...
quinta-feira ,7 dezembro 2023
Home / Noticias / Número de atendimentos por calor excessivo aumenta em São Paulo

Número de atendimentos por calor excessivo aumenta em São Paulo

Repro­dução: © Paulo Pinto/Agência Brasil

Tendas instaladas em pontos estratégicos amenizam impacto do sol


Pub­li­ca­do em 22/09/2023 — 11:57 Por Flávia Albu­querque — Repórter da Agên­cia Brasil — São Paulo

ouvir:

As ten­das insta­l­adas em pon­tos estratégi­cos da cidade de São Paulo para ofer­e­cer abri­go às pes­soas em situ­ação de vul­ner­a­bil­i­dade e amenizar o impacto do sol e do calor exces­si­vo aten­der­am 797 pes­soas no segun­do dia da Oper­ação Altas Tem­per­at­uras (OAT), nes­ta quin­ta-feira (21). Foram aten­di­dos 292 idosos, 31 cri­anças e 55 ado­les­centes. No dia ante­ri­or, 340 pes­soas havi­am procu­ra­do o serviço.

No segun­do dia da oper­ação os ter­mômet­ros reg­is­traram até 33,9°C. A ação será real­iza­da sem­pre que as tem­per­at­uras atin­girem 32º C, ou sen­sação tér­mi­ca equiv­a­lente. Sim­i­lar à Oper­ação Baixas Tem­per­at­uras (OBT), a atu­al é uma ini­cia­ti­va da prefeitu­ra em parce­ria com o gov­er­no paulista, em parce­ria com a Com­pan­hia de Sanea­men­to Bási­co do Esta­do de São Paulo (Sabe­sp).

No total, entre 10h e 16h de ontem (22), as equipes da Sec­re­taria Munic­i­pal de Assistên­cia e Desen­volvi­men­to Social fiz­er­am 10.805 atendi­men­tos com dis­tribuição de 23.427 itens, sendo 9.883 gar­rafas de água, 2.611 fru­tas e 8.266 bonés. No primeiro dia, no mes­mo perío­do, foram feitos 3.976 atendi­men­tos e dis­tribuí­dos 6.475 itens, sendo 3.738 gar­rafas de água, 2.527 fru­tas e 210 bonés.

As ten­das foram insta­l­adas na Praça da Repúbli­ca e Praça Marechal Deodoro (Região Cen­tral), Praça Flo­ri­ano Peixo­to, nº 54 (San­to Amaro), Praça José Boe­mer Roschel (Capela do Socor­ro), Aveni­da Cruzeiro do Sul, nº 3.180 (San­tana), Praça Novo Mun­do (Vila Maria), Praça Pres­i­dente Getúlio Var­gas, s/n (Gua­ianas­es), Aveni­da Mus­go de Flor com Aveni­da Imper­ador, embaixo do viadu­to Jacu Pêssego (Ita­que­ra), Praça Cid José da Sil­va Cam­panel­la (Mooca) e Rua do Cur­tume, s/n – esquina com Guai­cu­rus (Lapa).

De acor­do com a prefeitu­ra, o foco da ação é con­vencer as pes­soas a procu­rarem o atendi­men­to para se abri­garem do sol e rece­berem água e ali­men­to. Além do fornec­i­men­to de água, fru­tas e bonés, e espaço para os ani­mais de esti­mação e reforço na com­pra de ven­ti­ladores em unidades de acol­hi­men­to, há uma ambulân­cia ref­er­en­ci­a­da para atendi­men­to a casos de exposição ao calor para aten­der as ten­das. O obje­ti­vo de evi­tar inso­lação, desidratação e out­ros prob­le­mas que podem decor­rer da exposição ao sol forte e altas tem­per­at­uras.

A Defe­sa Civ­il da cidade de São Paulo decre­tou esta­do de atenção para altas tem­per­at­uras des­de o dia 21/09/23 às 18h00.

Previsão

A sex­ta-feira (22) começou com pou­cas nuvens e ter­mômet­ros em média de 17,6º e algum nevoeiro em alguns bair­ros. De acor­do com o Cen­tro de Geren­ci­a­men­to de Emergên­cias Climáti­cas (CGE) da cap­i­tal paulista, a tem­per­atu­ra máx­i­ma pre­vista é de 33°C, com os menores per­centu­ais de umi­dade em torno dos 30% e sem pre­visão de chu­va. Até o momen­to, as chu­vas no mês de setem­bro atin­gi­ram os 46,8mm, o equiv­a­lente a aprox­i­mada­mente 68,5% dos 68,3mm esper­a­dos para o mês, segun­do o cen­tro.

Com o for­t­alec­i­men­to da mas­sa de ar quente e seco em grande parte do país, a cidade de São Paulo pode novos recordes de tem­per­atu­ra máx­i­ma até o domin­go (24), de acor­do com pre­visão de mete­o­rol­o­gis­tas.

As tem­per­at­uras altas mar­cam o fim do inver­no e a chega­da da pri­mav­era no sába­do (23) às 03h50, dia de forte calor des­de as primeiras horas da man­hã, com pou­cas nuvens e pre­domínio de sol ao lon­go do dia, com tem­per­atu­ra mín­i­ma de 19°C na madru­ga­da e a máx­i­ma aci­ma dos 34°C, enquan­to as menores taxas de umi­dade do ar per­manecem aci­ma dos 28%. O dia vai ter­mi­nar com pou­cas nuvens e sem pre­visão de chu­va.

No domin­go (24) a madru­ga­da deve reg­is­trar ter­mômet­ros por vol­ta dos 20°C e sen­sação de tem­po abafa­do. No perío­do da tarde a tem­per­atu­ra máx­i­ma pode atin­gir os 36°C no perío­do da tarde. A umi­dade do ar estará em declínio nas horas de maior aque­c­i­men­to, com val­ores mín­i­mos próx­i­mos aos 23%. Não há pre­visão de chu­va para a cap­i­tal e região met­ro­pol­i­tana de São Paulo.

Edição: Maria Clau­dia

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Em 5 anos, homicídios caem mais de 30% em seis estados e no DF

Repro­dução: © Marce­lo Camargo/Agência Brasil Em 2018 e 2019, houve queda mesmo com 45,5 mil registros …