 2022
Home / Mulher / Ministério faz parceria para qualificar 270 mil mulheres

Ministério faz parceria para qualificar 270 mil mulheres

Prefeitura do Salvador
Repro­du­ção: © 22/02/2010/Prefeitura do Salvador

A iniciativa faz parte do Projeto Qualifica Mulher


Publi­ca­do em 15/07/2021 — 17:59 Por Agên­cia Bra­sil — Brasília

O Minis­té­rio da Mulher, da Famí­lia e dos Direi­tos Huma­nos (MMFDH) lan­çou, hoje (15), uma par­ce­ria com a Asso­ci­a­ção Ali­an­ça Empre­en­de­do­ra para ofe­re­cer 270 mil vagas grá­tis para a qua­li­fi­ca­ção de mulhe­res em vul­ne­ra­bi­li­da­de soci­al. Estão pre­vis­tas 10 mil vagas em cada estado.

Serão ofe­re­ci­dos cur­sos gra­tui­tos de edu­ca­ção finan­cei­ra, mar­ke­ting digi­tal, ino­va­ção em tem­pos de cri­se, for­ma­ção de mulhe­res empre­en­de­do­ras, entre outros.

A ini­ci­a­ti­va faz par­te do Pro­je­to Qua­li­fi­ca Mulher, que tem inves­ti­men­to de R$ 36 milhões, e obje­ti­va auxi­li­ar na auto­no­mia econô­mi­ca do públi­co femi­ni­no. De acor­do com a secre­tá­ria Naci­o­nal de Polí­ti­cas para as Mulhe­res, Cris­ti­a­ne Brit­to, o ofe­re­ci­men­to das vagas pode­rá gerar opor­tu­ni­da­des duran­te a pandemia.

“O Qua­li­fi­ca Mulher sur­giu em meio ao cená­rio de pan­de­mia, que reti­rou 8,5 milhões de mulhe­res do mer­ca­do de tra­ba­lho. Sabe­mos que o empre­en­de­do­ris­mo é um dos melho­res cami­nhos para rever­ter esse cená­rio, pois, além de con­tri­buir para o cres­ci­men­to da eco­no­mia, geran­do empre­gos, cola­bo­ra para cons­tru­ção de uma soci­e­da­de mais equi­li­bra­da, na medi­da em que gera opor­tu­ni­da­des de lide­ran­ça para as mulhe­res”, dis­se a secretária.

Para a dire­to­ra exe­cu­ti­va da Ali­an­ça Empre­en­de­do­ra, Lina Use­che, as mulhe­res pre­ci­sam ver o empre­en­de­do­ris­mo como uma opção viá­vel e real.

“Pela cri­se cau­sa­da pela pan­de­mia, den­tro do empre­en­de­do­ris­mo as mulhe­res têm uma gran­de repre­sen­ta­ti­vi­da­de, mas elas tam­bém têm gran­des desa­fi­os. A gen­te vê que os mes­mos desa­fi­os que a mulher tem na soci­e­da­de, ela tam­bém tem quan­do dese­ja empre­en­der”, disse.

Edi­ção: Fer­nan­do Fraga

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Imigrantes venezuelanos são abrigados em instalações provisórias em Boa Vista.

Dia dos Pais: separações e reencontros marcam refugiados no Brasil

Repro­du­ção: © Divulgação/Acnur Conheça histórias de estrangeiros que passarão a data no Brasil Publi­ca­do em …