...
quarta-feira ,28 fevereiro 2024
Home / Cultura / Museu do Futebol tem brincadeiras e exposição como atração de férias

Museu do Futebol tem brincadeiras e exposição como atração de férias

Repro­du­ção: © Museu do Futebol/Divulgação/Direitos Reser­va­dos

Atividades seguem até 31 de janeiro e mostra até abril, tudo gratuito


Publi­ca­do em 14/01/2024 — 12:47 Por Lin­coln Cha­ves — Repór­ter da EBC — São Pau­lo

ouvir:

Até o pró­xi­mo dia 31 de janei­ro, o Museu do Fute­bol, em São Pau­lo, está com uma pro­gra­ma­ção de féri­as que envol­ve jogos e brin­ca­dei­ras rela­ci­o­na­das ao fute­bol. As ati­vi­da­des são gra­tui­tas e são rea­li­za­das na área exter­na do museu, situ­a­do na Pra­ça Char­les Mil­ler, no Está­dio Pau­lo Macha­do de Car­va­lho, o Paca­em­bu.

Entre os brin­que­dos estão mesas de pebo­lim (ou totó), fute­bol de botão e de fut­me­sa (moda­li­da­de que mis­tu­ra fute­bol, tênis de mesa e futevô­lei). Há, tam­bém, ati­vi­da­des espe­ci­ais que vari­am con­for­me o dia, com horá­rio mar­ca­do, como ofi­ci­nas de des­tre­zas manu­ais e de con­fec­ci­o­nar pipas, fut­si­nu­ca, pula-pula de bola inflá­vel, cam­pe­o­na­to de embai­xa­di­nhas e desa­fio de chu­te a gol.

As atra­ções fun­ci­o­nam de ter­ça-fei­ra a domin­go, das 9h às 18h (horá­rio de Bra­sí­lia), com entra­da até 17h, vol­ta­das a todas as fai­xas etá­ri­as, mas a pre­do­mi­nân­cia é da cri­an­ça­da. A apo­sen­ta­da Ivo­ne Batis­ta levou o afi­lha­do Miguel Figuei­re­do, de 11 anos, para gas­tar ener­gia de uma manei­ra dife­ren­te.

“Nun­ca tinha vin­do [ao Museu do Fute­bol], mas é mui­to legal. Tem mui­tos jogos, dá para apren­der mui­to”, dis­se Miguel.

“Che­ga de shop­ping, de ficar pre­so em teli­nha [de vide­o­ga­me]. Ele [Miguel] gos­ta de espor­te e achei que era o melhor lugar para tra­zê-lo. Aqui ele brin­ca, faz ami­za­des”, comen­tou Ivo­ne.

E foi numa mesa de “taman­co­bol” (jogo em que o chu­te é fei­to com um ape­tre­cho seme­lhan­te a um taman­co) que Miguel conhe­ceu e brin­cou com Pedro Araú­jo Tuc­ci. O garo­to de 10 anos foi leva­do ao Museu pela mãe, a pro­fes­so­ra Nair­la de Araú­jo Mes­si­as, que o apre­sen­tou ao fute­bol de botão.

“Eu já tinha con­ver­sa­do com ele sobre, mas nun­ca tive opor­tu­ni­da­de de jogar com ele. E [mos­trou] tam­bém o fut­me­sa, que é um espor­te mais atu­al”, con­tou Nair­la.

“Estou ado­ran­do, tem mui­ta coi­sa para fazer. Gos­tei de jogar o fute­bol de botão, achei difí­cil”, com­ple­tou Pedro.

Futebol de Brinquedo

Além da pro­gra­ma­ção de féri­as, o Museu do Fute­bol está com uma expo­si­ção tem­po­rá­ria cha­ma­da “Fute­bol de Brin­que­do”. Com cura­do­ria do jor­na­lis­ta Mar­ce­lo Duar­te, a mos­tra segue até abril e reú­ne arti­gos e jogos his­tó­ri­cos, com mais de 60 anos, e outros mais recen­tes, para mexer com o ima­gi­ná­rio dos visi­tan­tes de dife­ren­tes per­fis de ida­de.

O fute­bol de mulhe­res mere­ceu des­ta­que. Além de uma cole­ção de mini-cra­ques (bone­cos em mini­a­tu­ra de cabe­ças avan­ta­ja­das em rela­ção ao cor­po, suces­so nos anos 1990) alu­si­vos aos gran­des nomes da sele­ção femi­ni­na, foram expos­tos times de botão refe­ren­tes a times his­tó­ri­cos como Radar-RJ, Saad-SP (pio­nei­ros no pro­fis­si­o­na­lis­mo), Cen­tro Olím­pi­co (pri­mei­ro cam­peão bra­si­lei­ro, em 2013) e Avaí/Kindermann.

“Temos, por exem­plo, um jogo de tabu­lei­ro que se cha­ma Ludo­pé­dio, cri­a­do pelo Chi­co Buar­que lá nos anos 1970. Em para­le­lo, temos cai­xi­nhas de fute­bol de botão anti­gas e tam­bém mais con­tem­po­râ­ne­as”, des­cre­veu Maí­ra Cor­rêa Macha­do, coor­de­na­do­ra do Núcleo de Expo­si­ções e Pro­gra­ma­ção Cul­tu­ral do Museu do Fute­bol.

A mos­tra tem­po­rá­ria é gra­tui­ta e fun­ci­o­na de ter­ça a domin­go, das 9h às 18h, com entra­da até 17h. Ela será a úni­ca do Museu do Fute­bol até abril. A expo­si­ção prin­ci­pal está fecha­da des­de 6 de novem­bro para obras de refor­mu­la­ção do acer­vo, que inclu­em atu­a­li­za­ção do par­que tec­no­ló­gi­co e inclu­são de novas ins­ta­la­ções e expe­ri­ên­ci­as. Em 15 anos de fun­ci­o­na­men­to, o local rece­beu mais de qua­tro milhões de visi­tan­tes.

Edi­ção: Fábio Lis­boa

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Botafogo e Vasco fazem clássico decisivo pelo Campeonato Carioca

Repro­du­ção: © Vitor Silva/Botafogo/Direitos Reser­va­dos Rádio Nacional transmite o confronto a partir das 16h deste …