...
sexta-feira ,23 fevereiro 2024
Home / Noticias / Ministro de Bolsonaro revelou reuniões com militares sobre reeleição

Ministro de Bolsonaro revelou reuniões com militares sobre reeleição

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil

Ex-titular da Defesa tratava TSE como inimigo da gestão passada


Publi­ca­do em 09/02/2024 — 17:55 Por Alex Rodri­gues e Pedro Peduz­zi — Repór­te­res da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

ouvir:

Duran­te a reu­nião de gover­no em 5 de julho de 2022, no Palá­cio do Pla­nal­to, o então minis­tro da Defe­sa Pau­lo Sér­gio Noguei­ra se refe­riu ao Tri­bu­nal Supe­ri­or Elei­to­ral (TSE) como um “ini­mi­go” mili­tar da ges­tão do ex-pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro.

Fal­tan­do menos de 100 dias para o pri­mei­ro tur­no das elei­ções e com Bol­so­na­ro apa­re­cen­do em segun­do lugar nas pes­qui­sas de inten­ção de votos, Noguei­ra dis­se, apa­ren­te­men­te sem saber que esta­va sen­do gra­va­do, que vinha se reu­nin­do com coman­dan­tes das For­ças Arma­das a fim de dis­cu­tir a atu­a­ção mili­tar no pro­ces­so elei­to­ral e man­ter Bol­so­na­ro no poder.

“Estou rea­li­zan­do, sema­nal­men­te, reu­niões com os coman­dan­tes de For­ça. Este cená­rio nós estu­da­mos, tra­ba­lha­mos, e temos reu­niões deci­si­vas pela fren­te para ver­mos o que pode ser fei­to; que ações pode­rão ser toma­das para que pos­sa­mos ter trans­pa­rên­cia, segu­ran­ça, con­di­ções de audi­to­ria e para que as elei­ções trans­cor­ram da for­ma como a gen­te sonha. E que o senhor, com o que a gen­te vê no dia a dia, tenha­mos o êxi­to de o ree­le­ger. Este é o dese­jo de todos nós”, decla­rou Noguei­ra.

Duran­te a reu­nião, Bol­so­na­ro, Noguei­ra e outros minis­tros, como os ex-titu­la­res da Con­tro­la­do­ria-Geral da União (CGU), Wag­ner Rosá­rio, e do Gabi­ne­te de Segu­ran­ça Ins­ti­tu­ci­o­nal (GSI), Augus­to Hele­no, vol­ta­ram a ale­gar que as urnas elei­to­rais ele­trô­ni­cas não podem ser audi­ta­das e que o Poder Judi­ciá­rio não tem cre­di­bi­li­da­de. Na ava­li­a­ção de Bol­so­na­ro, que ten­ta­va se ree­le­ger, havia um com­plô para garan­tir que o então can­di­da­to petis­ta Luiz Iná­cio Lula da Sil­va ganhas­se as elei­ções.

“Nes­te momen­to [julho de 2022], o que sin­to é ape­nas na linha de con­ta­to com o ini­mi­go. Na guer­ra, a gen­te tem linha de con­ta­to, linha de par­ti­da. Vou rom­per aqui­lo e ini­ci­ar minha ope­ra­ção. E vejo as For­ças Arma­das e o Minis­té­rio da Defe­sa nes­ta linha de con­ta­to”, comen­tou Noguei­ra, refe­rin­do-se à par­ti­ci­pa­ção de mili­ta­res na Comis­são de Trans­pa­rên­cia Elei­to­ral que o TSE tinha cri­a­do pou­co tem­po antes, em res­pos­ta às crí­ti­cas, e com o obje­ti­vo de dar mais trans­pa­rên­cia ao pro­ces­so elei­to­ral.

“Vou falar aqui [algo] mui­to gra­ve: senho­res, a comis­são é para inglês ver”, dis­se Noguei­ra, repe­tin­do que ape­nas três das 15 pro­pos­tas que repre­sen­tan­tes das For­ças Arma­das apre­sen­ta­ram à comis­são foram acei­tas.

Já na épo­ca, o TSE reba­teu as crí­ti­cas que Noguei­ra fazia em públi­co, ale­gan­do que aco­lheu par­te das suges­tões mili­ta­res para apri­mo­ra­men­to das elei­ções e que alguns pedi­dos de infor­ma­ções foram inde­fe­ri­dos devi­do à “intem­pes­ti­vi­da­de da soli­ci­ta­ção”.

A reu­nião da equi­pe de gover­no está regis­tra­da em um vídeo divul­ga­do nes­ta sex­ta-fei­ra (9) pelo Supre­mo Tri­bu­nal Fede­ral (STF), no âmbi­to da Ope­ra­ção Tem­pus Veri­ta­tis. A ope­ra­ção foi defla­gra­da na quin­ta-fei­ra (8), pela Polí­cia Fede­ral (PF), para inves­ti­gar uma supos­ta orga­ni­za­ção cri­mi­no­sa cuja atu­a­ção teria resul­ta­do na ten­ta­ti­va mal­su­ce­di­da de gol­pe de Esta­do no 8 de janei­ro de 2023.

Edi­ção: Ali­ne Leal

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio vai a R$ 97 milhões

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Veja os números sorteados: 09 – 28 – 33 – …