...
sexta-feira ,23 fevereiro 2024
Home / Esportes / Parapan: Brasil quebra recorde de medalhas, e bocha vai a Paris 2024

Parapan: Brasil quebra recorde de medalhas, e bocha vai a Paris 2024

Repro­du­ção: © Ana Patricia/CPB/Direitos Reser­va­dos

A um dia do fim, país supera os 308 pódios obtidos na última edição


Publi­ca­do em 25/11/2023 — 19:10 Por Lin­coln Cha­ves — Repór­ter da EBC — São Pau­lo

ouvir:

A um dia do tér­mi­no dos Jogos Para­pan-Ame­ri­ca­nos de San­ti­a­go, no Chi­le, a cam­pa­nha bra­si­lei­ra já é a melhor do país na his­tó­ria do even­to. Entre a manhã e a tar­de des­te sába­do (25), o Bra­sil che­gou a 317 meda­lhas, supe­ran­do a melhor mar­ca ante­ri­or (308), atin­gi­da há qua­tro anos, em Lima, no Peru.

A meda­lha de núme­ro 309, a do recor­de, veio no para­bad­min­ton. Na clas­se SU5 (atle­tas com defi­ci­ên­cia de mem­bros supe­ri­o­res), Yuki Rober­to Rodri­gues foi ouro na dis­pu­ta mas­cu­li­na ao ven­cer o cuba­no Manu­el Par­gas por 2 sets a 0 (21/11 e 21/17).

Yuki Roberto fatura ouro no parabadminton no Parapan de Santiago, em 25/11/2023
Repro­du­ção: Yuki Rober­to fatu­rou o ouro na clas­se SU5, uma das 11 meda­lhas da dele­ga­ção bra­si­lei­ra de para­bad­min­ton no Para­pan de San­ti­a­go — Sau­lo Cruz/CPB/Direitos Rese­va­dos

A moda­li­da­de, aliás, ren­deu 11 meda­lhas ao Bra­sil nes­te sába­do, sen­do seis de ouro. Des­ta­que à clas­se SL3 (atle­tas com defi­ci­ên­cia de mem­bros infe­ri­o­res), que teve pódio tri­plo bra­si­lei­ro entre as mulhe­res, com Abi­naé­cia Sil­va no topo, Kau­a­na Bec­ken­kamp (a mais jovem inte­gran­te da dele­ga­ção bra­si­lei­ra em San­ti­a­go, com 14 anos) em segun­do lugar e Adri­a­ne Ávi­la em ter­cei­ro.

Entre as con­quis­tas do dia, uma garan­tiu vaga para­lím­pi­ca. Na bocha, o Bra­sil foi ouro na dis­pu­ta por equi­pes que jun­ta as clas­ses BC1 e BC2 (atle­tas com grau seve­ro de com­pro­me­ti­men­to físi­co-motor e que uti­li­zam mãos ou pés para jogar). O trio for­ma­do por Maci­el San­tos, Andre­za Vitó­ria e Iuri Sarai­va bateu o Cana­dá por 8 a 2. O resul­ta­do clas­si­fi­cou o time à Para­lim­pía­da de Paris, na Fran­ça, em 2024.

“Para mim, é uma hon­ra tra­ba­lhar com dois jovens talen­tos, pro­mis­so­res, como a Andre­za e o Iuri. Tra­ba­lha­mos mui­to e con­quis­ta­mos nos­so obje­ti­vo do ano. Tenho cer­te­za que o tra­ba­lho do ano que vem, será ain­da mais duro, téc­ni­co, para bus­car­mos essa meda­lha [para­lím­pi­ca]”, come­mo­rou Maci­el em entre­vis­ta à Agên­cia Bra­sil.

MACIEL SANTOS - BRA x CAN - Parapan Santiago 2023 - Competição de Bocha - Equipe - BC1/BC2- em 25/11/2023
Repro­du­ção: Expe­ri­en­te, Maci­el San­tos compôs a equi­pe bra­si­e­lei­ra, ao lado de Andre­za Vitó­ria e Iuri Sarai­va, que fatu­rou o ouro e carim­bou a vaga na Para­lim­pía­da de Paris no ano que vem — Ana Patricia/CPB/Direitos Reser­va­dos

Outro espor­te em que o Bra­sil se des­ta­cou foi o atle­tis­mo, com 14 meda­lhas na tar­de des­te sába­do. Em duas pro­vas, hou­ve dobra­di­nha bra­si­lei­ra. Nos 100 metros da clas­se T47 (atle­tas com defi­ci­ên­cia nos mem­bros supe­ri­o­res) para homens, o mul­ti­cam­peão Petrú­cio Fer­rei­ra garan­tiu o pri­mei­ro lugar, com Washing­ton Júni­or levan­do a pra­ta. No arre­mes­so do peso femi­ni­no da clas­se F12 (bai­xa visão), Iza­be­la Sil­va foi a ven­ce­do­ra, com Jeni­fer da Sil­va na segun­da posi­ção.

Na sex­ta-fei­ra (24), os bra­si­lei­ros já tinham supe­ra­do os 124 ouros de Lima — o que tam­bém era recor­de no Para­pan. Nes­te momen­to, o Bra­sil lide­ra o qua­dro de San­ti­a­go com 146 meda­lhas dou­ra­das. É qua­se o total de pódi­os do segun­do colo­ca­do, Esta­dos Uni­dos (150).

O Bra­sil tem outras duas meda­lhas garan­ti­das nes­te sába­do, res­tan­do saber a cor. Às 19h30 (horá­rio de Bra­sí­lia), os bra­si­lei­ros fazem a final do fute­bol de para­li­sa­dos cere­brais (PC) con­tra os argen­ti­nos. A sele­ção bus­ca o tetra do Para­pan. Mais tar­de, às 20h, o Bra­sil enfren­ta a Colôm­bia, valen­do o pen­ta do fute­bol de cegos.

Edi­ção: Cláu­dia Soa­res Rodri­gues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Seleção brasileira perde para Argentina e fica fora dos Jogos de Paris

Repro­du­ção: © Joil­son Marconne/CBF/Direitos Reser­va­dos Equipe comandada por Ramon Menezes cai por 1 a 0 …