...
sábado ,22 junho 2024
Home / Esportes / Olimpíada de Tóquio: Bia Ferreira conquista prata no boxe

Olimpíada de Tóquio: Bia Ferreira conquista prata no boxe

0p4a7857

Repro­du­ção: © Jon­ne Roriz/COB/Direitos reser­va­dos

Baiana perdeu decisão da categoria até 60 kg para irlandesa


Publi­ca­do em 08/08/2021 — 09:45 Por Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

O sonho era de uma meda­lha de ouro, mas Bia Fer­rei­ra fez his­tó­ria na Olim­pía­da de Tóquio (Japão) ao con­quis­tar a pra­ta após per­der a final da cate­go­ria até 60 kg do boxe para a irlan­de­sa Kel­lie Har­ring­ton, por deci­são unâ­ni­me dos juí­zes, na madru­ga­da des­te domin­go (8) na Are­na Koku­gi­kan.

“O atle­ta sem­pre quer ganhar. Sabia que esta­va sen­do uma luta pare­lha. Ela foi supe­ri­or, mas acre­di­to que foi um belo com­ba­te, ela usou a estra­té­gia de anu­lar meu jogo e não con­se­gui mudar isso. Mas estou feliz de estar nes­se pódio, ter con­se­gui­do a pra­ta, foi mui­to impor­tan­te já que venho par­ti­ci­pan­do de cam­pe­o­na­tos e, ape­nas em um até hoje, eu não con­se­gui estar no pódio. Então estar aqui tem o mes­mo peso, como se fos­se ouro. É duro, mas é gra­ti­fi­can­te ver que eu tra­ba­lhei, fiz as melho­res esco­lhas”, dis­se a pugi­lis­ta, após a luta, ao Comi­tê Olím­pi­co do Bra­sil (COB).

E Bia tam­bém expres­sou o dese­jo de, na pró­xi­ma edi­ção dos Jogos, em Paris, bus­car a tão sonha­da meda­lha dou­ra­da: “Tóquio aca­bou, mas esse ano ain­da temos mun­di­al, então não pode­mos parar. E aí Paris? Vou con­ver­sar com meu trei­na­dor ali e vamos ver. Por mim sim. Que­ro mudar a cor des­sa meda­lha”.

Com a pra­ta de Bia Fer­rei­ra, o boxe bra­si­lei­ro encer­ra os Jogos de Tóquio com três meda­lhas. Antes vie­ram o ouro de Hebert Con­cei­ção, na cate­go­ria até 75 qui­los, e o bron­ze de Abner Tei­xei­ra, na cate­go­ria até 91 qui­los.
banner_toquio2021

Edi­ção: Fábio Lis­boa

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Vinicius Júnior celebra punição de agressores racistas na Espanha

Repro­du­ção: © IMAGO/Ricardo Lar­rei­na Que outros racistas tenham medo, vergonha e se escondam nas sombras” …