...
domingo ,14 julho 2024
Home / Justiça / Ministério Público do Rio cria núcleo para apoiar vítimas de violência

Ministério Público do Rio cria núcleo para apoiar vítimas de violência

Repro­dução: © Fer­nan­do Frazão/Agência Brasil

Estrutura começa a funcionar segunda-feira na sede da instituição


Pub­li­ca­do em 03/06/2023 — 12:01 Por Vitor Abdala – Repórter da Agên­cia Brasil — Rio de Janeiro

ouvir:

O Min­istério Públi­co do Rio de Janeiro (MPRJ) terá um núcleo para aten­der a víti­mas de vio­lên­cia ou desas­tres nat­u­rais e a suas famílias. O Núcleo de Apoio às Víti­mas (NAV) cri­a­do por res­olução do procu­rador-ger­al de Justiça do Rio, Luciano Mat­tos, começa fun­cionar nes­ta segun­da-feira (5), na sede da insti­tu­ição, no cen­tro da cidade.

O núcleo terá a função de pro­te­ger e garan­tir apoio human­iza­do a víti­mas de crimes, atos infra­cionais, desas­tres nat­u­rais, calami­dades públi­cas e graves vio­lações de dire­itos humanos. Entre as funções do NAV, estão as de facil­i­tar o aces­so à infor­mação sobre proces­sos judi­ci­ais, encam­in­har a pes­soa a serviços de assistên­cia (médi­ca, psi­cos­so­cial e jurídi­ca) e a pro­gra­mas de pro­teção de víti­mas e teste­munhas. Quan­do for necessário, o núcleo tam­bém bus­cará medi­das para res­guardar o dire­ito inte­gral da víti­ma e de seus famil­iares.

“É um atendi­men­to espe­cial­iza­do, com uma escu­ta difer­en­ci­a­da, onde a pes­soa vai se sen­tir acol­hi­da, vai sen­tir o apoio necessário para que con­heça seus dire­itos e sai­ba que pode ter apoio psi­cológi­co”, expli­ca a coor­de­nado­ra de Pro­moção de Dire­itos das Víti­mas do MPRJ, procu­rado­ra de Justiça Patrí­cia Glioche.

Segun­do Patrí­cia, muitas mul­heres víti­mas de vio­lên­cia já procu­raram o Min­istério Públi­co em bus­ca de acol­hi­men­to, e o NAV fará ago­ra esse serviço. O encam­in­hamen­to das víti­mas ao núcleo poderá ser feito por inter­mé­dio da ouvi­do­ria do MPRJ.

A ideia é que o Min­istério Públi­co capacite out­ros servi­dores para que pequenos núcleos semel­hantes sejam cri­a­dos em out­ras regiões do esta­do do Rio.

Tex­to alter­ado às 14h16 para acrésci­mo de alter­ação no primeiro pará­grafo

Edição: Nádia Fran­co

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Polícia faz operação contra facções que atuam no RJ e AM

Repro­dução: © Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil Agentes cumprem 26 mandados de prisão por venda ilícita de …