...
quinta-feira ,22 fevereiro 2024
Home / Esportes / Palmeiras sobra diante do Santos e fatura título inédito da Copinha

Palmeiras sobra diante do Santos e fatura título inédito da Copinha

Repro­du­ção: © Mar­co Galvão/Copinha/Direitos Reser­va­dos

Com início acachapante, Verdão abriu 3 a 0 com 15 minutos de jogo


Publi­ca­do em 25/01/2022 — 12:23 Por Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

Pela pri­mei­ra vez na his­tó­ria, o Pal­mei­ras con­quis­tou o títu­lo da Copa São Pau­lo de Fute­bol Júni­or, após gole­ar o San­tos por 4 a 0 no Alli­anz Par­que, nes­ta ter­ça-fei­ra (25), na capi­tal pau­lis­ta. Invic­to na com­pe­ti­ção, hoje o Ver­dão balan­çou a rede três vezes em ape­nas 15 minu­tos de jogo, com gols de Endrick, Gio­va­ni e Gabri­el Sil­va, para ale­gria da tor­ci­da alvi­ver­de nas arqui­ban­ca­das. Na eta­pa final, Gabri­el Sil­va mar­cou o segun­do dele, ampli­an­do o triun­fo aos oito minu­tos de bola rolan­do. 

Há 19 anos o Alvi­ver­de não che­ga­va à uma final da Copi­nha: na oca­sião per­deu para o San­to André. A pri­mei­ra vez que o Ver­dão dis­pu­tou a taça foi em 1970, mas ficou em vice ao ser der­ro­ta­do pelo Corinthi­ans.

Mal come­çou a par­ti­da, o Ver­dão foi com tudo para cima do San­tos e cin­co minu­tos foram sufi­ci­en­tes para que Endrick, de 15 anos, abris­se o pla­car, após apro­vei­tar um cru­za­men­to e des­vi­ar para o fun­do da rede. Seis minu­tos depois, Gio­va­ni mar­cou um gola­ço, com um chu­te por cima do golei­ro Dió­ge­nes. E na sequên­cia, aos 15 minu­tos, foi a vez de Gabri­el Sil­va ampli­ar em cobran­ça de fal­ta. Com a ampla van­ta­gem, o Ver­dão dimi­nuiu em  inten­si­da­de, mas mes­mo assim o San­tos não con­se­guiu se rear­ti­cu­lar em cam­po para dimi­nuir o pre­juí­zo. E para deses­pe­ro do Pei­xe, já nos acrés­ci­mos, Derek foi expul­so de cam­po, após atin­gir a cane­la do alvi­ver­de Gio­va­ni.

Na eta­pa final, Gabri­el Sil­va pre­ci­sou de oito minu­tos para mar­car o segun­do dele na par­ti­da, des­ta vez de cabe­ça, apro­vei­tan­do um cru­za­men­to de Van­der­lan, da esquer­da.  O Ver­dão seguiu mar­can­do for­te e teve mais chan­ces de ampli­ar ain­da mais o pla­car. A melhor delas foi aos 26 minu­tos, em cabe­ça­da de João Pedro: o golei­ro Dió­ge­nes espal­mou  e a bola bateu na tra­ve e não entrou. Com desem­pe­nho mui­to supe­ri­or ao San­tos, o Ver­dão man­te­ve o con­tro­le do jogo até o api­to final.

Edi­ção: Cláu­dia Soa­res Rodri­gues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Paris 2024: seleção feminina de basquete não consegue vaga

Repro­du­ção: © Divulgação/CBB/Direitos Reser­va­dos Brasil é derrotado pela Alemanha por 73 a 71 em Belém …